Vale a pena investir em ações mesmo durante a crise? | Blog ATIVA
Investimentos

Vale a pena investir em ações mesmo durante a crise?

O fluxo de notícias sobre a crise no país já virou rotina para o brasileiro. Essa carga de previsões negativas, naturalmente, tende a assustar as pessoas: boa parte dos investidores segura seus ativos, enquanto aqueles que pretendiam começar a investir em ações recuam nessa importante decisão.

No entanto, sabia que é possível ganhar dinheiro ao investir em um momento de crise?

Investir em ações na crise: sim ou não?

Sim, é possível aplicar seu dinheiro em ações e obter rentabilidade em um cenário de crise, mas é necessário focar em duas atitudes primordiais para qualquer tipo de investimento:

Planejar cada passo com muita cautela

Um cenário econômico estável já requer uma postura cautelosa por parte do investidor. Quando estamos falando em crise, a precaução deve ser dobrada.

Não pense que você vai ser o novo Warren Buffet ou Jordan Belfort do dia para a noite ao investir em ações daquela empresa em que ninguém está investindo. No mercado financeiro, nada acontece por acaso.

Analisar o cenário econômico

Entender o que se passa na economia do país deve ser uma das atitudes de um investidor que deseja sucesso na crise.

Está muito difícil compreender o que está acontecendo? Então, siga por partes: analise o comportamento de indicadores financeiros como a Selic, veja índices de inflação em diferentes setores ou acompanhe a variação cambial de acordo com o dólar. São essas informações que vão ajudá-lo a identificar qual o investimento mais rentável no momento.

Mas, afinal, onde investir durante a crise?

Para você não congelar seus investimentos mesmo nesse período instável do país, selecionamos 2 modalidades cuja expectativa de sucesso continua em alta. Veja a seguir!

Ações

O investimento protagonista desta postagem não podia ficar de fora. Investir em ações e obter uma rentabilidade considerável é possível durante a crise, mas saiba que você precisa focar em empresas que tenham apresentado resultados consistentes e que estejam mantendo um baixo nível de endividamento.

Caso você esteja começando agora no mercado de ações, é recomendável que você não invista todo seu dinheiro nesse tipo de ativo. Comece aos poucos e aumente os valores gradativamente, na medida em que você for compreendendo como funciona o meio acionário.

Fundos de investimentos

Se você quer investir em ações, mas ainda não se sente seguro para isso, uma boa alternativa é recorrer aos fundos de investimento. Trata-se de um grupo de investidores que compram cotas de um determinado papel, em que a gestão desse ativo ficará a cargo de um profissional experiente designado pela corretora de valores que possui a custódia do investimento em questão.

Para você entender melhor, imagine um condomínio: cada morador possui um apartamento e contribui com uma taxa mensal para que o síndico cuide do local, certo? Assim também funcionam os fundos de investimento (condomínio), em que os investidores compram uma cota (apartamento) e pagam uma taxa administrativa para cobrir os custos da gestão pelo administrador (síndico), além de uma taxa de rentabilidade baseada em um percentual de resultado do fundo.

Na verdade, fundos de investimentos não se baseiam apenas em ações, mas também abrangem outros tipos de ativos. Em meio a um período de crise, uma boa ideia é procurar fundos que ganham com base na inflação ou Selic, ou ainda fundos cambiais, cuja rentabilidade acompanha o desempenho de moedas estrangeiras.

Não fique parado durante a crise. Enquanto alguns estão temerosos com a atmosfera negativa que cerca o Brasil, outros estão enfrentando o risco e descobrindo oportunidades nesse momento. Procure investir em ações ou nos fundos de investimento e não deixe as oportunidades passarem.

Agora, que tal compartilhar o post em suas redes sociais e espalhar essas informações para seus amigos também vencerem na crise?

Share on Facebook202Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn12
Você deve gostar também
Saiba o que é CRA e CRI e descubra como investir
Como a queda da taxa Selic afeta os investimentos de renda fixa?
Olimpíadas em Tóquio: quanto custará participar da festa em 2020?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web

%d blogueiros gostam disto: