• Pesquisar

Vida de Trader: conheça 4 vantagens da estratégia de buy and hold

Na última década, vimos uma explosão da busca por informações sobre investimentos. Com o desenvolvimento da tecnologia, ficou muito mais fácil para o pequeno investidor participar do mercado. Assim, nasceu uma nova profissão: os traders, mas o jeito tradicional de investir ainda possui muitos adeptos. Estamos falando do buy and hold, e esse é o assunto da estreia da coluna Vida de Trader no #BlogDaAtiva.

Comprar na baixa e vender em curto ou curtíssimo prazo virou uma profissão, mas se trata de especulação. As grandes fortunas ainda são construídas sobre a capacidade de geração de lucros e desenvolvimento a longo prazo de uma empresa.

Mas, afinal, o que é buy and hold? Neste artigo, você vai entender o que é esse conceito de investimento. Além disso, você ainda vai conferir 4 vantagens desse jeito de investir e como colocar em prática. Boa leitura!

O que é buy and hold?

Buy and hold é uma modalidade de investimento em que o investidor aplica seu dinheiro em um ativo e fica com ele por tempo indeterminado. Esse estilo de investimento se opõe ao day trade. Em suma, day trade se trata de especulação e buy and hold, de confiança no propósito de uma empresa.

Buy and hold significa, em tradução livre, “comprar e segurar”. Logo, os investidores se tornam sócios de uma companhia por meio das ações e passam a receber participação nos lucros. Confira a seguir 4 vantagens desse modelo de investimento.

Quais as principais vantagens do buy and hold?

1. É simples

O que melhor se pode dizer desse tipo de investimento? É mesmo muito simples! Consiste apenas em identificar empresas fortes, confiáveis, sólidas e promissoras e se tornar sócio delas por meio das ações.

Não que isso seja uma tarefa fácil, mas não requer acompanhamento diário de gráficos e frequentes ações para conter riscos de investimentos. Afinal, estatisticamente, os riscos de investimento são muito menores em longo prazo.

2. Permite uma melhor análise dos ativos

Já que essa modalidade de investimento exige uma análise cuidadosa do ativo, o investidor tem mais clareza sobre aquilo em que está investindo.

Uma vez que não é necessário se preocupar com comprar ou vender, é possível conhecer bem de perto o ativo. Isso é exatamente o que cria fortunas. Passadas algumas décadas, essa parceria se revela muito bem-sucedida e há multiplicação da riqueza.

3. Não considera oscilações de curto prazo

Uma razão que garante a seleção atenta e bem analisada das ações é que o buy and hold é paciente. Em outras palavras, as variações de curto prazo são desprezíveis para alguém que pretende investir por anos e até décadas.

Por isso, quem investe dessa forma não precisa se preocupar com as altas e baixas frequentes do mercado. Tudo o que verdadeiramente importa é se a empresa demonstra ou não competência para gerar lucro em longo prazo.

4. Demanda menos tempo do investidor

Um trader fica várias horas por semana acompanhando oscilações em gráficos. Mas um investidor só é investidor justamente porque tem outros trabalhos. Afinal, o princípio do investimento é financiar trabalhos que não são seus e receber sua participação nos lucros.

Por isso, tudo o que você precisa fazer para começar o buy and hold é analisar os melhores ativos em longo prazo. Depois de adquiri-los, basta acompanhar os resultados da empresa de tempos em tempos. Assim, você se mantém seguro de que é sócio de um bom negócio.

Neste artigo, você aprendeu o que é e como praticar o buy and hold. Sabia que, além de sócio de empresas, você também pode ser dono de escritórios corporativos, shopping centers, entre outros? Sim, é possível por meio dos Fundos Imobiliários. Acesse nosso artigo e descubra como investir em Fundos Imobiliários agora mesmo! Até o próximo artigo da coluna Vida de Trader!

Deixe seu comentário

Instagram has returned invalid data.