• Pesquisar

Como operar Opções no Home Broker

Muitos investidores — mesmo alguns mais experientes — passam anos atuando na Bolsa sem compreender como operar Opções no Home Broker. E você, quer ir além da operação direta em ações e aprender como investir no mercado de derivativos? Então, preparamos um tutorial para ensinar você a aproveitar as oportunidades de investimentos nessa área.

Para começar, é preciso entender o que são derivativos. Derivativos são investimentos de renda variável que não oscilam sobre si mesmos. Ou seja, eles dependem de outras variáveis para flutuação. Os 3 tipos de contratos derivativos mais conhecidos são:

  • Mercado a Termo;
  • Mercado Futuro;
  • Opções.

Parece complicado, mas não é. No Mercado Futuro de câmbio, por exemplo, você não compra a moeda em si mesma. Ou seja, compra o direito à sua oscilação (para baixo ou para cima). O mesmo pode ocorrer em Commodities ou Índices.

O Mercado a Termo, por sua vez, é o compromisso de compra ou venda de um ativo em período determinado — por um preço predefinido. Entendendo esses dois grupos, fica mais fácil compreender o que são Opções, o assunto desse tutorial. Então, vamos agora aprender como operar Opções no Home Broker? Boa leitura!

Relembrando: o que são Opções?

Opções, como já explicamos em um outro artigo do blog, são modelos de investimento em que você paga um “prêmio” pelo direito (e não obrigação) de comprar/vender um lote de ações em determinada data.

A negociação é feita por um preço predefinido (chamado “preço de exercício” ou “strike”). Um dos objetivos é se antecipar para garantir lucro ou se proteger de prejuízo.

No direito de compra, essa dinâmica é chamada “call”. No direito de venda, a operação é chamada de “put”. Pode soar estranho e complicado, mas você já faz negócios dessa forma sem perceber. Vamos a um exemplo.

Ao comprar um carro, você dá um sinal para o comprador, garantindo o direito de compra-lo no preço e condições previamente acordados. Caso você desista da compra, você perde o sinal.

Ao fazer um seguro de carro, você aceita pagar um prêmio pelo direito de vender o veículo à seguradora em caso de sinistro (put). Nesse caso, a venda é feita pelo preço de mercado da tabela Fipe (preço predeterminado). Esse direito é garantido ainda que tenha ocorrido um imprevisto (como roubo ou acidente com perda total).

Ao investir por uma corretora em Opções, a dinâmica é parecida. Afinal, você faz um contrato com outro investidor para garantir um direito ou adquirir um dever. Ou seja, você se resguarda para vender um lote de ações a determinado preço, ainda que ele se desvalorize. Viu como é simples?

Quais as vantagens em saber como operar Opções no Home Broker?

Quando montamos uma estrutura com Opções (na operação coberta, ou seja, sem alavancagem), definimos o valor máximo de perda a que estamos suscetíveis. Além disso, há a vantagem de interromper a estratégia antes de alcançar o patamar definido (na versão americana). É por isso que o investimento em Opções, quando bem executado, é a essência do controle de riscos.

No entanto, na operação alavancada, o potencial de lucro é ampliado na mesma proporção do risco (o que exige expertise). Ou seja, o investimento em Opções tem como grande virtude a amplitude das estratégias. Isso porque ele pode funcionar como um seguro contra perdas e também como estratégia de ampliação de capital.

Assim, existem inúmeras vantagens em saber operar Opções no Home Broker como:

  • maior liberdade de formulação de estratégias — possibilidade de investir independentemente da tendência do mercado (alta, baixa ou mercado lateralizado);
  • maior liberdade financeira para investir (alavancagem) — possibilidade de aplicar um valor 50% maior do seu capital livrepara comprar Opções e 10% maior para vendê-las (empréstimo de curto prazo junto à corretora);
  • proteção contra volatilidade do mercado — oportunidade de operar em um modelo de investimento que assegura a trava de baixa, pela sua própria natureza.

Como operar Opções no Home Broker da Ativa Investimentos?

Você investe em Opções na mesma boleta utilizada para compra/venda de ações. Basta seguir o passo a passo abaixo.

Passo nº 1: abra sua conta

No site da Ativa Investimentos, vá ao canto superior direito e clique em “acesse sua conta”. Caso ainda não tenha relacionamento com a Ativa, clique em “abra sua conta” e preencha seus dados. No dia útil seguinte, sua conta já estará pronta para uso.

