Economia internacional: o Brasil está em uma boa posição hoje? | Blog ATIVA
Investimentos

Economia internacional: o Brasil está em uma boa posição hoje?

Operação Lava-Jato, impeachment, delações premiadas, prisões de políticos e executivos. É só ligar a televisão para se deparar com uma chuva de notícias carregadas com as expressões acima. Internamente, o Brasil vive um momento muito conturbado. Mas e a economia internacional? Como tem visto esses fatos recentes no país?

Essas são questões que afetam diretamente a todos os brasileiros, mas, em especial, àqueles que investem. Afinal, o investidor precisa de estabilidade política e econômica para ver seus ganhos se multiplicarem. Além disso, se a economia internacional não vê o Brasil com bons olhos, as opções de investimentos diminuem consideravelmente.

Resultados ruins em 2016

Embora os dados oficiais ainda não tenham sido divulgados, o PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro deverá fechar 2016 com uma retração de cerca de 3,5%. As contas públicas tiveram um déficit de R$ 155 bilhões no ano passado, mostrando que o Governo Federal continua gastando mais do que arrecada.

A produção industrial caiu cerca de 6,6% ao todo, enquanto a taxa de desemprego gira em torno de 12%. São números que mostram a situação ruim da economia nacional como um todo.

O índice de desemprego é particularmente preocupante, pois denuncia que o mercado nacional ainda deverá demorar um tempo para se recuperar da crise. A conta é simples: com muita gente desempregada, é difícil estimular o consumo, pois não há renda suficiente. Sem consumo, não há produção. E sem produção não há investimentos externos.

Perspectivas para 2017

Embora a previsão seja de uma recuperação lenta, muitos especialistas apontam que o Brasil deverá estabilizar a sua economia já em 2017. A previsão é de que o PIB cresça entre 0,2% e 0,5%. O Governo estipula o índice de 1% de crescimento do Produto Interno Bruto.

Embora ainda seja um número muito inferior ao avanço do PIB mundial (cerca de 3,5%), a análise é de que o país sairá do estágio de retração, o que já é uma boa notícia para quem encolhe a cada ano.

De acordo com um relatório divulgado pelo FMI (Fundo Monetário Internacional), as boas perspectivas são resultado das políticas econômicas adotadas pelo Governo atual. Para os analistas do fundo, a aprovação das propostas de controle de gastos públicos e de reforma da previdência serão fundamentais para a recuperação da economia brasileira. Some-se a isso a dissipação dos problemas causados pela queda no preço das commodities e a estabilização da inflação no país.

A consequência, ainda de acordo com o relatório do FMI, será uma gradual volta da confiança dos investidores externos, que poderão voltar a fomentar a economia do país, gerando emprego e renda para os brasileiros.

A ressalva que o fundo faz é referente ao cenário atual da economia internacional, com fatores que podem desestabilizar diversos países. Os principais são: a saída do Reino Unido da União Europeia e a eleição do republicano Donald Trump para a presidência dos Estados Unidos.

O que achou do post? Deixe o seu comentário e compartilhe com os seus amigos. Conte conosco!

Share on Facebook65Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn12
Você deve gostar também
Saiba como aplicar no Tesouro Direto
Tributação de impostos no Tesouro Direto: Entenda como funciona
Bolsa de valores: quais são os setores mais aquecidos em 2017?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web

%d blogueiros gostam disto: