Como fazer a comparação de Fundos? Confira 5 dicas

Existem inúmeros Fundos disponíveis no mercado que podem ser escolhidos pelos investidores. No entanto, é necessário que o player realize uma comparação de Fundos. Ao tomar essa medida, será possível fazer as melhores escolhas para seu perfil e carteira de investimentos.

Apesar de ser uma tática importante para o sucesso dos investidores, nem todos eles sabem como aplicá-la. Confira neste conteúdo o que exatamente é a comparação de Fundos, sua importância e como realizá-la na prática.

O conceito e a importância da comparação de Fundos

Resumidamente, é o ato de colocar diferentes Fundos lado a lado e comparar suas características. Exemplos de fatores que são analisados durante essa comparação são:

  • rentabilidade nos últimos 12 meses;
  • prazo para resgate;
  • taxa de administração;
  • aplicação inicial mínima;
  • classificação Morningstar (nota de 1 a 5 estrelas que compara o risco com o retorno).

É possível fazer a comparação com diferentes objetivos, como identificar os Fundos com mais rentabilidade. Mas, no geral, isso é feito com a finalidade de entender seu risco, ou seja, quanto ele pode variar negativamente.

Entretanto, tudo dependerá do perfil de investidor e do seu objetivo. É possível assumir mais riscos caso tenha o perfil para isso e o investimento se encaixe em sua estratégia.

As 5 melhores dicas para fazer a comparação de Fundos

Abaixo, explicamos como você pode fazer a comparação no campo prático. Também trouxemos alguns cuidados que são essenciais para o investidor. Eles podem garantir que a atividade seja feita adequadamente.

Use uma boa plataforma de investimentos

Essa comparação pode ser feita de diferentes formas. O investidor pode buscar uma lista de Fundos manualmente no portal da Bolsa de Valores (B3) e equipará-los. Mas existem ferramentas próprias das corretoras e plataformas de investimentos.

A Ativa Investimentos oferece um instrumento que facilita a comparação de Fundos, bastando acessar sua página específica para isso. É possível categorizar os Fundos pelo tipo ou perfil do investidor, bem como mostrar somente aqueles em destaque. Com um cadastro na plataforma (criado de maneira gratuita), pode-se verificar ainda mais detalhes sobre cada Fundo, melhorando suas decisões de investimentos.

Não compare Fundos de categorias diferentes

Tenha certeza de que os Fundos contrapostos são do mesmo tipo. Um Fundo de Renda Fixa será bastante diferente de um Multimercado, fazendo com que os fatores analisados sejam bem diferentes.

Tenha uma estratégia de investimentos

Com uma estratégia bem-definida, o investidor saberá quais são os fatores mais importantes para seus objetivos enquanto analisa os Fundos.

Analise os documentos do Fundo

Além de comparar os Fundos, é importante ler seu regulamento, lâmina de informações essenciais e prospecto. Esses são documentos que mostram as regras gerais de um Fundo e trazem informações relevantes aos investidores.

Compare o histórico de rentabilidade

Veja qual foi o desempenho do Fundo nos anos anteriores. É mais comum que Fundos não tenham um desempenho em momentos adversos — como em crises econômicas. Porém, ele pode ter um histórico de boa rentabilidade, demonstrando boa administração e ganhos quando a situação de crise é superada.

Em conclusão, saber como realizar a comparação de Fundos é essencial para que você identifique as melhores alternativas para sua estratégia. Com as nossas dicas e utilizando os recursos da Ativa Investimentos, você conseguirá fazer essa comparação da forma mais vantajosa possível. Quer entrar nos melhores investimentos? Confira nosso artigo que lista 4 alternativas seguras e com rentabilidade

Powered by Rock Convert

Invista com a gente!

É prático, rápido, seguro e não tem custo. Você pode acessar sua conta de onde quiser e ainda ter vantagens exclusivas.

ABRA SUA CONTA
Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.