• Pesquisar
Young businessman wearing casual clothing working late at home

Preservação de capital: como investir em cenários de instabilidade com esse foco

Nos últimos meses, temos observado uma intensa volatilidade do mercado financeiro. Nesse contexto, muitos investidores têm tomado decisões precipitadas, o que pode comprometer todo ou parte de seus investimentos. Agora, visualiza-se um movimento pró estabilidade, no qual são focados projetos de longo prazo que garantam a preservação de capital ou patrimônio.

Nesse sentido, é importante investir encontrando meios de não sofrer grandes perdas. É claro que não tem como eliminar o risco completamente, mas é possível evitar perdas maiores no longo prazo. Essa é uma forma de se resguardar em momentos de alta volatilidade.

É aí que entra a importância da diversificação nos investimentos, assunto que está diretamente ligado à preservação de patrimônio.

Neste post, vamos explicar o que é o conceito de preservação de capital, como usá-la na aplicação do seu dinheiro e quem pode ajudar você a fazer isso.

O que é preservação de capital?

Basicamente, os investimentos se dividem em dois grandes grupos:

  • Renda Fixa – conhecidos por terem um risco menor, como CDBs, LCIs, LCAs e títulos do Tesouro Nacional, por exemplo;
  • Renda Variável – conhecidos por oferecerem um melhor rendimento, mas com um risco maior, como ações, opções, ETFs e câmbio, por exemplo.

Ao falarmos em riscos de investimentos, não nos referimos apenas a pequenos ganhos, mas sim à possibilidade do investidor perder até mesmo o capital que foi aplicado. Por isso, a fim de equilibrar rentabilidade e segurança, existem opções de investimento para diferentes horizontes de tempo. Nesse sentido, temos dois tipos de análise que ajudam a embasar decisões mais resilientes:

  • análise técnica: em geral, voltada para investimentos de curto prazo;
  • análise fundamentalista: em geral, com foco em investimentos de longo prazo.

Dessa forma, por meio destas opções, mesmo que ocorram oscilações no mercado de renda variável, você tem chances bem maiores de manter seu capital protegido. Leia mais sobre a diferença entre análise técnica e fundamentalista neste outro post do blog.

Por que é importante investir com foco na preservação de capital?

Para começar, o principal motivo de se investir com foco na preservação de capital se deve à imprevisibilidade da renda variávelIsso ocorre porque o cenário simplesmente pode mudar de uma hora para outra.

Por isso, a preservação de capital tem por objetivo proteger seu dinheiro contra grandes surpresas que possam ocorrer no mercado financeiro. Isso é ainda mais importante em países com maior instabilidade política e econômica.

Quando você perde parte do capital investido, é muito difícil recuperá-lo. Quer ver um exemplo?

Quem perde 20% de R$ 1 milhão, por exemplo, passa a ter R$ 800 mil. Para ter novamente esse valor inicial, será preciso lucrar mais que 20%, uma vez que a referência não é mais o R$ 1 milhão e sim os R$ 800 mil atuais. Fazendo as contas, com R$ 800 mil, é preciso lucrar 25% para chegar ao capital inicial de R$ 1 milhão. Da mesma forma, se você perder 50% do seu patrimônio, precisará lucrar 100% para recuperar seu dinheiro.

Por isso, o DNA da preservação de capital é fazer com que o dinheiro investido aumente ao longo do tempo, e com isso, garanta uma maior estabilidade ao investidor.

Como investir para preservar o capital?

O principal mecanismo para se proteger de grandes volatilidades e preservar seu capital é o trend following. A técnica, que significa “seguir a tendência”, envolve a análise de tendências de médio e longo prazo.

Dessa forma, a estratégia se posiciona na alta ou na queda do ativo, de acordo com a tendência. Ou seja, essa estratégia pode ganhar dinheiro tanto em mercados de alta, quando em mercados de queda.

Também é possível ficar de olho em investimentos que combinem acessibilidade, liquidez, segurança e rentabilidade como:

  • CDBs;
  • Fundos DI;
  • Tesouro Selic,

Uma análise feita por especialistas pode indicar ativos que ofereçam grandes chances de rentabilidades consistentes. É aí que entra o papel da corretora de investimentos, que possui equipes especializadas em construir carteiras diversificadas com produtos focados em preservação de patrimônio. 

É importante dizer que as opiniões dos analistas estão sujeitas a erros, uma vez que a renda variável é imprevisível. O que os especialistas fazem é, dentro do universo de renda variável, selecionar ativos que acreditam ser mais fortes e resilientes.

Se você ainda não tem conta na Ativa Investimentos, corretora com mais de 35 anos de mercado, abra agora mesmo sem nenhum custo! Em caso de dúvidas, veja o passo a passo aqui.

Deixe seu comentário

Instagram has returned invalid data.