• Pesquisar

Finanças para casais: 5 dicas para ter sucesso financeiro na vida a dois

Finanças para casais muitas vezes ainda é um assunto considerado tabu, principalmente, para aqueles que são mais individualistas com suas contas e receitas. Entretanto, fazer a gestão da vida financeira em conjunto pode proporcionar uma série de benefícios que vão desde a melhora no seu relacionamento até o controle e crescimento das finanças.

Gerir as finanças a dois aumenta a transparência e a confiança entre o casal, além disso, quando duas cabeças pensam juntas, a chance de vocês terem mais acertos que erros será muito maior.

Pensando nisso, nós trazemos este artigo. Nele, mostraremos 5 dicas simples que você pode aplicar em sua vida juntamente do seu companheiro (a). Confira!

1. Não abra mão de planos individuais

Pode parecer estranho a primeira dica sobre como gerir finanças para casais ser algo mais individualista. Porém, isso fará muito sentido quando você chegar ao final deste tópico. Cuidar das contas e do dinheiro conjuntamente, não significa que você deva abrir mão de um sonho que pretende conquistar, nem mesmo o seu parceiro (a).

Isso porque, por mais que esse processo possa trazer diversos benefícios para o casal, devemos lembrar sempre que cada pessoa é um indivíduo único, que tem sonhos e anseios próprios.

Sendo assim, é normal que existam alguns objetivos que você queira alcançar e não sejam compartilhados com o seu parceiro (a) e o contrário também é uma verdade. Sendo assim, jamais desista desses desejos, mas sempre deixe bem claro e transparente que você os têm e pretende conquistá-los.

2. Estabeleça o planejamento financeiro do casal

O segundo passo para o casal que deseja se organizar financeiramente é estabelecer o planejamento. Uma das primeiras coisas que os casais costumam fazer é abrir uma conta conjunta. Isso, de fato, pode ajudar um pouco, afinal, todas as entradas saídas de dinheiro ficarão registradas ali e, assim fica mais fácil organizar as finanças.

Porém, muitos param por aí e esquecem que isso é apenas uma etapa de um processo que é muito mais amplo. É necessário que vocês planejem, contendo todas as despesas mensais fixas e as variáveis.

Dessa forma, será possível identificar as despesas que podem ser reduzidas ou, simplesmente, cortadas da sua lista, bem como, o montante de dinheiro que precisa ser destinado para o pagamento de cada uma delas.

Com os planos em mãos, vocês serão capazes de gerenciar bem o dinheiro do casal, levando em conta os ganhos e as despesas. Para fazer isso é muito simples. Inclusive, existem diversos softwares e aplicativos gratuitos no mercado e que oferecem uma gama de opções.

Se vocês não quiserem utilizar um sistema como este, então, basta fazer uma planilha no bom e velho Excel. Você pode fazer isso utilizando quatro ou cinco colunas, uma com a descrição da despesa ou receita, outra com a data, e as duas últimas contendo os valores da entrada e saída.

Uma observação importante: deixe o planejamento sempre atualizado para que ele seja efetivo.

3. Dedique uma parte do dinheiro para o lazer

Também é importante que vocês dediquem parte do dinheiro para ser gasto em momentos de lazer. Afinal, de nada adianta você ter um bom planejamento, corte e contenção de despesas para não utilizar o dinheiro para nada.

Se você não tiver um objetivo de lazer, que pode ser uma viagem, uma festa ou até mesmo um jantar comemorativo, dificilmente terá motivação para seguir à risca todas as dicas que estamos mencionando neste artigo sobre finanças para casais.

4. Crie uma reserva de emergência

Outra dica fundamental é criar uma reserva para emergências. Afinal, por mais que vocês tenham os devidos cuidados com as finanças, nunca se sabe quando surgirá uma emergência ou, até mesmo, uma oportunidade que demande um gasto maior.

Para tanto, vocês podem separar uma quantia mensal, não precisa ser algo muito grande, basta que esse valor seja fixo e guardado todos os meses. Assim, o dinheiro poderá render. Assista ao vídeo:

5. Invista o dinheiro para realizar metas e objetivos

E, por falar nisso, não poderíamos deixar de concluir este artigo sem dar uma das dicas mais importantes, investir o seu dinheiro para alcançar metas e objetivos maiores, tais como fazer: fazer sua reserva de emergência, comprar imóveis ou mesmo formar a aposentadoria do casal.

Há várias opções de investimento e variam de acordo com seu objetivo:

– Tesouro Direto: título público de renda fixa emitida pelo Tesouro Nacional. Há vários tipos e é possível escolher de acordo com perfil;

– CDB, LCI e LCA: são títulos de renda fixa que contam com o amparo do FGC (Fundo Garantidor de Crédito), que é uma espécie de seguro que garante o valor de até R$ 250 mil por título e CPF, caso a instituição que forneceu o investimento venha a passar por dificuldades financeiras e não conseguir honrar com os compromissos assumidos com o investidor. No caso da LCI e LCA vocês contam com a vantagem de serem isentos de Imposto de Renda.

– Fundos de Investimentos: aplicação em que o investidor compra uma cota no fundo, que utilizará o dinheiro para investir em investimentos disponíveis no mercado. Há vários tipos, como fundos de renda fixa, multimercados, ações, fundos imobiliários e outros.

– Previdência Privada: é um investimento de longo prazo em que você escolhe o valor da contribuição e a periodicidade em que você irá aplicar o seu dinheiro. O objetivo principal é garantir uma renda ao fim do período de contribuição. Você pode escolher entre PGBL e VGBL.

Seguindo essas dicas, você terá uma grande chance de fazer uma boa gestão de finanças para casais, proporcionando que vocês conquistem seus objetivos, sejam eles grandes ou médios.

Gostou deste artigo? Gostaria de ficar por dentro de todas as novidades que publicarmos em nosso site a partir de agora? Então, siga nossos perfis nas redes sociais e não perca mais nenhuma nova publicação.

Deixe seu comentário