4 fatores que influenciam na variação do dólar | Blog ATIVA 4 fatores que influenciam na variação do dólar | Blog ATIVA
Educação Financeira

4 fatores que influenciam na variação do dólar

Devido à sua força e estabilidade, a moeda norte-americana é uma das maiores referências da economia mundial. Por possuir relação de paridade com as outras moedas existentes, ela é largamente utilizada nas transações internacionais. Por isso, a variação do dólar frente a outra moeda é um dos grandes termômetros para a economia de um país.

Contudo, muitas pessoas não sabem bem por que esse valor costuma oscilar tanto. Continue lendo este post e conheça 4 fatores que influenciam na variação do dólar.

1. Câmbio flutuante

Esse é um dos principais fatores para se entender a variação do dólar frente ao real. Desde 1999, o Brasil se tornou um país com uma economia de câmbio flutuante. Isso significa que a taxa de câmbio não é definida pelo Governo, mas varia de acordo com o movimento do mercado, com a lei da oferta e da demanda.

Em um regime cambial flutuante, existem diversas variáveis que podem alterar a cotação do dólar, como as interações entre importadores, exportadores, investidores internos e externos, os gastos de turistas etc.

Ainda assim, é possível que o Governo atue de algumas formas para controlar essa variação, principalmente por meio de leilões de compra e venda de dólares.

2. Reservas cambiais

Reserva cambial é o montante de moeda estrangeira — no caso, o dólar — que um país possui. Ela é fundamental para as negociações internacionais, feitas na moeda norte-americana. A queda dos fundos da reserva cambial pode provocar uma valorização da moeda estrangeira.

Apesar disso, essa não foi uma das principais razões que motivaram o aumento do dólar nos últimos anos por aqui. Isso porque, mesmo com a crise em que vivemos, pode-se dizer que o Brasil possui reservas cambiais consistentes.

Atualmente, a nossa economia conta com cerca de US$ 375 bilhões de reserva cambial. Os valores são atualizados diariamente e podem ser conferidos no site do Banco Central.

3. Crises financeiras

As crises financeiras, sejam internas ou externas, também causam forte influência sobre a variação do dólar. Isso acontece principalmente porque ela afasta os investidores, que não vão querer aplicar dinheiro em uma economia em risco.

Nesse cenário, os investidores tendem a vender suas ações, converter em dólar e retirar o dinheiro da economia em crise para investi-lo em um ambiente mais seguro. Assim, a valorização e a alta do dólar se tornam praticamente inevitáveis.

Na condição de país emergente com alto nível de especulação financeira, o Brasil costuma sentir bastante os efeitos causados pelas crises, uma vez que se torna um ambiente mais arriscado para os investimentos.

4. Economia dos Estados Unidos e o cenário internacional

Como nação detentora da moeda mais forte do mercado mundial, o que acontece na economia dos Estados Unidos impacta diretamente da cotação do dólar em todo o mundo. Quando a taxa de juros norte-americana sobe, por exemplo, os investimentos feitos por lá se tornam mais rentáveis. Isso causa uma fuga de dólares de outros países, como o Brasil, e sua consequente valorização.

As instabilidades no continente europeu, acentuadas com a recente saída do Reino Unido da União Europeia, também influenciam no câmbio da moeda norte-americana. Entre os investidores, existe grande preocupação sobre as incertezas que essa ruptura pode causar na economia mundial. Isso faz com que eles busquem investimentos mais seguros, aumentando a valorização do dólar sobre as economias emergentes.

Ficou com alguma dúvida? Deixe o seu comentário!

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn19

ASSINE A NOSSA NEWSLETTER!

Gostou do conteúdo? Assine a nossa news receba no seu e-mail e-books, palestras, dicas e artigos ;)

Você se inscreveu com sucesso! Cheque seu e-mail :D

ATIVA Investimentos
A ATIVA Investimentos é uma corretora com mais de 30 anos no mercado financeiro que sempre souber ver além oferecendo as melhores opções de investimentos para os seus clientes. Nossos Produtos: Renda Fixa, Fundos de Investimentos premiados, Tesouro Direto, Previdência Privada, Seguro de Vida resgatável, Câmbio de moedas, Ações e entre outros.
Você deve gostar também
5 dicas para pagar as contas de início de ano sem passar aperto
Renda Variável: quais foram as aplicações de maior sucesso em 2016?
Os 3 principais tipos de riscos dos seus investimentos

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web

ASSINE E RECEBA DICAS SOBRE RENDA FIXA E OUTROS INVESTIMENTOS

ASSINE E RECEBA DICAS SOBRE RENDA FIXA E OUTROS INVESTIMENTOS

Procurando dicas e materiais sobre Renda Fixa? Assine a nossa newsletter e receba tudo no seu e-mail. 

Recebemos a sua assinatura!