• Pesquisar

Veja dicas fáceis de como guardar dinheiro, mesmo ganhando pouco

Mais de 60% da população brasileira sentiu que suas despesas eram maiores que seus rendimentos, de acordo com uma pesquisa da Serasa Experian. E você? Faz parte dessa lista? Independentemente de sua resposta, saiba que é importante ter um bom controle financeiro para conquistar os seus sonhos. Mas você sabe como guardar dinheiro ganhando pouco? 

Para muitos, essa é uma missão impossível. Levando isso em consideração, escrevemos este artigo para te mostrar que é possível ter uma melhor qualidade de vida financeira mesmo sem ganhar muito dinheiro.

Com estratégias simples, você controla seus gastos e guarda o seu dinheiro mesmo ganhando pouco! Continue a leitura!

Como guardar dinheiro ganhando pouco ?

A gestão financeira pessoal é algo muito delicado. Afinal, quem não quer dar a melhor qualidade de vida para a sua família? No entanto, é preciso manter os pés no chão para não cometer equívocos que podem comprometer até o seu patrimônio pessoal, como imóveis, carros e outros bens de valor.

Nos próximos tópicos, abordaremos algumas questões importantes que precisam ser colocadas em prática para garantir uma vida financeira tranquila. Tudo isso sem abrir mão de fazer o que gosta por causa da falta de dinheiro.

8 dicas práticas para guardar dinheiro

Aprenda sobre educação financeira

Hoje, na internet, existem vários profissionais que dão dicas gratuitas sobre educação financeira. Portanto, aproveitar essa oportunidade para agregar conhecimento é fundamental para ter mais sucesso nas suas decisões.

A Ativa Investimentos, por exemplo, tem um canal no YouTube com vários conteúdos em vídeos sobre educação financeira. Sem contar o nosso próprio blog que é recheados informações relevantes sobre o assunto.

Sendo assim, estude quais são as melhores formas de administrar o seu dinheiro para ter mais tranquilidade no momento de consumir e não gastar mais do que ganha.

Além disso, é válido ressaltar que, quando bem aplicado, o dinheiro começa a trabalhar para você. Isso é possível quando você realiza os investimentos certos, adequados ao seu perfil.

Faça um diagnóstico financeiro

Você sabe com o que, de fato, gasta seu dinheiro? Uma boa forma de dividir as suas despesas é montando uma planilha com seus gastos mensais. Assim, separe o que é gasto fixo do que não é. Veja o que corresponde a cada um deles:

  • gasto fixo: é aquele gasto que não dá para mudar, como aluguel, transporte e contas em geral;
  • gastos variáveis: são aqueles que podem ser reduzidos em casos de necessidade. Em geral, são despesas relacionadas ao lazer, por exemplo;
  • gastos extras: são aqueles que não estão previstos no orçamento, como medicamentos, consultas de última hora, troca de peças automotivas, etc.
  • gastos adicionais: são aqueles que não precisam necessariamente existir, como quando você sai para jantar com os amigos.

Mude seus hábitos de consumo

E aí, concluiu que gasta mais do que ganha? Se sim, está mais do que na hora de rever isso! Faça um planejamento e liste todas as suas receitas e despesas em uma planilha de controle financeiro. Depois, analise quais gastos podem ser eliminados para garantir uma melhor qualidade de vida.

Antes de adquirir qualquer produto ou serviço, analise o preço de todos os concorrentes, faça orçamentos e, por fim, tome a sua decisão. No entanto, lembre-se de que comprar levando em consideração apenas a marca do produto nem sempre é o melhor caminho, pois existem outras marcas que oferecem praticamente os mesmos benefícios por um preço mais acessível.

Acompanhe as promoções

Muitas lojas têm promoções e as divulgam por e-mail ou outros meios. Sendo assim, esteja sempre cadastrado nas newsletters das suas marcas favoritas e acompanhe as mídias sociais das empresas que você gosta.

No entanto, é preciso tomar cuidado para não gastar além do que permite o seu orçamento! Lembre-se de usar as promoções sempre a seu favor, não contra. Essa estratégia é usada para fazer com que o consumidor compre algo por impulso. Por isso, pense duas vezes antes de comprar uma coisa que provavelmente você não precisa.

Defina metas

Outra dica importante é transformar o ato de poupar em um hábito! Se você tiver dinheiro na mão, certamente acabará gastando, não tem jeito.

Por isso, defina um valor da sua renda (entre 30% e 10%) que você quer guardar no final do mês e faça o possível para atingir esse objetivo!

Não entre no cheque especial

Nunca entre no cheque especial. A taxa média dos juros desse produto bancário é de 357,44% ao ano! Mesmo deixando um valor pequeno, isso pode virar uma bola de neve e nenhum investimento que você fizer vai chegar perto da taxa do cheque especial, ou seja, isso vai comer seu dinheiro.

Assim, quando se usa o cheque especial, apesar de alguma satisfação na hora do gasto, tenha consciência de que você está prestes a fazer o pior investimento da sua vida.

Faça uma reserva de emergência

Negligenciada pela maioria das pessoas, a reserva de emergência é de extrema importância para garantir que os seus compromissos serão arcados mesmo em situações de risco, como quando a pessoa perde o seu emprego.

Assim sendo, o ideal é que a sua reserva corresponda a, pelo menos, seis meses do seu salário. Por exemplo, se você ganha R$1500 por mês, é importante que ela seja de, no mínimo, R$9 mil. À primeira vista, parece uma quantia exorbitante para ter em uma reserva, mas, acredite, esse valor pode salvar a sua vida financeira em casos de imprevistos.

Uma dica interessante é investir o dinheiro destinado à reserva em aplicações de baixo risco e que proporcionam retornos melhores que a poupança. Nesse caso, as opções mais comuns são:

  • Tesouro Selic;
  • Fundos DI;
  • CDB diário, entre outros.

Não estoure o orçamento com lazer

Sair é bom, se divertir com a família e amigos é melhor ainda! Mas tudo precisa ser feito com moderação. Quando almejamos algo em nossa vida, abrir mão de algumas coisas é essencial.

Embora seja muito importante, os momentos de lazer podem ser feitos mesmo com pouco dinheiro. Lembre-se de que, futuramente, você pode se planejar para fazer algo muito mais especial, como uma viagem internacional.

Percebeu como guardar dinheiro ganhando pouco é possível? Todas essas dicas que listamos aqui vão ajudar você a adotar um novo estilo de vida. Consequentemente, essas práticas podem proporcionar mais qualidade de vida e diminuir os transtornos causados pela falta de controle financeiro.

Já falamos que é preciso fazer uma reserva de emergência, mas você realmente conhece a sua importância e sabe como planejá-la? É isso que ensinos neste artigo. Venha conferir!

Deixe seu comentário

11 comentários
  • Tenciono investir em um título q me retorne rendimento líquido já com desconto do imposto de renda.
    Qual vc me indica?como investir e resgatar meu dinheiro em qualquer tempo Sem limite de prazo para resgate?

    • Olá, Luiz, Obrigada por acompanhar o nosso blog. O Tesouro Direto para quem quer ter a disponibilidade de ter o dinheiro em mãos da forma mais rápida possível, é a melhor opção, pois você pedindo o resgate hoje, o valor no dia seguinte está na sua conta. Ele é tributado de acordo com a tabela regressiva do IR, ou seja, a melhor forma de fugir de uma alta tributação é deixar o dinheiro aplicado por mais de 720 dias, assim você se enquadra na alíquota de 15%, a menor de todas. Outras opções para você fugir da tributação de IR são as LCI’s e LCA’s, que são letras de credito emitidas por bancos. A grande vantagem dessas aplicações é a isenção de IR, porém não há liquidez, então você só teria os seus recursos de volta no vencimento acrescido do rendimento.

    • Olá Luiz, obrigada por aconpanhar nosso blog. Sim, hoje o titulo de tesouro disponível com menor valor mínimo de aporte é o Prefixado 2025. Com R$34,68 você já consegue fazer uma aplicação nesse titulo e a partir daí consegue fazer contribuições mensais, sempre respeitando o valor mínimo de aporte. Caso queira, nesse link você consegue visualizar os títulos disponíveis e seus respectivos valores e taxas http://www.tesouro.fazenda.gov.br/tesouro-direto-calculadora

  • Tenciono investir em um título q me retorne rendimento líquido já com desconto do imposto de renda.
    Qual vc me indica?como investir e resgatar meu dinheiro em qualquer tempo

    • Olá, Luiz,
      Para ter rendimentos líquidos, isentos de imposto de renda, existem alguns títulos de renda fixa, como: LCI, LCA, CRI, CRA e Debêntures Incentivadas, onde apenas os dois primeiros possuem garantia do FGC. Quanto ao resgate, todos só podem ser resgatados no dia do vencimento. Caso queira investimento com isenção de imposto de renda e mais liquidez que renda fixa, existem os fundos de debêntures incentivadas. Caso você tenha mais dúvidas, pode entrar em contato com a nossa central de atendimento ou pelo chat no nosso site ativainvestimentos.com.br