Entenda como o crescimento do PIB afeta seus investimentos financeiros - ATIVA Investimentos - Blog
Educação Financeira

Entenda como o crescimento do PIB afeta seus investimentos financeiros

Sigla bastante comum e que se repete diariamente nos noticiários, jornais e revistas que abordam temas ligados à economia, mercado financeiro e afins, o PIB (Produto Interno Bruto) certamente ocupa uma posição de destaque na hora de indicar como anda o desempenho comercial do país.

Será que você sabe o que significa quando os especialistas afirmam que o crescimento do PIB afeta todo o mercado interno? Sabe de que forma esse indicador afeta os seus investimentos financeiros? Não? Então, este post pode mudar isso! Acompanhe!

PIB x desenvolvimento das empresas

O PIB, de maneira simples, pode ser conceituado como a soma de todas as riquezas produzidas pela indústria, setor de agronegócios e serviços, durante um período de tempo. O seu cálculo é feito com base no somatório de bens e serviços finais, de modo a não computar duas vezes o mesmo produto, ou seja, a matéria-prima e o produto final proveniente dela, por exemplo.

O PIB tem íntima relação com o desenvolvimento das empresas no país, pois a alta desse indicador acende a luz verde para que os investimentos entrem no mercado interno, impulsionando o consumo de bens e serviços, e, consequentemente, aumentando a demanda sobre as empresas, que acabam produzindo e lucrando mais.

Do mesmo modo, o consumidor final também se sente mais confortável para fazer as suas aquisições quando o PIB está em alta — o que, muitas vezes, ele nem sabe —, pois isso afeta a taxa de juros dos bancos e a concessão de crédito.

Assim, comprar se torna mais fácil e mais barato, principalmente em compras parceladas. Mais uma vez, as empresas são beneficiadas, já que o consumo aumenta em praticamente todos os setores da economia.

PIB x rentabilidade dos investimentos

Esse é outro ponto que merece destaque quando se fala em PIB. Investir é uma tarefa que exige análise prévia da situação econômica do país, pois isso indica as probabilidades de uma aplicação ser satisfatoriamente rentável ou não. Nesse contexto, alguns fatores são determinantes na hora de investir:

Expansão do capital das empresas envolvidas nos investimentos

Tal fator depende diretamente da taxa de juros e do quanto a atividade econômica está aquecida no país — daí já é possível identificar a relevância do PIB na expansão de capital das empresas.

Os empresários necessitam de crédito para manter suas atividades e, principalmente para expandi-las. Contudo, em uma economia fragilizada e com PIB em baixa, o custo de aquisição de capital acaba sendo maior em razão da alta dos juros.

Além disso, a expansão do capital está associada às projeções da economia para o crescimento do setor e da atividade econômica como um todo.

Peso na balança comercial

Outro ponto de grande relevância para o crescimento do PIB é o nível da balança comercial, ou seja, as transações comerciais com o exterior. A balança comercial é a diferença entre exportações e importações em dado período.

Aqui, a conta é simples: quanto mais se exporta, maior é o saldo da balança, gerando o superávit. Em contrapartida, quando o país importa mais do que exporta, a balança fica negativa e fala-se em déficit. Então, conclui-se que, quanto mais se exporta, mais riquezas entram no país e mais benéfico é para o crescimento do PIB.

Oportunidade de exportação e importação por parte das empresas que recebem os investimentos

Como vimos, o crescimento do PIB impacta positivamente no desenrolar da economia interna do país, facilitando o acesso ao crédito e estimulando o consumo. Assim, as empresas têm mais oportunidades de investimentos e de aprimorar os seus processos produtivos e expandir os seus mercados. Afinal, empresas mais bem estruturadas produzem melhor e atraem mais o consumidor.

Nesse ponto abrem-se portas para que as organizações possam realizar exportações, melhorando as suas receitas, assim como importações, tendo acesso a matérias-primas de outros países a preços mais competitivos, por exemplo.

Por fim, tudo isso afeta significativamente os seus investimentos financeiros, pois o crescimento do PIB gira uma engrenagem que abarca diversos setores do mercado, o que torna a economia mais estável e receptiva a investimentos.

Gostou do post? Restou alguma dúvida ou quer nos contar suas impressões? Deixe o seu comentário abaixo!

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0
Você deve gostar também
Vale a pena investir no exterior?
Viagem internacional: o que avaliar ao fazer o câmbio de moedas?
As últimas dúvidas para quem ainda não enviou sua declaração

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web

%d blogueiros gostam disto: