• Pesquisar

Vai viajar? Veja 5 estratégias para comprar moeda estrangeira

Viajar ao exterior é sempre muito empolgante. Nesse sentido, o câmbio para viagem faz parte de toda a preparação. Isso porque, devido às grandes oscilações do câmbio, o preço pode variar.

Por isso, é preciso escolher o momento certo de comprar. Há muitas opções de câmbio no mercado e diversas taxas e impostos que devem ser levadas em consideração.

Neste artigo, apresentamos as melhores estratégias para adquirir câmbio para viagem de forma eficiente. Continue a leitura para conferir!

5 estratégias inteligentes para comprar moeda estrangeira

Faça um bom planejamento

A melhor maneira de garantir boas compras de moedas estrangeiras é se planejando com antecedência. Assim, é possível se organizar financeiramente, considerando o orçamento disponível. Inclusive, fica mais fácil estruturar o cronograma para a compra de moeda local, reserva de passagens e outras pendências.

O ideal é que o início do planejamento seja com pelo menos 6 meses de antecedência. Esse prazo é o suficiente para contornar qualquer imprevisto.

Nesta etapa, algumas decisões devem ser tomadas e, depois, seguidas à risca. Assim, é preciso definir a quantia que será levada em espécie e o montante carregado em cartão pré-pago.

O cartão é o meio ideal de levar valores elevados para o exterior. Dessa maneira, também é necessário considerar no planejamento o uso do cartão de crédito. Alguns estabelecimentos, como hotéis e locadoras de carros, exigem um valor inicial à vista como garantia para disponibilizarem seus serviços.

Compre com antecedência e aos poucos

Nos últimos anos, o mundo, de modo geral, vem enfrentando crises econômicas. Enquanto os Estados Unidos travam uma batalha comercial com a China, por exemplo, o Brasil permanece com incertezas referentes às expectativas de suas exportações, por ser um país majoritariamente exportador de commodities. Todos esses fatores fazem as taxas de câmbio oscilarem constantemente.

Devido a essa instabilidade, o mais indicado é programar a compra aos poucos, com antecedência. Faça isso, quando possível, nos momentos de baixa da moeda. Isso permite que a compra seja realizada com taxas mais atrativas.

Por exemplo, nos primeiros 6 meses de 2019, o dólar oscilou entre um valor mínimo de R$3,65 e máximo de R$4,11, segundo dados divulgados pelo Banco Central. Assim, quem comprou a moeda norte-americana de forma parcelada, conseguiu adquiri-la a um valor médio.

Claro que seria melhor adquirir todo o valor desejado a R$ 3,65, mas não é possível saber qual será o período de baixa da moeda. A compra em períodos regulares pode resultar em uma taxa média de conversão mais vantajosa do que a compra realizada em apenas um momento.

Compare as taxas das casas de câmbio

As casas de câmbio operam com diferentes taxas de conversão. Assim, realizar consultas constantes em sites de cotação pode ser uma ótima maneira de economizar dinheiro. Além disso, é possível comparar as casas de câmbio que oferecem as taxas mais atrativas.

Uma dica legal é fazer uma análise usando as ferramentas de cotação dos sites. Algumas empresas oferecem benefícios e descontos para as pessoas que acessarem seus sites ou aplicativos.

Para se inteirar mais sobre as diferenças da taxa de conversão oferecida pelas taxas de câmbio, uma opção é realizar cotações no site do Melhor Câmbio. Confira também as taxas da Ativa Investimentos, que realiza venda de moedas para clientes e não clientes a preços excelentes.

Vale lembrar que comprar em aeroportos não é a melhor opção, uma vez que as casas desses locais costumam trabalhar com taxas elevadas.

Busque corretoras cadastradas no Banco Central

A aquisição de moeda estrangeira é sempre mais segura em instituições que estão cadastradas no Banco Central. Isso se deve ao fato de que as corretoras credenciadas têm a obrigação de apresentar a procedência do dinheiro, honrar os compromissos tributários e garantir a devolução de notas falsas.

O mesmo não ocorre no mercado paralelo, também chamado de câmbio negro. As moedas adquiridas de forma ilícita nesse mercado, se detectadas por autoridades competentes, podem ocasionar penalidades.

Priorize o cartão de crédito pré-pago

Como já adiantamos, é preciso se programar para levar diferentes meios de pagamentos nas viagens. Assim, parte do montante a ser utilizado no exterior deve ser em espécie (o que facilita a compra em pequenos comércios). A outra deve ser em cartão de crédito pré-pago, sendo que o Visa Travel Money (VTM) é o mais utilizado para viagens internacionais. O cartão pré-pago é mais indicado em se tratando de valores elevados.

Também na etapa de planejamento, deve-se considerar as diferentes taxas do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), que incidem sobre as transações com câmbio. Quando se adquire dinheiro em espécie, o valor do IOF é de 1,1%. Por outro lado, quando se adquire a moeda estrangeira via cartões pré-pagos, o valor é de 6,38%.

Existem, portanto, vantagens e desvantagens na aquisição de moedas em espécie e em cartões pré-pagos. Como vimos, o dinheiro em papel é mais barato. Porém, também carrega consigo o desconforto de chamar mais atenção, aumentando a possibilidade de furtos. Além disso, em determinadas situações, pode ser inconveniente fazer o uso de serviços baratos com notas de valores altos.

Já com relação ao cartão pré-pago, sua vantagem é a possibilidade de acessar uma conta na qual é depositada uma quantia. Isso garante a praticidade de levar grandes valores sem chamar atenção. Assim, as chances de furto são reduzidas. Ademais, em casos de perdas, é possível solicitar um novo cartão na instituição em que foi adquirido. Por outro lado, a desvantagem, como vimos, é a taxa de IOF mais elevada para divisas adquiridas via cartão pré-pago.

Assim, seguindo todos os passos listados acima, é possível:

  • adquirir divisas por taxas de conversões mais atrativas;
  • garantir maior segurança contra imprevistos;
  • e ter mais comodidade para aproveitar sua viagem.

No entanto, para que todos os passos sejam executados de forma adequada, é imprescindível garantir que a primeira etapa seja muito bem realizada. Em outras palavras, um bom planejamento é o caminho para garantir o melhor câmbio para viagem.

A Ativa Investimentos oferece excelentes serviços que podem auxiliar você no melhor planejamento da viagem. Venha conferir como podemos ajudar!

Deixe seu comentário