O que são commodities e como investir? | Blog ATIVA Investimentos
Investimentos

O que são commodities e como investir?

Na busca pela diversificação da carteira de investimentos, muitas pessoas têm se interessado pela aplicação em commodities. Devido às expectativas de valorização desses ativos, essa opção vem ganhando cada vez mais popularidade entre os investidores brasileiros.

Se você também quer aproveitar essa oportunidade, fique ligado em nosso post. Selecionamos as principais informações para você saber exatamente o que são commodities e como iniciar seus investimentos. Acompanhe!

 

O que são commodities?

Commodities é o plural do termo inglês commodity, que, a princípio, era utilizado para se referir a qualquer tipo de mercadoria. Contudo, ao longo dos anos, seu sentido foi se transformando, ao passo que passou a ser empregado no mercado financeiro.

Atualmente, quando falamos em commodities, nos referimos a produtos de origem primária que têm seus valores negociados nas bolsas de valores. Isso é possível devido à uniformidade desses produtos, que, geralmente, possuem as mesmas características independentemente de quem os produziu. Desse modo, sua cotação depende exclusivamente de oferta e da demanda mundial.

Entre as commodities mais comuns temos:

  • as agrícolas — como soja, milho e açúcar;
  • as minerais — caso do minério de ferro, do ouro e do petróleo;
  • as agropecuárias — como os contratos de boi gordo.

Muitos desses itens são largamente produzidos pelo Brasil, o que nos torna um país muito importante nesse mercado.

 

Como investir em commodities?

As commodities podem ser uma ótima opção de investimento, visto que esses produtos são de consumo mundial e possuem demanda contínua. Contudo, o investidor precisa estar ciente dos riscos relacionados às oscilações de preço, que são comuns nesse mercado.

Em função disso, é importante contar com o auxílio de uma corretora de valores de confiança. Seus profissionais fazem as análises necessárias para descobrir se o interessado tem o perfil esperado para esse investimento.

A negociação das commodities é feita por meio das bolsas de valores — as mesmas que negociam ações. No Brasil, esse mercado é operado pela B3.

Para uma maior proteção contra as oscilações do mercado, o ideal é investir nos contratos de Mercado Futuro. Ele funciona de maneira semelhante ao mercado de ações, com o investidor ganhando nas altas de preços e perdendo nos momentos de queda.

A diferença é que não é necessário pagar pelo valor total dos contratos que se vai operar, sendo exigida apenas uma margem de garantia para se tornar posição. E é por isso, que é considerado que o mercado futuro possua uma alavancagem natural em suas operações.

Outra diferença importante é a necessidade de se arcar com suas oscilações, recebendo pelos ganhos ou pagando pelas perdas diariamente.

 

Quais são os custos desse investimento?

O investidor que deseja aplicar em commodities também deve avaliar os custos desse negócio. Além da taxa de corretagem que incide sobre as transações de compra e venda, também pode haver cobrança de taxa de custódia. Devido às características das operações em Mercado Futuro, também é fundamental possuir recursos para cobrir os custos posteriores que o investimento pode exigir.

Quanto à tributação, há incidência de Imposto de Renda quando o tamanho do contrato supera o limite para isenção. A definição da alíquota é feita de acordo com os rendimentos da aplicação.

O futuro do mercado de commodities é visto com bons olhos pelos especialistas. Por isso, o investidor deve estar atento a mais essa grande oportunidade de multiplicar seus lucros no mercado financeiro.

Entendeu o que são commodities e o que fazer para iniciar os seus investimentos? Deixe a sua opinião nos comentários!

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0
Você deve gostar também
4 motivos para dar preferência aos fundos de índice
Entenda quando vale a pena ter um seguro de vida
Economia do Brasil: qual é a previsão para o ano de 2017?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web

%d blogueiros gostam disto: