ETF: Entenda o que é e como investir | Blog ATIVA Investimentos
Investimentos

ETF: entenda o que é e como investir

Não seria ótimo investir em ações de várias empresas sem precisar comprá-las separadamente e ainda usando pouco dinheiro? Ao aplicar em um ETF você consegue tudo isso! Muitas vezes, inclusive, tais fundos são a porta de entrada para quem quer começar a investir na bolsa de valores, mas ainda tem poucos recursos financeiros. Isso porque, com os ETFs, é possível aplicar em uma cesta de ações sem precisar comprar cada ativo que a compõe. Ficou interessado e quer conhecer mais? Então confira agora mesmo o post de hoje para entender o que é ETF e como aplicar nesse tipo de investimento!

Afinal, o que é um ETF?

A sigla ETF vem do inglês Exchange Traded Fund e é um fundo de investimento que visa reproduzir o desempenho de um índice de mercado. Você já deve ter ouvido falar no Ibovespa, o principal índice da BM&FBOVESPA que representa o desempenho geral do mercado de ações brasileiro. Mas sabe que ele é composto por uma carteira teórica de ações formada pelas companhias mais representativas na bolsa? Então também precisa saber que, por servir apenas para demonstrar desempenho, tal índice de mercado não é negociado no pregão. Logo, ninguém poderá comprar ou vender o Ibovespa.

Ainda assim, o investidor pode acompanhar o desempenho geral da bolsa brasileira, por meio do ETF BOVA11, que é baseado no Ibovespa. Além desse, existem outros ETFs, que representam outros índices de mercado, como o S&P 500, dos Estados Unidos. Também há os ETFs setoriais, que são formados por ações de determinado segmento, como o ECOO11, representativo das companhias que têm eficiência na emissão de gases do efeito estufa.

Como funciona um ETF?

O ETF funciona como um fundo de investimento composto por uma carteira de ativos financeiros que pode ser comprado por meio de cotas. Por reunir ações de várias companhias, é uma boa maneira de se diversificar investimentos, com uma aplicação inicial relativamente baixa. E como se trata de um investimento de renda variável, as oscilações nas cotações dos ativos que compõem o ETF fazem com que os preços das cotas subam ou desçam. Por último, vale ressaltar que os ETFs possuem um gestor responsável por replicar no fundo o desempenho do índice de referência por meio da compra e da venda de ações.

E como investir em ETF?

A aplicação em um ETF pode ser feita por meio da compra de cotas de participação no fundo pelo preço de mercado no pregão eletrônico da bolsa de valores. Nesse caso, o lote padrão de ETF na BM&FBOVESPA é formado por dez cotas, enquanto o lote fracionário (mínimo) é de uma cota. E assim como as ações, os ETFs possuem códigos de negociação — por exemplo, o SMAL11 é o código do ETF das small caps, pequenas empresas de capital aberto.

Os ETFs são negociados na bolsa como se fossem ações. Os investidores podem adquirir as cotas desses fundos diretamente pelo Home Broker da ATIVA Investimentos, pelo preço de mercado da cota do fundo. Como os custos operacionais podem impedir o investidor com poucos recursos de comprar ações de várias empresas separadamente, os ETFs são uma forma mais acessível de ingresso no mercado acionário. Afinal, com uma só compra, o investidor poderá aplicar em um conjunto de ações de uma única vez!

E você, por acaso já investiu em ETF? Qual escolheu e por qual motivo? Comente aqui e divida suas impressões conosco!

 
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn15
Você deve gostar também
Títulos públicos e privados: você sabe qual a diferença entre eles?
Conheça 5 plataformas de investimento profissionais para operar
As 4 principais dúvidas sobre Previdência Privada

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web