Com a conta aberta, clique em “acesse sua conta”, digite o login (número do CPF) e senha numérica de 6 dígitos (criada no momento do cadastro).

Passo nº 2: acessando o “Home Broker”

Uma vez logado, escolha “Home Broker”. Ele será aberto em uma nova janela.

Passo nº 3: escolhendo o ativo de seu interesse

Perceba que o Home Broker da Ativa Investimentos é dividido em janelas (cotação, ordem/livro de ofertas e acompanhamento de ordens). Será dentro da janela “ordem” que você escolherá seus ativos, definirá o preço a ser pago e remeterá o comando de negociação.

Dentro dessa boleta, ao lado do campo “papel”, você verá alguns ícones, sendo o último em forma de filtro (“lista de opções”). Clique nessa representação.

Veja que vai se abrir uma nova janela, com um novo campo “papel”. Você deve digitar nesse espaço o código do ativo (no mercado de ações) cujas Opções você deseja negociar (PETR3, PETR4, ITUB4, MGLU3, etc.).

Ao clicar em “filtrar”, serão exibidas todas as possibilidades disponíveis para esse ativo no mercado de Opções. Você verá o código, o vencimento, o preço de exercício, entre outros dados fundamentais para operar Opções no Home Broker.

Passo nº 4: identificando o que o código da Opção quer dizer

No mercado de ações, os ativos são nomeados com 4 letras + um numeral, que identifica se a ação é ordinária (“3”) ou preferencial (“4”). Exemplo: PETR4, BBDC4, MYPQ3 etc. No mercado de Opções, os ativos são nomeados com 7 dígitos, da seguinte forma:

PETRA28:

  • PETR = inicial do ativo;
  • A = representa o primeiro mês de vencimento da Opção de compra (no caso, janeiro);
  • 28 = preço de exercício da Opção (nesse nosso exemplo, R$ 28,00).

Quanto ao vencimento, as letras de A a L representam os 12 meses do ano (nessa ordem) nas Opções de compra (call). Por sua vez, as letras de M a X representam os mesmos meses, mas nas Opções de venda (put).

O vencimento das Opções sempre ocorre na 3ª segunda-feira de cada mês. Se cair no feriado, passa-se para o 1º dia útil subsequente.

Exemplo: Vencimento PETRA28: 3ª segunda-feira de janeiro, com strike a R$ 28,00.

Passo nº 5: verificando o tipo de Opção: americana ou europeia?

Agora que você já entende o significado dos códigos e sabe buscar seus ativos em “lista de Opções” (ícone de “filtro” na boleta “ordem”), é preciso descobrir se a Opção escolhida é do tipo americana ou europeia. Esse é um detalhe essencial para aprender a operar Opções no Home Broker.

Ao clicar sobre o ativo de seu interesse na janela “lista de Opções”, informações como “código”, “descrição da Opção” e “valor da última negociação” serão transpostas para a boleta de negociação.

Veja que, ao lado do código do “papel”, você terá a descrição do ativo (por exemplo, ao digitar PETRM29, você encontrará a descrição PETR4; 29 – PETRE.

Reparou nessa letra “E” negritada? O que ela significa?

Existem dois modelos de operações em Opções: americano e europeu. No modelo europeu (letra “E” ao final da sigla do ativo), você só pode exercer seu direito no vencimento. Já no modelo americano, é possível fazer o exercício a qualquer momento. Isso pode fazer a diferença se você atingir seus objetivos antes do que imaginava.

Passo nº 6: preenchendo os demais dados para disparar sua ordem

Ao escolher o ativo na janela “lista de Opções”, faltará ainda informar na boleta a quantidade e o preço desejado. Dados inseridos, coloque sua assinatura digital. Prontinho! Operação realizada!

Passo nº 7: acompanhando a flutuação de seu ativo até o vencimento

Quem está na ponta compradora (titular), ou seja, quem quer comprar uma “call” (direito de compra) ou uma “put” (direito de venda), não fica obrigado a exercer esse direito.

Quem, no entanto, está na outra ponta da negociação (lançador), tem a obrigação de entregar o ativo (call) ou o dinheiro (put), caso o comprador queira exercer o direito.

Portanto, se você está na ponta compradora, é preciso acompanhar sua ordem para decidir sobre o exercício do direito na data do vencimento.

Agora que você aprendeu como operar Opções no Home Broker da Ativa Investimentos, que conhecer melhor as operações estruturadas? Sabe o que elas são? Clique aqui e confira este artigo! Até a próxima!

Deixe seu comentário