Como investir em LCI e LCA? | Blog - ATIVA Investimentos Como investir em LCI e LCA? | Blog - ATIVA Investimentos
Investimentos

Como investir em LCI e LCA?

A Letra de Crédito Imobiliário (LCI) ou a Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) representam duas opções de investimento em renda fixa. Devido à falta de conhecimento, muitas pessoas deixam de aproveitar a oportunidade que essas opções podem agregar ao plano de aposentadoria e qualquer outro planejamento que estejam fazendo como viagens, compra de imóveis, automóveis, investimentos em educação, etc. Isso pode influencia no aumento do tempo de retorno desejado e os riscos envolvidos em outras operações.

Para resolver isso, desenvolvemos esse post para explicar detalhadamente como funciona a LCI e LCA e como você pode aproveitar as vantagens de um investimento mais atrativo e que talvez você ainda não tenha ouvido falar ou não teve tempo de pesquisar. Acompanhe!

O que é LCI e LCA?

A LCI e LCA são tipos de investimentos em renda fixa livres de imposto de renda para pessoas físicas e que oferecem rendimentos acima da poupança tradicional. Além de você obter a rentabilidade, estará contribuindo para o financiamento da produção nos setores do agronegócio e para o financiamento habitacional do país.

Ambos os títulos podem ter a sua rentabilidade definida de forma pré-fixada (o investidor terá ciência de quanto receberá no vencimento) ou pós-fixada (a rentabilidade dependerá da flutuação da taxa de juros que é praticada no mercado). Independente da escolha que fizer, além de obter um retorno consideravelmente melhor que a poupança.

Quais as vantagens e desvantagens de cada investimento?

Entre as principais vantagens de investir em LCI e LCA podemos destacar a rentabilidade superior à poupança e isenção do imposto de renda para as pessoas físicas que eleva mais ainda a rentabilidade desse tipo de operação. Também não podemos deixar de mencionar a proteção contra a falência das instituições bancárias garantida pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que é de até R$ 250 mil para pessoas físicas. Assim, caso o banco em que você realizou o investimento passe por problemas financeiros, o seu valor até R$ 250 mil estará resguardado. Funciona como um seguro contra perda dos valores aplicados.

A única desvantagem desse tipo de investimento é a falta de liquidez, já que o valor fica retido durante a aplicação podendo ser resgatado depois do prazo previamente estabelecido. Porém, com um pouco de planejamento, essa desvantagem é minimizada e não deve afetar a operação.

Quais são os rendimentos possíveis com estes investimentos?

A rentabilidade desse tipo de investimento pode variar conforme o modelo escolhido pelo investidor (pré-fixada ou pós-fixada). No caso da pós-fixada, pode mudar conforme a oscilação da taxa de CDI (Certificado de Depósito Interbancário) que acompanha de perto a taxa Selic (taxa básica de juros) — utilizada como ferramenta para o governo frear a inflação ou incentivar o aumento do consumo na economia brasileira.

Modalidade pós-fixada

O investidor acredita que a taxa de juros estará mais alta no futuro e, no vencimento do contrato, receberá o percentual do valor da época. Caso esteja correto, o rendimento pode ser maior do que a modalidade pré-fixada. Mas, se isso não acontecer, a modalidade pós-fixada será menos rentável no momento do vencimento.

Apesar de ser um investimento bem conservador, outro fator a ser considerado aqui é que, quanto maior for o valor aplicado e mais longa for a data definida para o vencimento (resgate), maior será o percentual de CDI oferecido. Uma compensação pela falta de liquidez.

Modalidade pré-fixada

Neste caso, o investidor aposta o contrário. Ele acredita que a taxa de juros possa estar menor no futuro e antecipa os seus rendimentos. Independentemente de isso acontecer ou não, ele receberá um valor fixado no início. Aqui, o investidor sabe exatamente quanto receberá no futuro, antes mesmo da aplicação.

Traduzindo em números, a poupança é fixada em 0,5% ao mês mais a TR (Taxa Referencial) que flutua conforme a taxa Selic e a taxa de CDI, podendo alcançar uma média de 6,18% ao ano. No caso do investimento nessas modalidades de renda fixa, o rendimento pode ser quase o dobro e alcançar 11% ao ano.

Quando vale a pena investir em cada um deles?

Quando a taxa de juros se eleva, os investimentos em LCI e LCA ficam mais atrativos, principalmente, por quem acredita em uma recuperação da economia e a redução da taxa no futuro. Geralmente, quem escolhe o modelo pré-fixado tem maior chance de acerto nesses casos.

Já quando a taxa de juros está baixa, o investimento pode ser mais atrativo na modalidade pós-fixada, por quem acredita que em algum momento o governo não conseguirá sustentar o crescimento da economia com a estrutura que tem e precisará elevar a taxa Selic.

Independente do cenário, os investimentos realizados nessas modalidades são mais atrativos do que a convencional caderneta de poupança. Por ser mais rentável em longo prazo, o investimento é ideal para quem está planejando a aposentadoria, a compra de um automóvel ou um imóvel no futuro ou mesmo programando uma viagem dos sonhos.

Quais os custos para investir em LCI e LCA?

Realizar investimentos em LCI e LCA não demandará qualquer custo por parte do investidor. Considerando a sua isenção de cobranças do imposto de renda para pessoas físicas, você poderá dar início as operações sem grandes preocupações e fazer planos para o futuro sem ser surpreendido com custos adicionais.

Quais os riscos que englobam estes investimentos?

Os únicos riscos que envolvem esse tipo de operação se resumem a falência da instituição onde investe, caso possua um valor superior a R$ 250 mil em investimentos, o fato de não poder movimentar o valor até o vencimento em casos de urgência e a flutuação da taxa de juros, que também não deve gerar grandes impactos no seu plano.

Existem diversas alternativas de investimentos para você começar a aplicar e acelerar a realização dos seus objetivos profissionais e pessoais. Mas, é preciso explorá-las e não se limitar apenas a modelos convencionais, como a caderneta de poupança. Dê essa oportunidade a si mesmo e comece um plano de investimento que possibilite o alcance de resultados melhores e mais rápidos.

E você, o que achou dos investimentos em LCI e LCA? Conte para nós!

Share on Facebook0Share on Google+1Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn20

ASSINE A NOSSA NEWSLETTER!

Gostou do conteúdo? Assine a nossa news receba no seu e-mail e-books, palestras, dicas e artigos ;)

Você se inscreveu com sucesso! Cheque seu e-mail :D

ATIVA Investimentos
A ATIVA Investimentos é uma corretora com mais de 30 anos no mercado financeiro que sempre souber ver além oferecendo as melhores opções de investimentos para os seus clientes. Nossos Produtos: Renda Fixa, Fundos de Investimentos premiados, Tesouro Direto, Previdência Privada, Seguro de Vida resgatável, Câmbio de moedas, Ações e entre outros.
Você deve gostar também
OPEP – Relatório sobre a alta do Petróleo
Economia internacional: o Brasil está em uma boa posição hoje?
Entenda por que você deve tirar o dinheiro da poupança agora

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web

ASSINE E RECEBA DICAS SOBRE RENDA FIXA E OUTROS INVESTIMENTOS

ASSINE E RECEBA DICAS SOBRE RENDA FIXA E OUTROS INVESTIMENTOS

Procurando dicas e materiais sobre Renda Fixa? Assine a nossa newsletter e receba tudo no seu e-mail. 

Recebemos a sua assinatura!