• Pesquisar

Glossário Financeiro: Letra R

Existem muitos termos com a letra R no mercado financeiro. Isso pode levar o investidor iniciante a cometer erros e ficar confuso ao ler as análises da imprensa especializada.

Por isso, nós do Blog da Ativa Investimentos resolvemos montar um Glossário Financeiro explicando o significado dos conceitos mais importantes.

Caso você permaneça com dúvidas após ler as explicações, não deixe de contactar os especialistas do nosso time de atendimento, ok? De resto, boa leitura!

Rating

É a nota de risco de um emissor de títulos de investimentos, como um banco, país ou empresa. Há grandes classificadoras no mercado: a Fitch, Moody’s e a Standard & Poor’s com base em critérios técnicos.

Isso significa, portanto, que quanto melhor é o rating de um emissor, mais segura é aquela aplicação.

RDB — Recibo de Depósito Bancário

O RDB (ou Recibo de Depósito Bancário) é um título de Renda Fixa emitido por bancos e outras instituições financeiras.

A grande diferença de um RDB para um CDB é que o RDB não pode ser negociado com outros investidores. Na maior parte dos casos, ele também não pode ser resgatado antes do vencimento.

Recibo de Subscrição

Durante uma oferta de ações de uma empresa, os investidores que já são acionistas ganham algo chamado de Direito de Subscrição. Esse é um privilégio para comprar novas ações por um preço determinado.

Recompra de Ações

A Recompra de Ações é uma estratégia aplicada por empresas que visam adquirir os seus próprios papéis na Bolsa de Valores. O resultado disso, portanto, é que menos ações ficam disponíveis, o que as torna mais valiosas.

Recursos Administrados

Esse termo com a letra R refere-se a todos os recursos gerenciados por um Administrador ou Instituição, sendo deles próprios ou de investidores.

Registro em Bolsa

Em resumo, uma empresa obtém o Registro em Bolsa quando cumpre as normas estabelecidas pela Bolsa de Valores. Com isso, pode emitir ações para serem negociadas.

Renda Fixa

Trata-se de um dos mais famosos termos com a letra R. Um investimento é considerado de Renda Fixa quando a sua rentabilidade (total ou o método de cálculo) é conhecida no momento da aplicação.

Dessa forma, são investimentos de Renda Fixa: CDBs, LCIs, LCAs, Debêntures, RDBs, Poupança, Tesouro Direto e outros.

Renda Variável

Os investimentos de Renda Variável são aqueles cujo rendimento não está atrelado a nenhum índice ou fórmula de cálculo. Portanto, são aplicações mais arriscadas (podem dar prejuízo), mas com rentabilidade potencial maior, uma vez que não estão limitadas a nada.

São exemplos de Renda Variável: Ações, Fundos Cambiais, Commodities e outros.

Rentabilidade

Em resumo, é o termo usado para descrever quanto um ativo se valorizou ou desvalorizou durante determinado período de tempo.

Resgate

Nome dado à retirada de recursos investidos em alguma aplicação ou Fundo de Investimentos. Pode ser integral ou parcial.

O resgate também pode ser aplicado quando o beneficiário de um plano de previdência privada começa a receber o pagamento dos seus benefícios.

Resistência

Resistência é o termo com letra R que se refere a uma expectativa máxima de crescimento de um índice ou ação. No entanto, é algo que pode ser rompido com base no desempenho do ativo em questão.

Resseguro

Um resseguro acontece quando uma seguradora é obrigada a transferir uma parte do risco em sua carteira para uma resseguradora. Isso após exceder sua capacidade de retenção de risco.

Retorno de Dividendo

Também chamado de Dividend Yield, o Retorno sobre Dividendo é uma métrica que indica qual é a relação (em porcentagem) entre os proventos que uma empresa paga para os seus acionistas e a cotação do seu papel na Bolsa de Valores.

Portanto, a fórmula de cálculo do Retorno sobre Dividendo é:

  • Dividend Yield = Dividendo pago por ação ÷ Cotação atual da ação.

Retorno sobre Ativo

É uma indicação de análise financeira cujo objetivo é mostrar o lucro produzido pelo uso dos ativos de uma empresa.

Retorno sobre Capital Investido

Na sequência, esse é outro indicador de desempenho com a letra R importante para os investidores. O Retorno sobre Capital Investido mede a eficácia de uma empresa em aplicar o capital investido nela, seja por acionistas, seja por terceiros.

Retorno sobre Patrimônio

No Retorno sobre Patrimônio é calculado o retorno obtido pela empresa com base no capital investido pelos acionistas.

Risco Diversificável

Trata-se da parcela de risco de determinada aplicação que é inerente ao ativo em si, e não à modalidade de investimento. O nome é Risco Diversificável por ser possível reduzi-lo ao diversificar a carteira de investimentos.

Risco Não Diversificável

É a parcela do risco de investimento que não é possível ser reduzida com a diversificação. Isso porque afeta igualmente todas as empresas ou segmentos. Um exemplo são as guerras e conflitos políticos.

ROI — Retorno de Investimento

É a métrica do retorno obtido a partir de um investimento. Sua fórmula é a seguinte:

  • ROI = ((Retorno – Custo) ÷ Custo) × 100

Esses são os principais termos com letra R que existem no mercado financeiro. Agora que você já sabe o que eles significam, terá mais facilidade para ler as notícias, entender as análises e tomar melhores decisões de investimento.

Se você gostou do conteúdo e quer receber mais dicas e explicações por e-mail, assine a nossa newsletter gratuita agora mesmo!

Deixe seu comentário