O que é SELIC e como afeta a economia brasileira? | Blog ATIVA O que é SELIC e como afeta a economia brasileira? | Blog ATIVA
Educação Financeira

O que é SELIC e como ela afeta a economia brasileira?

Quantas vezes você já leu em sites e em jornais ou ouviu em programas de televisão notícias sobre a SELIC? Não é à toa que ela é tão mencionada. A cada 45 dias, o Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) se reúne para tomar decisões sobre ela — se a meta da SELIC baixa, sobe ou se mantém estável.

Entender como anda a economia é importante não só para saber a hora de investir, mas também para conseguir identificar possíveis quedas e altas de juros. No Brasil, é justamente a taxa SELIC que controla a inflação, além de ser usada como base para medir diversas taxas de juros, como o cheque especial, por exemplo.

E ela afeta, sim, o dia a dia das pessoas. Mas você sabe exatamente o que é SELIC e como ela funciona?

O que é SELIC?

A taxa SELIC (Sistema Especial de Liquidação e Custódia) nada mais é do que o controle que o governo tem sobre a emissão de compra e venda de títulos. É, resumidamente, a taxa básica de juros no Brasil.

Ela é utilizada para pagamento de operações entre bancos em um prazo muito curto, de 24 horas. Isso acontece quando um banco pega recursos emprestados com outro banco e oferece títulos públicos como garantia, reduzindo os riscos e também a remuneração da transação.

Influência na inflação

Essa é a taxa utilizada pelo Banco Central para controlar a inflação. Quando opera em alta, a SELIC desestimula o consumo e favorece a queda da inflação, pois os juros cobrados em empréstimos, financiamentos e cartões de crédito são elevados.

Já quando ela opera em baixa, os juros destas operações ficam menores e, assim, o consumo é favorecido. Dessa maneira, fica mais fácil e mais barato tomar dinheiro emprestado e fazer financiamentos.

Impacto na economia

Por servir como parâmetro para as demais taxas no Brasil, a SELIC influencia o consumidor final. Quando a SELIC opera em alta, há encarecimento de empréstimos, financiamentos e juros dos cartões de crédito, fazendo com que a compra parcelada fique mais cara. Com a taxa alta, o consumo é desestimulado e as vendas de serviços e mercadorias são reduzidas.

Isso prejudica as empresas e os consumidores, pois, uma vez que o consumo é baixo, as empresas não precisam manter o mesmo nível de produção. Isso pode impactar na diminuição do quadro de funcionários e no corte de gastos.

Para aqueles que investem em aplicações de renda fixa, como o DI, que segue a rentabilidade da SELIC e tem boa parte dos fundos investidos em papéis fixados, os rendimentos podem ser reduzidos quando a taxa sofre cortes. Para os que investem na poupança, quanto maior a SELIC, maior é o rendimento do investimento. Isso se dá, pois a poupança gera seus rendimentos com base nessa taxa.

A SELIC é a taxa base de juros no Brasil e serve de referência para que possamos compreender o aquecimento ou não da economia e os principais indicadores de crescimento nacional. Ficar de olho nas variações dela pode ajudar você a cuidar dos seus investimentos e também a entender os possíveis reflexos no seu dia a dia.

Você ainda tem alguma dúvida sobre o que é SELIC ou tem mais informações sobre ela para compartilhar? Deixe seu comentário!
Share on Facebook0Share on Google+1Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn62

ASSINE A NOSSA NEWSLETTER!

Gostou do conteúdo? Assine a nossa news receba no seu e-mail e-books, palestras, dicas e artigos ;)

Você se inscreveu com sucesso! Cheque seu e-mail :D

ATIVA Investimentos
A ATIVA Investimentos é uma corretora com mais de 30 anos no mercado financeiro que sempre souber ver além oferecendo as melhores opções de investimentos para os seus clientes. Nossos Produtos: Renda Fixa, Fundos de Investimentos premiados, Tesouro Direto, Previdência Privada, Seguro de Vida resgatável, Câmbio de moedas, Ações e entre outros.
Você deve gostar também
4 dicas para investir durante a crise e garantir retorno
Como avaliar uma oportunidade de investimento utilizando benchmark?
Corretora de investimentos X bancos: entenda as diferenças
2 Comentários
  • Antonio
    10/12/2016 em 11:10
    Responder

    tenho uma boa quantia e quero começar a investir em renda fixa, estou com a intuição de proteger o meu capital e iniciar aplicações em LCI e tesouro direto LCI a curto prazo e Tesouro direto a medio praso tipo 5 anos, pra começar ater retorno e ver o andamento da economia.

    • 13/12/2016 em 11:52
      Responder

      Olá Antonio, tudo bem?
      Você pode nos mandar o seu telefone ou e-mail para que um de nossos assessores entre em contato com você e tire todas as suas dúvidas sobre esses investimentos. Conte conosco! 🙂

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web

ASSINE E RECEBA DICAS SOBRE RENDA FIXA E OUTROS INVESTIMENTOS

ASSINE E RECEBA DICAS SOBRE RENDA FIXA E OUTROS INVESTIMENTOS

Procurando dicas e materiais sobre Renda Fixa? Assine a nossa newsletter e receba tudo no seu e-mail. 

Recebemos a sua assinatura!