• Pesquisar

Fundo de ações Atlas One FIC FIA: dez anos de uma gestão cuidadosa

Fundo de ações é uma alternativa para investir em bolsa de valores sem precisar comprar diretamente ações de empresas. Nesse sentido, a escolha dos ativos é feita por um gestor profissional que, entre os diferenciais, precisa ter um bom histórico de performance.

Em parceria com a equipe de analistas, o gestor do Fundo estuda as companhias e seus modelos de negócio. Bem como, estuda a alocação dos recursos investidos pelos cotistas. Assim, busca as melhores oportunidades de preço a longo prazo.

Para quem deseja investir em Fundo de ações e conhecer mais desse universo, o blog conversou com Thomas de Souza e Mello, gestor da One Partners.

Ele falou sobre quem pode investir nesse tipo de Fundo, as vantagens do Fundo Atlas One FIC FIA e a rentabilidade desta aplicação. Veja a seguir.

8 perguntas sobre o Fundo Atlas One FIC FIA

Qual é a história do Fundo e o DNA da gestora?

O Fundo Atlas One FIC FIA possui três características principais. São elas:

  • longo e consistente histórico de retorno;
  • um time de analistas e gestores experientes e comprometidos;
  • um robusto processo de investimento.

Do ponto de vista histórico, o Fundo completou, em setembro de 2019, dez anos de existência. Nesse meio tempo, apresentou um alfa médio de 5% em qualquer período de análise. O alfa é uma medida que mostra quanto o retorno superou o seu índice de referência, no caso, o IBrX100. Esse é o índice da B3 que mede o desempenho das 100 principais companhias da Bolsa de Valores de São Paulo.

Nesse sentido, o nosso foco está na geração de alfa para o cotista. Em uma década, tivemos apenas um ano negativo, enquanto o próprio IBrX100 teve quatro anos negativos neste mesmo período. Nosso resultado é uma combinação de uma gestão ativa do portfólio, gestão de caixa e cuidadosa seleção de empresas.

Do ponto de vista da equipe, somos um time de oito pessoas focadas exclusivamente na gestão do fundo. Nele, temos:

  • cinco analistas sênior;
  • um trader;
  • um profissional responsável pela relação com investidores;
  • um cientista de dados, o que é uma novidade no mundo de gestão de recursos no Brasil.

Como é o processo de investimento de vocês?

O nosso processo de investimentos é feito por meio de uma análise fundamentalista elaborada por nossa equipe. Nesse sentido, nós estudamos e acompanhamos profundamente cada empresa e setor de sua cobertura. Essa equipe produz uma métrica proprietária chamada de GERA (Geração Esperada de Retorno ao Acionista) que, como diz o nome, é um indicador do potencial de ganho que essa ação pode proporcionar.

Com exceção da tomada de decisão e da modelagem financeira feita por nossos analistas, nosso processo de investimento foi totalmente digitalizado. Para isso, temos uma plataforma proprietária chamada de Atlas Intelligence. Com isso, conseguimos ser mais produtivos e eficientes em monitorar as oportunidades de investimento.

Nosso último lançamento é o Atlas One Icatu 70 Prev FIM, um Fundo Multimercado que investirá até 70% de seu patrimônio em um FIA Previdenciário. Os 30% restantes serão investidos em instrumentos de renda fixa, tendo como público-alvo pessoas físicas em geral. Lembrando que FIA é a sigla para Fundo de Investimentos em Ações. O FIA Previdenciário investe até 100% em ações, replicando a estratégia do Fundo aberto Atlas One FIC FIA.

Como vocês fazem a seleção dos ativos que compõe o portfólio do Atlas One FIC FIA?

Para isso, utilizamos o GERA, que é a taxa de retorno esperada para empresa em um horizonte de cinco anos. Ela é projetada pelo analista e composta pelo crescimento de lucro + dividendos + a variação do múltiplo de saída.

Assim, ajustamos esta taxa de retorno a um fator de risco @Risk em que consideramos:

  • fatores quantitativos – como alavancagem, liquidez, volatilidade e evolução das margens;
  • fatores qualitativos – como governança, gestão, retorno e sustentabilidade do modelo de negócio.

Com isso, temos o GERA@R, um número que pode ser comparado entre diferentes empresas dos diversos setores ou modelos de negócio em um mesmo setor. Nesse sentido, identificamos as oportunidades e guiamos as discussões das teses dos papéis duas vezes por semana durante as reuniões do nosso comitê de investimento.

Atualmente, o nosso universo de cobertura de análise envolve 74 empresas. Esse número representa cerca de 85% do IBrX-100 do ponto de vista de valor de mercado. Nesse universo, estão todas as empresas que atualmente se enquadram na nossa filosofia de investimentos.

Portanto, não focamos especificamente em um setor e sim nas melhores oportunidades que encontramos.

O que esperar das empresas investidas por vocês?

Pode-se esperar um modelo de negócios sólido, com boa geração de caixa, padrão elevado de governança, gestão experiente, retornos acima do custo de capital e que mostrem sustentabilidade futura. Além disso, métricas de retorno ajustadas ao risco com assimetria positiva.

Vocês fazem proteção da carteira? 

Sim. A proteção da carteira pode ser feita por meio da gestão da alocação em caixa (ate 33% do Fundo), derivativos e venda de índice futuro, além da criteriosa seleção de ativos.

É importante frisar que não fazemos market timing. Ou seja, não tomamos decisões de compra e venda de ativos financeiros baseadas em distorções de preço no curto prazo. Diante disso, acreditamos que o melhor hedge é a seleção de ativos que possuem a melhor assimetria de retorno ajustada ao risco no longo prazo.

Quais são as vantagens de investir em um Fundo de ações em relação à compra de ações na Bolsa?

Somos uma gestora focada exclusivamente na seleção de ativos e no entendimento das companhias e seus modelos de negócios.

Além da inteligência gerada pelo time de análise e gestão, há componentes vantajosos no investimento via Fundos como:

  • menor taxa de corretagem;
  • ausência de come-cotas (recolhimento antecipado de parte do IR);
  • pagamento de Imposto de Renda somente no resgate do dinheiro investido.

O Atlas One FIC FIA é indicado para qual tipo de investidor? 

Em geral, ele é indicado a investidores pessoa física e jurídica, incluindo  Fundos de pensão. Nesse contexto, é importante o investidor ter perfil de investimento de longo prazo, dado que o investimento em renda variável é mais volátil do que a renda fixa tradicional.

Qual é o diferencial do Atlas One FIC FIA comparado-o com seus pares da indústria?

Temos um modelo proprietário de inteligência, o Atlas Intelligence, que nos auxilia na tomada de decisões por meio de um sólido processo de investimento.

Esse processo tem como base uma filosofia vencedora e um histórico de dez anos nos quais passamos por vários ciclos da economia, com retornos consistentemente acima do benchmark e menores níveis de volatilidade e queda do que a indústria de Fundos de ações.

Isso só foi possível porque o time de gestão tem um longo histórico de trabalho conjunto e uma extensa experiência acumulada.

E ai, gostou deste artigo? Aproveite para ler a entrevista que fizemos com os gestores da Giant Steps Capital. Está imperdível! Até o próximo artigo!

Deixe seu comentário

1 comentário