• Pesquisar
Side View Of A Young Male Stock Market Broker Analyzing Graphs On Multiple Computer Screens

Day Trade: saiba como comprar e vender ativos no mesmo dia

Day Trade ou “negociação do dia”, em português, nada mais é que comprar e vender ativos no mesmo dia com objetivo de obter lucro com a oscilação dos preços.  Diferentemente do que muitos imaginam, não é necessário um montante muito grande para realizar esse tipo de operação e executar um Day Trade.

Para quem quer se tornar Day Trader, é preciso entender como funciona o mercado de renda variável, aprender os tipos de análise, criar sua estratégia de investimento e manter o controle emocional. Se você quer mais como ganhar dinheiro nesse mercado, siga nesse post.

Funcionamento do Day Trade

Se você comprar ações da empresa Petrobrás (PETR4) às 11h30 por R$ 20,00, e vender à tarde por R$ 23,00, você lucrou R$ 3,00 por ativo, e fez um Day Trade. A operação é muito buscada por investidores por seu potencial de alavancagem e pela agilidade. Mas o que é alavancagem?

Na Ativa Investimentos, a alavancagem chama-se Limite Ativa. Com ele, é possível usar seu patrimônio para operar um volume até 20x maior, sem custos adicionais.

Por exemplo, com R$ 250,00 usando o Limite Ativa, você pode comprar um lote padrão, com 100 ações da Petrobras. Suponha que o investidor tenha comprado um lote de PETR4 às 10:20 por R$ 24,00 e, vendeu às 15:30 por R$ 25,50. Ele encerrou o dia com R$ 400, R$ 150 a mais do que tinha de manhã, crescimento de 60% do patrimônio.

Quem realiza esse tipo de operação é chamado de  Day Trader. Até pouco tempo atrás, apenas profissionais realizavam essas operações. Porém, hoje, com a disseminação das informações e acesso a várias tecnologias, qualquer pessoa com interesse e disciplina pode ganhar dinheiro desta forma.

Para atingir seu objetivo, que é o lucro, você precisa comprar os ativos, como ações em baixa e vender quando estiver em alta. Existem diversas maneiras de detectar esses momentos. Para isso, você precisará estudar duas principais escolas análise técnica e fundamentalista.

 Análise técnica X fundamentalista

Conforme explicamos anteriormente, há duas principais técnicas de análise: a técnica e a fundamentalista. Enquanto a primeira se concentra no estudo da ação de mercado, a segunda se baseia nos princípios econômicos de oferta e demanda para entender as variações de preços.

Apesar de ambas buscarem o mesmo objetivo, que é determinar em qual sentido os preços devem andar, elas têm caminhos bem distintos. A técnica visa a valorização do ativo, enquanto a fundamentalista procura entender o porquê desta valorização. Vale também destacar que a análise de fundamentos também observa os fatores contábeis da empresa, tais como riscos de mercado e gestão.

Mesmo com as diferenças entre elas, muitos “traders” utilizam ambas para operar.

Quais são as vantagens e desvantagens?

Antes de tudo, é importante deixar claro que, como se trata do mercado de renda variável, quanto maior a chance de ganhos, também é maior a chance de perdas.

Mas vamos falar sobre as vantagens, inicialmente. Por serem operações de curto prazo, você não se expõe aos riscos do noticiário com o pregão fechado, diminuindo o risco de um prejuízo maior, como pode acontecer com o Swing Trade. Além disso, você pode investir utilizando alavancagem, conforme explicamos acima.

Já em relação às desvantagens, uma delas é a necessidade de dedicação de tempo integral, ou seja, ficar em frente ao computador para acompanhar o pregão e verificar o que é oportunidade ou ameaça. Outras desvantagens são as necessidades de estudo e prática, além de controle emocional para lidar com as perdas, uma vez que você está lidando com riscos.

Quem pode ser Day Trader e quais são os custos?

Qualquer pessoa com acesso à internet e uma conta em uma corretora de investimentos está apta a fazer Day Trade. Portanto, é preciso que você esteja ciente que, para ter sucesso, é preciso atenção total durante o dia.

Além disso, é um mercado em que muitos profissionais vivem desses investimentos. Outra recomendação é sobre o dinheiro investido: nunca use o dinheiro que você precisa para sobreviver, incluindo sua reserva de emergência. Isso pode fazer com que você aja impulsivamente na hora de comprar ou vender ações.

Quando falamos de custos, é importante entender quem cobra o que. A única taxa cobrada pela corretora é a corretagem, que é o valor cobrado pela intermediação entre investidor e a Bolsa de Valores, a B3. Os emolumentos e a liquidação são taxas cobradas pela B3, independentemente de quem seja a corretora.

É importante entender como são tributadas as operações de Day Trade, que ocorre em duas fases. Na primeira, quando há lucro em cada operação, o “trader” irá pagar 1% de imposto, que é retido na fonte. A segunda tributação ocorre no fim do mês, quando o lucro líquido total obtido com essas operações é apurado, e 20% desse valor é retido para o Imposto de Renda, ou seja, declara-se a rentabilidade mais tarde. Essa tributação é recolhida por meio de um documento — o DARF, da Receita Federal.

Vale observar que há também cobrança de Imposto sobre Serviços (ISS) em cima da taxa de corretagem da corretora. A porcentagem do tributo varia conforme o Estado, e seu valor é no máximo 5% da taxa de corretagem.

Gostou e quer começar a operar?

Primeiro, é necessário abrir uma conta na Ativa Investimentos, acompanhar o mercado e as ações em tempo real. O próximo passo é depositar o valor para começar a operar (vou te ajudar, clica aqui). Agora é só abrir seu Home Broker, conectar a Sala ao Vivo da Ativa Investimentos no YouTube para ver as indicações e dicas e começar a operar!

 Aproveite para acompanhar o nosso reality show Money Master no canal do Youtube a partir de 4 de fevereiro. 

1 comentário