Alugar ou comprar um imóvel? | Blog ATIVA Investimentos
Educação Financeira

Alugar ou comprar um imóvel? Veja nossas dicas!

Financiar um imóvel, alugar ou juntar dinheiro e pagar à vista? Essa é uma dúvida cruel que em algum momento da vida chega para todo mundo. Comprar a própria casa é, geralmente, uma das maiores aquisições financeiras que alguém pode fazer na vida. Mas, como é possível saber o que vale mais a pena no seu caso?

O aluguel carrega em si as vantagens de ser mais barato e o fato de não te prender ao mesmo endereço por muitos anos. Por outro lado, também é mais inseguro porque o proprietário pode pedir o imóvel, pode não permitir fazer grandes obras estruturais ou simplesmente porque te deixa com a sensação de estar jogando dinheiro fora.

Já quem pensa em comprar um imóvel pode ir pelo pensamento mais comum: não posso investir meio milhão de reais em um imóvel à vista, mas posso pagar 420 parcelinhas mensais de R$ 4 mil, por exemplo.  

Tenha em mente que para comprar um imóvel novo de R$ 500 mil financiado, é preciso ter no mínimo R$ 100 mil de entrada (20%) para receber R$ 400 mil emprestados. O prazo para o pagamento pode ser de até 35 anos. Na prática, a pessoa vai pegar R$ 400 mil e assumir uma dívida de mais de R$ 1,2 milhão (por conta dos juros) para pagar em 420 parcelas. Ou seja, a pessoa acabará pagando três vezes mais.

 

Comprar à vista é o melhor caminho?  

Você deve estar se perguntando como vai pagar à vista se não tem os R$ 500 mil para dar de uma só vez. Neste caso, o caminho ideal seria o do aluguel mais investimentos que te possibilitem juntar o dinheiro do imóvel em poucos anos. Se você pode dispor de R$ 4 mil para o financiamento, experimente usar R$ 2 mil para um aluguel e investir o restante. 

Por esse caminho você poderá escolher entre comprar imóvel com menos de 10 anos de investimento ou ter 35 anos de dívida, por exemplo. Mas, nesse momento você pode questionar: E a correção do aluguel? Segundo a Fundação Getúlio Vargas (FGV), o IGP-M médio dos últimos 20 anos foi de 8,27% ao ano, o que ainda fica muito longe dos 22% de custo total anual do financiamento somados ao custo de oportunidade de não aplicar o dinheiro.

Vale ressaltar que a reflexão se inverte quando as prestações do imóvel ficam inferiores à mensalidade do aluguel. Isso ocorre com os imóveis mais baratos, que têm subsídio do governo. Se não for seu caso, pense bem antes de apertar seu orçamento. Quanto mais altos os juros, maior a vantagem da combinação de aluguel com investimentos.

Há uma série de investimentos financeiros de longo prazo com a mesma segurança da poupança e rentabilidade bem superior aos quais é possível recorrer. No post Conheça 4 investimentos financeiros de longo prazo para iniciantes a gente explica mais sobre isso.

Gostou desse post? Confira aqui outras dicas e textos que fizemos especialmente para você sobre educação financeira.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0
Você deve gostar também
Afinal, o que é o PIB?
Família aumentando? Saiba como planejar o orçamento doméstico!
Quem deve declarar o Imposto de Renda?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web