• Pesquisar

Marketing verde: saiba como essa prática vem sendo adotada

Basta uma simples ida ao supermercado para encontrar diversos produtos comercializados como eco-friendly. O termo, usado especialmente dentro de uma estratégia de marketing verde, desperta reações polarizadas nos consumidores.

Por um lado, é fato que as pessoas querem comprar produtos mais sustentáveis. Uma pesquisa nacional mostrou que 9 entre 10 consumidores admitem esse desejo.

No entanto, por outro lado, muitas pessoas identificam que as empresas têm usado o termo como um falso compromisso sustentável. Essa percepção, portanto, gerou uma exigência maior do consumidor.

É nesse contexto que o marketing verde pode ser usado pelas empresas para gerar melhores resultados. Quer saber como? Então, siga com a leitura!

O que é a estratégia de marketing verde e quais são seus princípios?

O Marketing Verde é uma estratégia completa de desenvolvimento e comercialização de produtos com objetivo de reduzir o impacto negativo sobre o meio ambiente. No entanto, a estratégia também é pensada de modo a gerar vantagem competitiva para a empresa que a aplica. Além disso, tem como meta também gerar uma mudança positiva na percepção do consumidor sobre sua marca.

Os princípios básicos do marketing verde, portanto, são os seguintes:

  • estabelecer práticas sustentáveis dentro da empresa;
  • gerar vantagem competitiva via melhor aproveitamento de recursos e processos otimizados;
  • gerar e comercializar produtos que causem menos impacto e/ou reduzam o impacto do consumidor no meio ambiente;
  • mudar a percepção do público sobre a empresa, mostrando que ela compartilha preocupações ambientais;
  • estimular o consumo consciente.

Como aplicar o marketing verde?

Para aplicar o marketing verde, a empresa deve planejar os seus processos internos tendo o empreendedorismo social como base. O objetivo é garantir que todas as suas práticas internas sejam amigáveis ao meio ambiente.

Isso tudo começa na fase de produção e planejamento. Em seguida, avança para a parte de produção e distribuição dos produtos e serviços. Somente com tudo pronto que a empresa começa a pensar na comunicação e em mudar a percepção do consumidor. Depois disso, portanto, pode pensar em aparecer em um índice de sustentabilidade empresarial.

Quais são os principais exemplos de marketing verde?

O exemplo mais significativo do poder real do empreendedorismo social tem de ser a Toyota. Em 2001, a montadora lançou o Prius, seu primeiro carro híbrido. O automóvel vendeu mais de 6 milhões de unidades no planeta todo nesses 20 anos. Além disso, se tornou sinônimo de carro híbrido, abrindo espaço para uma indústria em transformação.

E os resultados financeiros vieram: em 2001, a ação da Toyota girava ao redor de $49 dólares. 20 anos depois, o papel é comercializado em torno de $125,05 dólares. É, portanto, um crescimento de mais de 155%.

Qual é o impacto para a eficiência e evolução da empresa?

Como o conceito central do Marketing Verde não é apenas fazer ações publicitárias, ele gera também ganhos de eficiência e evolução.

Uma prova disso é o fato de que as melhores práticas ajudam a reduzir custos, aumentam a moral dos colaboradores e evitam o desperdício de materiais.

O que significa green wash e por que evitar?

Apesar disso tudo, muitas empresas ainda são resistentes às mudanças estruturais que o Marketing Verde pede. Para elas, portanto, é mais fácil apenas divulgar um produto como “eco-friendly” sem necessariamente mudar nada.

A isso é dado o nome de green wash: a empresa se veste ou anuncia um produto como amigável ao meio ambiente, mas as suas práticas continuam danosas. O público, no entanto, percebe essas ações e age em desagrado.

Um exemplo clássico aconteceu com a Kauai Coffee. A empresa anunciou que suas cápsulas de café eram biodegradáveis. No entanto, isso somente acontecia sob condições industriais e não residenciais. A empresa recebeu uma advertência do órgão de fiscalização americano e teve de mudar sua estratégia de marketing.

Como deu para ver, o Marketing Verde é muito mais do que simplesmente anunciar um produto como eco-friendly. Aos poucos, os consumidores começam a perceber isso e se tornam mais exigentes. Portanto, as empresas devem investir em mudanças reais se quiserem se aproveitar do interesse na pauta ambiental.

Se você quer saber como pode fazer suas aplicações de maneira mais responsável com o meio ambiente, confira nosso artigo especial sobre o investimento sustentável!

Deixe seu comentário

Instagram has returned empty data. Please check your username/hashtag.