Mercado cambial: conceitos básicos e como participar
Educação Financeira

Mercado cambial: você conhece os conceitos básicos e sabe como participar?

O mercado do câmbio é realidade para a maioria dos investidores e não apenas para grandes e médias empresas, já que as variações da moeda nacional estimulam a compra de dólar particular, para investimento próprio. E como toda transação financeira, a moeda estrangeira possui um valor, como uma mercadoria, em moeda nacional. Essa é a taxa de câmbio.

Para quem não está acostumado ao termo, basta pensar naquela viagem tão planejada ao exterior: você teve ou vai comprar dólar ou alguma outra moeda? Então necessariamente você vai ouvir falar de câmbio.

Neste post, vamos te ajudar a esclarecer mais sobre como funciona este mercado.

 

Afinal, o que é câmbio?

Câmbio é compra, venda ou troca de moedas estrangeiras ou de papéis que as representem. No Brasil, em decorrência da atual legislação, sempre uma das moedas envolvidas será a nacional.

O mercado de câmbio é o local onde se realizam as operações de câmbio entre os agentes autorizados pelo Banco Central (bancos, caixas econômicas, corretoras, distribuidoras, agências de turismo e meios de hospedagem) e entre estes e seus clientes. Assim, tudo o que entra e sai do país por intermédio de negociações financeiras deve responder ao banco e precisam ser registradas no Sistema de Informações Banco Central (Sisbacen), com exceção do mercado paralelo – câmbio não regulamentado, mais conhecido informalmente por “mercado negro”.

Vale ressaltar que o câmbio negro, gera grandes perdas na receita cambial do país, uma vez que os valores que circulam pelo mercado paralelo não são contabilizados na conta de Turismo do Balanço Geral de Pagamentos.

 

Taxa de câmbio

A taxa de câmbio é o preço de uma moeda estrangeira medido em unidades ou frações (centavos) da moeda nacional. No Brasil, a moeda estrangeira mais negociada é o dólar americano, fazendo com que a cotação internacionalmente utilizada seja a dessa moeda.

Essa taxa reflete o custo de uma moeda em relação à outra, havendo a taxa de venda e a taxa de compra, as quais são referenciadas do ponto de vista do agente autorizado a operar pelo Banco Central.

 

Dicas para investidores

O investimento no câmbio no mercado futuro não é recomendado para aqueles que são iniciantes nesse tipo de investimento. Ele requer certa experiência no mercado e em investimentos financeiros, já que é um dos commodities que sofrem variações do maior número de fontes. Itens como políticas protecionistas, crescimento da economia, alta dos juros, e outros fatores influenciam na cotação do câmbio futuro e devem ser levados em consideração, para que o investidor não acabe com um grande prejuízo.

Para os iniciantes que desejam investir no mercado de câmbio futuro, o mais recomendado é que seja buscado o aconselhamento de um especialista, que possa orientar o investimento e ensine quais os caminhos mais adequados e rentáveis. Dessa forma, já nas primeiras vezes é possível adquirir determinada experiência. Uma boa opção para novos investimentos é o chamado Home Broker, a plataforma digital disponibilizada pelas corretoras que atuam no BM&F, que possibilita o investimento através da internet.

Saiba mais sobre o Home Broker da ATIVA Investimentos!

O investidor que já tem experiência no ramo e tem familiaridade com o mercado de câmbio, aposta, na maioria das vezes, na compra de dólar para aplicação. Essa atividade afasta a insegurança da flutuação da moeda brasileira e também pode ser feita através da aquisição de títulos cambiais. Através do câmbio, é possível realizar negociações de importação e exportação, movimentações bancárias e pagamento de serviços.

Vale lembrar que a ATIVA Investimentos possui diversos materiais para aprimoramento da educação financeira de seus investidores. Quer saber mais? Assine nosso newsletter e continue aprimorando seus conhecimentos no mercado financeiro com a nossa ajuda!

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0
Você deve gostar também
Entenda o que são os dividendos
O que é a Câmara de Ações?
Educação financeira: como envolver toda a família?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web