After market: negocie após o pregão da bolsa

É comum que as pessoas mais ocupadas sejam também as que mais se preocupam com suas finanças. Porém, como o mercado de valores só funciona em horário comercial, muitos investidores não têm tempo de acompanhar o pregão. Para isso existe o after market. Você sabe o que é isso?

Neste artigo, você vai descobrir o que é o after market, quais são as regras de funcionamento de compra e venda após o horário do pregão regular e por que isso é importante para a saúde da economia — e das finanças de muitos investidores. Confira!

O que é after market?

After market é a oportunidade de negociação de ativos na Bolsa de Valores após o fechamento do pregão regular. Seu objetivo é dar oportunidade para que investidores ajustem suas posições ou mesmo participem daquele dia de operação.

Afinal, é a correria do dia a dia que movimenta a economia. Portanto, para garantir que os mais atarefados e com tempo menos flexível também possam realizar suas operações de investimentos, é necessário estender um pouquinho o horário de funcionamento da Bolsa.

A medida é importante, pois, sem ela, muitos investidores estariam limitados a realizar operações apenas no dia seguinte. Como o mundo não para, 10 horas de atividade econômica no outro lado do planeta é suficiente para alterar a perspectiva das oportunidades no cenário brasileiro.

Assim, o after market é uma solução interessante tanto para que os investidores que não puderam participar do pregão possam aproveitar as oportunidades do dia, quanto para aqueles que durante o pregão enviaram ordens e abriram posições, mas querem ajustar as suas estratégias.

Quais são as regras do after market?

Embora se trate de uma extensão do horário de funcionamento da Bolsa, o after market tem algumas regras importantes para cumprir seu propósito sem ferir a harmonia do sistema do mercado.

Tem duração de 30 minutos, após os 5 minutos de pré-abertura. Nesse período, quem tem ordens abertas durante o pregão regular tem a chance de cancelá-las.

Já durante a fase de negociações, só é possível comprar e vender ativos do mercado à vista e que estejam listados em algum índice da B3, como o Ibovespa, por exemplo.

Isso significa que não é possível operar derivativos durante o after market, como Opções, A Termo ou Futuros, embora algumas Commodities possam ser negociadas em after market exclusivos. Além disso, as seguintes regras devem ser observadas:

  • há um limite de volatilidade de 2% para qualquer ativo negociado no after market;
  • a variação dos preços dos ativos durante o after market não são consideradas no pregão regular do dia seguinte;
  •  qualquer operação finalizada durante o after market que tenha tido início no pregão regular configura day trade;
  • o volume de negociações por CPF durante o after market é limitado em R$ 900 mil.

Como comprar e vender ações depois do fechamento do pregão?

Para todos os efeitos, as ordens enviadas e executadas durante o after market acontecem segundo o mesmo procedimento do pregão regular. Ou seja, o investidor só precisa acessar o home broker da sua corretora e realizar as operações como faria normalmente, apenas considerando as regras mencionadas.

Isso pode ser feito a qualquer momento no pregão do after market, que acontece de segunda à sexta a partir das 17h30, após 5 minutos de pré-abertura (17h25). Dessa forma, ninguém perde a chance de fazer investimentos estratégicos.

Gostou de entender como funciona o after market? Com a Ativa Investimentos, você pode aproveitar os melhores momentos de qualquer pregão, contando com o suporte de especialistas de alto nível. Quer saber mais? Entre em contato conosco e descubra todas as soluções que aguardam você!

Powered by Rock Convert

Invista com a gente!

É prático, rápido, seguro e não tem custo. Você pode acessar sua conta de onde quiser e ainda ter vantagens exclusivas.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.