5 dicas para você ficar sempre no azul | Blog ATIVA Investimentos
Educação Financeira

5 dicas para você ficar sempre no azul

Quem nunca começou uma tabela de custos e acabou abandonando no meio do caminho? Planejamento financeiro é algo que exige muita disciplina, mas também é simples e logo se torna um hábito. É importante ter sempre tudo anotado e nunca gastar mais que o seu orçamento. Depois disso, você nunca mais ficará no vermelho.

O primeiro passo, então, é criar a planilha do jeito que for mais fácil e seguro para você. Existem alguns modelos disponíveis na internet também. Para fazer um mapeamento bem realista, é importante incluir cada centavo. Pode parecer um exagero, mas é a partir desse mapeamento que você conseguirá entender como está gastando o seu dinheiro e em quais setores é possível realizar cortes.

A partir daí é possível manter um controle contínuo de suas finanças e evitar armadilhas que te distraiam do seu foco. No artigo de hoje, listamos cinco dicas para ajudar a manter as contas em dia:

 

Não gaste por antecedência

Além de gastar mais do que recebe, outro erro comum é usar um dinheiro que ainda vai entrar. Isso é o que acontece em muitos casos com o 13º salário, que algumas pessoas já gastaram, por exemplo, em setembro no cartão de crédito.

 

Dê preferência para compras à vista

O varejo costuma oferecer condições de parcelamento em diversas vezes. Entretanto, isso não é indicado, uma vez que existem bons descontos no pagamento à vista, que geram economia e superam alguns rendimentos, inclusive. Além disso, os juros e multas, caso alguma parcela não for paga, são muito altos.

 

Tenha uma reserva para emergências

A palavra poupar já é mais do que obrigatória. Como é difícil prever eventos de emergência, é fundamental guardar dinheiro pra isso. Crie uma meta mínima de acordo com seus ganhos e mantenha o foco mês a mês. Quem tem um perfil mais investidor pode dividir entre reserva para emergências e investimentos.

 

Resista às tentações

Visite e revisite sua planilha financeira o tempo todo e evite comprometer o orçamento com compras de impulso ou desnecessárias. Para isso, é importante ter disciplina e contar com a ajuda da família para não gastar mais que o valor definido.

Se for realmente necessário comprar, pesquise preços e analise bem as finanças. Não se deixe atrair por promoções, evite ficar deslumbrado com novidades eletrônicas, modismos ou objetos que você provavelmente vai usar pouco.

 

Tenha muito cuidado com o cartão de crédito

O cartão de crédito passa uma ilusão de que você vai comprar e conseguirá pagar as pequenas parcelas com a maior segurança, não é verdade? Pois é aí que mora o perigo.

Algumas pessoas se perdem em meio a tantas compras e o salário acaba escoando só para pagar as dívidas do cartão de crédito. Pior ainda quando só pagam o valor mínimo da fatura, e com juros sobre juros, a dívida vai virando uma bola de neve.

Portanto, pense muito bem na hora de comprar algo parcelado no cartão e tenha um limite. Não se esqueça das suas outras contas anotadas na planilha financeira. Para evitar danos, o ideal é guardar o cartão de crédito na gaveta e andar sempre com o cartão de débito e dinheiro, que garantem um maior controle das suas despesas.

Tem algum comentário ou dúvida? Conta pra gente!

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0
Você deve gostar também
O que você precisa saber para garantir uma aposentadoria tranquila
Planejamento financeiro pessoal: 5 dicas para se dar bem em 2017
Saiba como conquistar a independência financeira — e viva de renda!