Investimento seguro e rentável: É possível ter os dois? | Blog ATIVA
Investimentos

Investimento Seguro e Rentável: é possível ter os dois benefícios?

Quando pensam em aplicação financeira, as pessoas geralmente buscam um investimento seguro e, ao mesmo tempo, um investimento rentável. Se você já possui algumas noções do mercado financeiro, deve saber que a relação entre risco e retorno tende a caminhar para o mesmo lado. Portanto, quanto maior o risco, maior é o potencial de rendimento.

Ainda assim, não desanime se você quer aliar segurança e boa rentabilidade nos seus investimentos. Entre extremos como a poupança — altamente segura — e a bolsa de valores — muito volátil —, é possível encontrar aplicações que oferecem retornos reais para os investidores, ou seja, acima da inflação.

Conheça, no post de hoje, algumas dicas para você usufruir do que há de melhor em alguns produtos do mercado financeiro.

Exemplo de investimento seguro

A caderneta de poupança é uma aplicação financeira que possui mais de 150 anos no Brasil. Isso explica porque ela é tão conhecida e utilizada no país. Embora tenha sido confiscada pelo governo no ano de 1990, a poupança é sinônimo de investimento seguro para os brasileiros. A propósito, a Emenda Constitucional nº 32/2001 proibiu qualquer tipo de confisco da caderneta.

Além disso, o Fundo Garantidor de Créditos (FGC), entidade privada sem fins lucrativos, reembolsa cada investidor em até R$ 250 mil em caso de falência ou liquidação extrajudicial, pelo Banco Central, da instituição financeira que tenha guardados depósitos de poupança.

Mesmo que seja exemplo de investimento seguro, a caderneta oferece uma rentabilidade baixa, entre 0,5% e 0,70% ao mês, conforme o cenário econômico. Em muitos casos, até mesmo o fato de a poupança ser isenta de Imposto de Renda não compensa o investimento nessa aplicação, principalmente quando a inflação está alta.

Para você ter uma ideia, no dia 15 de agosto de 2016, o rendimento acumulado da poupança nos últimos 12 meses foi de 8,32%, enquanto a taxa Selic do período foi de 14,03%. Nos mesmos 12 meses, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), medidor oficial da inflação, somou 8,74%. Logo, você pode perceber que nesse prazo o rendimento real da poupança (descontada a inflação) foi negativo.

Possibilidades de investimento rentável

Já falamos antes do FGC, não é mesmo? Saiba que ele oferece a mesma proteção da poupança para outras aplicações, como Certificados de Depósito Bancário (CDBs), Letras de Crédito Imobiliário (LCIs), Letras de Crédito do Agronegócio (LCAs) etc.

Quem procura investimento seguro e, ao mesmo tempo, investimento rentável pode encontrar nas corretoras de títulos e valores mobiliários, como a ATIVA Investimentos, uma diversidade de oferta de aplicações seguras, emitidas por diferentes instituições financeiras. Por isso, em vez de investir por um banco, que só oferece os próprios produtos, aplicar por meio de uma corretora permite que o investidor tenha vários tipos de investimento à disposição.

Vale lembrar que CDBs, LCIs e LCAs geralmente remuneram o investidor por uma parcela do Certificado de Depósito Interbancário (CDI), que é uma taxa usada nos empréstimos entre as próprias instituições financeiras. O CDI segue de perto a taxa Selic, cuja meta está em 14,25% em 15 de agosto de 2016.

Quando falamos em investimento rentável e seguro não podemos esquecer dos títulos públicos do Tesouro Direto. Embora não tenha a proteção do FGC, esse tipo de investimento é garantido pelo Estado brasileiro. O Título Selic, por exemplo, no atual cenário de taxa de 14,25%, oferece uma rentabilidade bem superior à da poupança. Já o Título IPCA+, ao pagar a variação da inflação mais uma taxa de juros, permite ganhos reais ao investidor.

Adequação ao objetivo financeiro

Como você pôde perceber, é possível aplicar em um investimento seguro e rentável sem ser a poupança. Na hora de escolher a aplicação ideal para o seu caso, é necessário adequá-la ao seu objetivo financeiro. Dessa forma, você investirá em um produto que seja vantajoso em termos de rentabilidade, prazo de resgaste e tributação.

A equipe da ATIVA Investimentos está preparada para indicar o investimento seguro e rentável mais adequado à sua realidade. Se tiver alguma dúvida, é só entrar em contato com a nossa equipe de atendimento.

Quando vai investir, você busca segurança ou prioriza a rentabilidade? Deixe seu comentário!

Share on Facebook186Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn16
Você deve gostar também
Saiba como aplicar no Tesouro Direto
Economia do Brasil: qual é a previsão para o ano de 2017?
Tributação de impostos no Tesouro Direto: Entenda como funciona

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web