Afinal, vale a pena investir na poupança? | Blog ATIVA Afinal, vale a pena investir na poupança? | Blog ATIVA
Investimentos

Afinal, vale a pena investir na poupança? Descubra agora!

Quando se pensa em guardar dinheiro, a primeira opção que normalmente nos vem à cabeça é a poupança, não é mesmo? Mas a verdade é que a maioria das pessoas que investe suas economias nessa aplicação o faz por puro hábito ou por simples sugestão de terceiros, que podem fazê-lo igualmente por inércia ou recomendação, formando um ciclo vicioso que se mantém há mais de 150 anos!

O que você talvez ainda não saiba é que nem sempre a poupança é o melhor tipo de aplicação financeira. Muito pelo contrário, inclusive! Hoje em dia, existem muitas modalidades de investimento que oferecem retornos significativamente maiores que o rendimento da tradicional caderneta. E foi pensando em tudo isso que resolvemos elaborar este post. Pronto para conhecer as desvantagens de se investir na poupança? Então confira:

O retorno desse tipo de investimento é muito baixo

Por mais que juros deixe de ser uma palavra temida quando se está no lugar de credor e não de devedor, ainda assim as taxas oferecidas pela caderneta são bem baixas. Por isso, conhecer a porcentagem dos juros é essencial para se tomar uma decisão embasada. Para você ter uma ideia, enquanto uma administradora de cartão de crédito chega a cobrar algo em torno de 15% de juros mensais pelo atraso de uma dívida, quem aplica dinheiro na poupança vê como retorno uma singela taxa de cerca de 0,65% por mês.

A poupança rende de acordo com a chamada Taxa Referencial (TR), acrescida de um percentual com base na situação da Selic, famosa taxa de juros básicos da economia. Oferece, assim, 0,5% ao mês de retorno mais a TR, se a Selic for superior a 8,5% ao ano. Porém, se a taxa básica for igual ou inferior a 8,5%, a poupança rende 70% da Selic ao mês, mais a TR.

Mesmo que a comparação com os juros do cartão de crédito (que são um dos maiores do mercado) seja desproporcional, ainda existem modalidades de investimento que oferecem rendimento mensal acima dos ganhos obtidos com a poupança. Exemplos disso são títulos públicos do Tesouro Direto, Certificados de Depósito Bancário (CDBs), Letras de Crédito Imobiliário (LCIs), Letras de Crédito do Agronegócio (LCAs), entre outros investimentos de renda fixa que possuem rentabilidades maiores que a da caderneta.

A poupança é um negócio ruim quando a inflação está alta

Não é à toa que a inflação é comparada com um dragão, afinal, ela queima o poder de compra do dinheiro. Lembrando que, no Brasil, a inflação oficial é medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Quando a inflação está alta, o dinheiro vale menos, mas não em valores monetários em si, mas na capacidade de compra. Sendo assim, é importante saber se a aplicação gera um retorno acima da inflação relativa ao período anterior à escolha desse tipo de investimento.

No ano de 2015, por exemplo, não foi bom negócio investir na poupança. Isso porque, nesse ano, a inflação medida pelo IPCA foi de 10,67%, enquanto a caderneta rendeu apenas 8,15%. Na prática, quem deixou o dinheiro na poupança teve perda real do seu poder de compra. É como se quem tivesse 100 reais na caderneta no começo de 2015 pudesse comprar 10 unidades de um produto que custava 10 reais. No fim do ano, porém, só conseguia comprar 9 unidades com os mesmos 100 reais. No mesmo período, quem investiu, por exemplo, no título público IPCA, protegeu o próprio dinheiro do efeito corrosivo da inflação e ainda teve lucro real!

A educação financeira ajuda na decisão

Para poder ganhar mais com seus investimentos, busque sempre ampliar seus conhecimentos em educação financeira. Pense bem: quanto mais você entender sobre diferentes tipos de aplicações, mais chances terá de aproveitar as melhores oportunidades do mercado. Aí você vai ver que deixar de investir na poupança e escolher outras opções não é uma tarefa tão difícil quanto você imagina. E com a consultoria da ATIVA, a troca da caderneta por aplicações mais rentáveis é ainda mais fácil!

E então, quer parar de investir na poupança para aproveitar investimentos tão seguros quanto a caderneta, mas com rentabilidade maior? Entre agora mesmo em contato com a ATIVA Investimentos para conhecer o tipo de aplicação mais indicado para seu perfil!

Share on Facebook0Share on Google+2Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn29

ASSINE A NOSSA NEWSLETTER!

Gostou do conteúdo? Assine a nossa news receba no seu e-mail e-books, palestras, dicas e artigos ;)

Você se inscreveu com sucesso! Cheque seu e-mail :D

ATIVA Investimentos
A ATIVA Investimentos é uma corretora com mais de 30 anos no mercado financeiro que sempre souber ver além oferecendo as melhores opções de investimentos para os seus clientes. Nossos Produtos: Renda Fixa, Fundos de Investimentos premiados, Tesouro Direto, Previdência Privada, Seguro de Vida resgatável, Câmbio de moedas, Ações e entre outros.
Você deve gostar também
Existe quantia mínima para investir na bolsa de valores?
Saiba o que é CRA e CRI e descubra como investir
Acúmulo de patrimônio: 4 dicas para ter sucesso
4 Comentários

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web

ASSINE E RECEBA DICAS SOBRE RENDA FIXA E OUTROS INVESTIMENTOS

ASSINE E RECEBA DICAS SOBRE RENDA FIXA E OUTROS INVESTIMENTOS

Procurando dicas e materiais sobre Renda Fixa? Assine a nossa newsletter e receba tudo no seu e-mail. 

Recebemos a sua assinatura!