Vale a pena investir em fundo imobiliário? Descubra!

Diante do aumento da oferta desse tipo de aplicação, cada vez mais pessoas se perguntam se vale a pena investir em fundo imobiliário. Na prática, essa é uma forma de aproveitar os bons rendimentos do mercado de imóveis sem necessariamente ter de adquirir uma unidade.

Mas, você sabe como analisar se essa é realmente uma boa opção de investimento para 2022? Ao longo deste post, vamos explicar melhor como funcionam os fundos imobiliários e quais aspectos devem ser considerados antes de tomar qualquer decisão. Acompanhe!

Fundos Imobiliários: uma breve introdução?

Também chamados de FIIs, os Fundos Imobiliários funcionam como fundos de investimento tradicionais. Isto é, são como uma cesta de variados ativos em que várias pessoas investem de forma coletiva e que contam com a gestão de especialistas no mercado.

A sua particularidade, no entanto, é que a modalidade deve aplicar pelo menos 75% dos recursos em imóveis e títulos relacionados ao mercado imobiliário. Por isso, papéis como Letras de Crédito Imobiliários (LCI) e Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI) comumente compõem esse tipo de fundo.

Vale ainda destacar que as cotas de FIIs são negociadas em bolsa de valores, o que faz com que seu preço varie de acordo com a demanda do mercado.

Quais as vantagens e desvantagens?

Investir em FIIs pode trazer benefícios quando as suas características estão alinhadas com o perfil de investidor. A operação é indicada, por exemplo, para quem busca diversificar sua carteira de investimentos de forma prática e descomplicada.

Além da taxa de retorno atrativa, os rendimentos dos fundos imobiliários podem ser repassados mensalmente aos investidores sem incidência de Imposto de Renda (IR). Por ser uma modalidade dinâmica e acessível, também costuma ter um alto índice de liquidez, o que facilita negociar cotas e convertê-las em dinheiro.

Quanto às possíveis desvantagens, é importante ter em mente que essa é considerada uma aplicação de renda variável. Isso significa que quem investe está sujeito aos riscos de mercado, podendo até sofrer perdas no montante investido caso o valor das cotas diminua.

Também é preciso ter atenção à tributação de IR sobre a venda de cotas. A taxa cobrada é de 20% sobre o lucro de cada operação realizada e o próprio investidor é responsável por fazer o recolhimento a cada mês que obtiver ganhos dessa forma.

Como está o mercado de FIIs para 2022?

Em compasso com as instabilidades que permearam o mercado financeiro, podemos dizer que os FIIs viveram dias turbulentos nos últimos anos. Somado a isso, as recentes altas na taxa Selic fizeram com que muitas pessoas migrassem para opções mais conservadoras, o que também impacta na cotação dos fundos.

No entanto, a avaliação de especialistas é que esse cenário abre uma grande oportunidade para quem está pensando em iniciar seus investimentos em Fundos Imobiliários. Com valores mais baratos para aquisição de cotas, a verdade é que eles passam a ter um grande potencial de valorização ao longo deste ano.

Ainda está em dúvida se vale a pena investir em fundo imobiliário? Aqui na Ativa Investimentos você conta com o auxílio de profissionais experientes no mercado financeiro que vão te ajudar a desenvolver o planejamento certo para o seu perfil de investidor e seus objetivos.

Entre em contato conosco e comece a transformar a sua vida financeira com investimentos inteligentes!

Receba conteúdos exclusivos no seu e-mail

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.