LCA X Poupança: Qual traz maior rendimento para o investidor?
Investimentos

LCA x poupança: qual traz maior rendimento para o investidor?

A poupança ainda é a forma de investimento mais popular entre os brasileiros. Muito dessa preferência nacional se deve aos rápidos procedimentos para abrir uma conta-poupança e, também, à sua liquidez diária. No entanto, em um cenário de alta inflação em que vivemos, esse tipo de investimento pode perder todo seu poder de rentabilidade.

Nessas circunstâncias, quem deseja multiplicar seu patrimônio precisa procurar outras alternativas. Um dos caminhos mais recomendados, neste momento, é a LCA. Quer ver? Vamos comparar esses dois tipos de investimento a seguir!

Poupança

A poupança é a captação de dinheiro dos bancos por meio dos depósitos dos detentores de contas nessa modalidade, que serão remunerados com o tempo. A remuneração da poupança segue a TR (Taxa Referencial), estabelecida pelo Banco Central, mais um adicional referente ao nível da taxa Selic no momento. Pessoas físicas são remuneradas mensalmente, seguindo a data de aniversário da conta.

A poupança tem um alto grau de liquidez, o que significa que você pode sacar os valores depositados a qualquer momento. Não há incidência de IR (Imposto de Renda) e o poupador ainda conta com a proteção do FGC (Fundo Garantidor de Crédito), que garante o retorno de investimentos abaixo de R$ 250 mil, caso a instituição que possui a custódia do seu dinheiro venha a falir.

LCA

A LCA é a Letra de Crédito do Agronegócio, ou seja, é uma fonte de recursos para financiar as atividades agrícolas. A remuneração pode ser mediante uma taxa pré ou pós-fixada. No caso de uma taxa pré-fixada, o investidor ficará sabendo exatamente quanto valerá o papel ao final do prazo. Quando considerada uma taxa pós-fixada, o rendimento depende do percentual aplicado no CDI (Certificado de Depósito Interbancário).

A liquidez da LCA se resume à data de vencimento do título, ou seja, o investidor não pode resgatar o dinheiro antes do prazo acordado. Assim como a poupança, a LCA é isenta de IR e recebe as mesmas proteções do FGC. Um detalhe a ser considerado é que, dependendo da corretora de valores, pode existir a cobrança de uma taxa administrativa.

LCA x Poupança

Agora, vamos comparar uma aplicação no valor de R$ 10 mil, com prazo de um ano, e conferir qual a maior rentabilidade entre esses dois tipos de investimento.

 

Poupança (banco)

LCA (corretora, sem cobrança de taxa administrativa)

Valor aplicado

R$ 10.000,00

R$ 10.000,00

Base de remuneração

0,7256 (TR + adicional sobre Selic) x 12 = 8,71%

80% sobre CDI a 14,13% = 11,30%

(+) Valor da remuneração após 12 meses

R$ 871,00

R$ 1.130,00

(-) IR

(-) Taxa administrativa

(=) Total

R$ 10.871,00

R$ 11.130,00

Como você pode ver no resultado final, o investimento em LCA rendeu mais que a poupança. Nesse caso, consideramos um retorno de 80% do CDI, mas é possível achar títulos que remunerem mais que isso e aumentar consideravelmente seus ganhos.

Se o seu objetivo é multiplicar seu patrimônio e fazer o dinheiro trabalhar para você, tire seu dinheiro da poupança e considere a LCA. Não é necessário nenhum procedimento complexo para começar esse tipo de investimento, portanto, não perca tempo e corra atrás dessa poderosa rentabilidade!

Quer saber mais um pouco sobre as desvantagens de manter o seu dinheiro na poupança? Leia nosso artigo a respeito!

Share on Facebook241Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn26
Você deve gostar também
Como investir em fundos de ações?
Tendências do mercado financeiro: onde investir em 2017?
O que é inflação e como ela me afeta?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web

%d blogueiros gostam disto: