Família aumentando? Saiba como planejar o orçamento doméstico! | Blog ATIVA
Educação Financeira

Família aumentando? Saiba como planejar o orçamento doméstico!

Ter um bebê pode ser o sonho de muita gente, mas engana-se quem acha que não precisa se planejar financeiramente. Calcular o orçamento familiar deve ser um hábito de todo mundo. Além de necessário para lidar melhor com os gastos, é também uma forma de administrar o seu patrimônio.

Quando a família vai aumentar, há muito que se planejar: enxoval, quarto, adaptações na casa, no automóvel, na rotina de trabalho e, é claro, no orçamento. Diante de tantas mudanças você deve estar se perguntando: vou ter um filho, e agora?

Estima-se que um bebê consome de 20 a 30% do orçamento mensal da família, dependendo das escolhas que os pais fizerem, como plano de saúde, vestuário, alimentação e escola.

 

No post de hoje, trouxemos algumas dicas que vão te ajudar na organização do novo orçamento:

1 – Reúna os ganhos e os gastos de todos os membros da família. Coloque todas as informações em uma planilha. Se você ainda não tem uma, já ensinamos aqui no blog como fazer, clique aqui e saiba mais.

2 – Comece a cortar gastos e a economizar. Isso pode significar ter que cortar despesas supérfluas e abrir mão de pequenos confortos. Porém, com disciplina, persistência e organização — além do esforço de toda a família —, é possível alcançar os objetivos e ainda poupar.

3 – Avalie quanto tempo você tem até a chegada do bebê. Até lá, vá criando uma reserva financeira. Durante a gestação, os gastos aumentarão para cerca de 20%, então, o ideal é aproveitar maneiras disponíveis para economizar. O chá de bebê é uma ótima oportunidade.

4 – Para entender o quanto do seu dinheiro está livre, é essencial perceber qual parte está restrita ao pagamento de dívidas, contas e outras espécies de compromissos. Isso porque são obrigações assumidas e não cumpri-las pode acarretar ainda mais gastos, com multas e juros por atraso.

5 – Algo simples e que muitas pessoas subestimam é o hábito de pedir desconto. Supondo que uma família gaste R$ 5 mil em produtos. Se ela adotar o hábito de pedir descontos e que consiga 5% de desconto em todas as compras, ela irá gastar apenas R$ 4.750 para comprar os mesmos produtos. Isso representa uma economia de R$ 3 mil no ano.

6 – Considere aumentar a renda familiar. Várias opções podem ser tomadas, como trocar de emprego, buscar promoções, aperfeiçoar-se profissionalmente, além de investir bem o dinheiro que sobra. Aqui na ATIVA você pode encontrar as melhores aplicações financeiras de acordo com seu perfil e, com isso, a renda da família aumenta exponencialmente, graças aos juros compostos.

 

Pensando no futuro

É muito mais fácil prever e se preparar para os gastos dos primeiros anos de vida de uma criança do que para o futuro dela. Nunca é cedo para se preparar para pagar a escola, faculdade, cursos e outras necessidades do seu filho até a vida adulta.

Considere a possibilidade de já começar a investir para esses projetos. Se você começar com apenas R$ 100,00, aos 18 anos seu filho poderá resgatar mais de R$40.000,00, um valor que pode fazer toda diferença para comprar o primeiro carro, cursar uma faculdade ou até mesmo fazer um intercâmbio.

 

O que achou desse artigo? Deixe sua opinião nos comentários!

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0
Você deve gostar também
Qual a hora certa de investir para ter aposentadoria tranquila?
Como avaliar as melhores empresas da Bolsa para investir o seu dinheiro?
Viagem internacional: o que avaliar ao fazer o câmbio de moedas?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web

%d blogueiros gostam disto: