Viagem internacional: o passo a passo para sair do país pela 1ª vez - Blog da ATIVA Viagem internacional: o passo a passo para sair do país pela 1ª vez - Blog da ATIVA
Educação Financeira

Viagem internacional: o passo a passo para sair do país pela 1ª vez

A primeira viagem internacional é sempre muito importante e pode ser uma das experiências mais marcantes. Mergulhar em novas culturas, conhecer pessoas diferentes, experimentar novas coisas são alguns dos proveitos das viagens para outros países.

O viajante deve estar por dentro de tudo que precisará e também, preparar-se para qualquer imprevisto — seja com as diferenças culturais, seja com eventuais problemas. Por isso, separamos alguns passos e algumas dicas que podem facilitar a sua viagem! Vamos lá?

Planejamento

Importante para qualquer viagem, o planejamento é colocar na ponta do lápis tudo o que será feito e, por isso, deve ser o primeiro passo. Além de passagens e hospedagem, o turista deve ficar atento a outros gastos e particularidades do destino com antecedência.

É importante pesquisar sobre as condições climáticas, o período da viagem (se tem algum feriado ou festa comum, por exemplo), os pontos turísticos mais visitados, a localização do hotel, entre outros. Assim, faça um roteiro com as principais atividades e tenha em mente como será sua viagem.

Planeje também a bagagem e leve apenas o que for necessário de acordo com o clima na época. Para isso, tente montar as combinações por dia, facilitando na hora de organizar a mala e de se vestir. Mas não exagere: as companhias estipulam um peso ou uma quantidade de malas por pessoa e cobram caro por excesso de bagagem.

Documentação

O segundo passo é a verificação dos documentos. Para a entrada de estrangeiros no país, geralmente, são requeridos documentos de identificação — passaporte, na maioria das vezes — e visto, além de atestados e comprovantes para questões de saúde e de declaração de bens.

Cada país apresenta uma lista de documentos que devem ser levados e o viajante deve consultar quais são as exigências do destino para providenciar essas questões com certe tempo de antecedência.

Orçamento

Tão pertinente quanto à escolha do destino é fazer um orçamento base dos gastos no exterior e avaliar se cabe no bolso na hora de retornar e quitar as contas. Pense em todos os gastos, como com passagens, deslocamento, hospedagem e alimentação. Além do mais, será possível calcular o que poderá ser utilizado em compras e lazer.

Lembre-se de reservar certa quantia para imprevistos. Caso o orçamento estiver apertado antes da viagem, estipule um valor que poderá ser gasto diariamente para que o orçamento final esteja próximo do que você conseguirá honrar.

Moeda estrangeira

Acompanhando o orçamento, você deve escolher a melhor maneira de levar o dinheiro para o exterior. Pode ser dinheiro em espécie, cartão de crédito ou cartões de viagem. Cada um tem vantagens e desvantagens, mas preocupe-se em não escolher só uma maneira, já que é mais seguro levar de duas formas, no mínimo, para evitar qualquer problema.

A vantagem de levar dinheiro em espécie é pagar menos IOF — Imposto sobre operações financeiras. É uma maneira simples e prática, mas que deve ser declarada acima de R$ 10 mil, ou seja, exige organização e muito cuidado.

O cartão de crédito também é prático e oferece maior comodidade, mas o valor final depende da variação cambial no dia da cobrança da fatura. Isso pode causar uma boa diferença no orçamento e ainda, acrescido de taxas bancárias e a taxa de câmbio do banco, pode levar a uma dívida maior do que o esperado.

Já os cartões de viagem (nacionais ou internacionais) podem ser pré-pagos e contam com a tarifa mais alta do IOF. Para ter maior segurança durante as transações e câmbio de moedas, conte conosco na compra do seu cartão. Faça a cotação dele.

Seguros

Imprevistos podem acontecer. Em viagens internacionais, é muito importante contar com o suporte de planos de seguros internacionais, que cobrem problemas de saúde e acidentes. São apenas preventivos e costumam ser bem acessíveis — em alguns países europeus, por exemplo — e são medidas obrigatórias para os turistas.

Tendo em vista todos os pontos levantados, você tem de tudo para ter uma viagem inesquecível. É fundamental que você pesquise sobre o destino e preste atenção a questões de segurança, câmbio, eventuais problemas e aproveite muito a viagem.

E aí? Tem alguma dúvida ou sugestão? Deixe seu comentário pra gente!

Share on Facebook12Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0

ASSINE A NOSSA NEWSLETTER!

Gostou do conteúdo? Assine a nossa news receba no seu e-mail e-books, palestras, dicas e artigos ;)

Você se inscreveu com sucesso! Cheque seu e-mail :D

ATIVA Investimentos
A ATIVA Investimentos é uma corretora com mais de 30 anos no mercado financeiro que sempre souber ver além oferecendo as melhores opções de investimentos para os seus clientes. Nossos Produtos: Renda Fixa, Fundos de Investimentos premiados, Tesouro Direto, Previdência Privada, Seguro de Vida resgatável, Câmbio de moedas, Ações e entre outros.
Você deve gostar também
Corretora de investimentos X bancos: entenda as diferenças
Saiba mais sobre o que são dividendos — e como viver deles
4 dicas para escolher a corretora de investimento para suas ações

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Sua página da Web

ASSINE E RECEBA DICAS SOBRE RENDA FIXA E OUTROS INVESTIMENTOS

ASSINE E RECEBA DICAS SOBRE RENDA FIXA E OUTROS INVESTIMENTOS

Procurando dicas e materiais sobre Renda Fixa? Assine a nossa newsletter e receba tudo no seu e-mail. 

Recebemos a sua assinatura!