Educação financeira: 8 dicas para ensinar os filhos sobre dinheiro - Blog da ATIVA Educação financeira: 8 dicas para ensinar os filhos sobre dinheiro - Blog da ATIVA
Educação Financeira

Educação financeira: 8 dicas para ensinar os filhos sobre dinheiro

A relação dos filhos com dinheiro deve ser construída desde cedo para que eles desenvolvam uma consciência financeira. E, para que isso aconteça, é preciso criar ações que integrem as crianças ao planejamento financeiro da família e as faça sentir parte responsável do controle sobre os gastos.

A seguir, separamos 8 dicas sobre educação financeira para que você ensine seus filhos a lidar bem com dinheiro. Confira!

1. Converse sobre dinheiro

Durante a infância, as crianças têm poucas responsabilidades. Isso é natural e deve ser mantido. Porém, nada impede que os pais conversem com elas sobre dinheiro e sobre a relação dele com trabalho.

Mostre que tudo o que é comprado para a casa exige que uma certa quantidade seja dispendida e que ganhar dinheiro não é fácil. Tal conversa ajudará a criança a entender o ciclo do consumo para que ela passe a valorizar tudo o que tem e ganha.

2. Compartilhe o planejamento familiar

Pais que têm controle sobre as finanças comumente desenvolvem nos filhos o mesmo comportamento. E assim como é importante criar um planejamento financeiro familiar para o controle do orçamento doméstico, também é fundamental dividir com os moradores da casa a construção dos objetivos financeiros.

Explique para as crianças a importância de ter vigilância sobre os gastos e ganhos. Mostre a relevância de poupar para construir uma reserva financeira, que pode ser usada tanto para uma eventualidade quanto para a realização de um desejo.

3. Ofereça uma mesada

Outra forma interessante de as crianças aprenderem sobre educação financeira é por meio das mesadas. Os pais podem definir um valor máximo e dividi-lo em recebimentos conforme a conclusão de uma tarefa.

Com isso, os pequenos aprenderão sobre responsabilidades e entenderão, com mais realidade, que obter dinheiro não é fácil e que, por esse mesmo motivo, todo gasto deve ser pensado para que nenhum consumo desnecessário seja feito.

4. Ensine a poupar

Se a criança recebe mesada ou se tem o hábito de ganhar dinheiro de parentes, ensine a elas a guardar um percentual toda vez que algumas notas chegarem em suas mãos. Compre um cofrinho e a incentive a guardar moedas.

Deixe claro que, ao realizar tal ação, ela poderá usar o valor posteriormente para adquirir um brinquedo ou para fazer alguma atividade que ela goste muito, como ir a um parque, por exemplo.

5. Seja sincero quanto à situação financeira da família

Caso a família esteja passando por alguma crise financeira, por mais difícil que seja, é fundamental que os pais sejam sinceros com as crianças e que não escondam delas os problemas.

Como qualquer outro membro familiar, os filhos também devem tomar responsabilidade sobre os gastos da casa e entender o papel deles na economia doméstica.

6. Seja o exemplo

Educação financeira é parte do espelhamento do comportamento dos pais. Honestidade, ética e responsabilidade sobre as finanças são valores aprendidos por meio do exemplo, e não da fala demagógica.

Sendo assim, não adianta nada um dos responsáveis gastar mais do que a família ganha ou deixar de pagar as contas do mês. Para que as crianças aprendam a valorizar o dinheiro, mostre a elas o que deve ser feito.

7. Ensine-os sobre investimentos

Parte da educação financeira está no entendimento de que investimentos podem e devem ser feitos para gerar rentabilidade. Mas como esse é um conceito que perpassa o de poupar, os pais somente devem abordá-los a partir dos 13 anos.

Nessa idade, os filhos já construíram o entendimento sobre juntar e ganhar dinheiro e, a partir de então, eles podem começar a se interessar por formas de adquirir rentabilidade sobre os montantes que guardam.  

8. Faça uma previdência privada

Fazer uma previdência privada para os filhos logo que eles nascem também é um ótimo recurso para os pais mostrarem aos pequenos a importância da educação financeira desde cedo.

Como tal investimento permite que valores mensais sejam guardados e retirados a partir de 18 anos, a criança cresce percebendo na prática a importância de juntar dinheiro para fazer um curso, uma viagem ou até mesmo a faculdade.

Gostou das nossas 8 dicas sobre educação financeira para os filhos? Caso tenha ficado com alguma dúvida, deixe seu comentário que te ajudaremos a esclarecê-la.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn19

ASSINE A NOSSA NEWSLETTER!

Gostou do conteúdo? Assine a nossa news receba no seu e-mail e-books, palestras, dicas e artigos ;)

Você se inscreveu com sucesso! Cheque seu e-mail :D

ATIVA Investimentos
A ATIVA Investimentos é uma corretora com mais de 30 anos no mercado financeiro que sempre souber ver além oferecendo as melhores opções de investimentos para os seus clientes. Nossos Produtos: Renda Fixa, Fundos de Investimentos premiados, Tesouro Direto, Previdência Privada, Seguro de Vida resgatável, Câmbio de moedas, Ações e entre outros.
Você deve gostar também
4 investimentos a curto prazo que valem ouro
Dívidas no cartão de crédito? Conheça as mudanças!
5 dicas para realizar uma viagem barata em família

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web

ASSINE E RECEBA DICAS SOBRE RENDA FIXA E OUTROS INVESTIMENTOS

ASSINE E RECEBA DICAS SOBRE RENDA FIXA E OUTROS INVESTIMENTOS

Procurando dicas e materiais sobre Renda Fixa? Assine a nossa newsletter e receba tudo no seu e-mail. 

Recebemos a sua assinatura!