Big Brother Brasil: quanto vale entrar para a história do reality show de maior audiência do país?

Após 21 anos, o Big Brother Brasil alcança sua 24ª edição. O programa, reconhecido como o reality show mais assistido do país, ganhou notoriedade devido à competição pelo prêmio em dinheiro. Entre várias alterações, como o aumento no número de participantes, a extensão do período de confinamento e as mudanças nas dinâmicas do programa, o destaque recai sobre os ajustes no montante concedido ao vencedor.

No entanto, mesmo diante dessas transformações e melhorias, comuns em programas recorrentes, o BBB contou com um elemento extra e essencial para sua persistência nas telas ao longo dos anos: a Internet. Estar no Big Brother hoje oferece benefícios que transcendem o prêmio final. Atualmente, o reality é reconhecido como uma fábrica de influenciadores digitais, pois muitos participantes saem da casa já conhecidos entre os internautas. Estes, inevitavelmente, formam opiniões sobre suas personalidades, buscam informações sobre suas vidas fora da casa, torcem por eles e constroem uma rede de fãs, transformando essas pessoas em figuras públicas. Em outras palavras, mesmo que não se sagre vencedor, integrar o elenco do BBB na era das redes sociais pode conduzir alguém ao status de milionário.

Neste #AtivaTrends, aproveitamos o momento em que o Big Brother Brasil está em destaque para responder à pergunta: quanto vale entrar para a história do reality show de maior audiência do país?

BBB valendo 3 milhões?

Em sua primeira edição, em janeiro de 2002, o reality contava com apenas 12 Brothers e Sisters, e pagava ao ganhador o valor de R$ 500 mil, o que representava uma fortuna para a época. Na edição atual, o número de concorrentes chega a 22, divididos entre Pipocas (aqueles que entram de forma anônima via inscrição) e Camarotes (figuras públicas convidadas pela produção).

Mas há ricos e famosos no elenco? Desde a edição de 2020, sim! Então, por que escolhem se expor dessa forma por dinheiro? Calma, vamos explicar! Antes de tudo, é preciso entender como o prêmio milionário cresceu ao longo desses anos e como a inflação (sim, a economia do nosso país) teve grande participação nisso.

Uma das maiores novidades do BBB veio na edição de 2023, que concedeu ao vencedor o maior valor já pago na história do programa: o prêmio de R$ 2,88 milhões. No entanto, ao contrário das temporadas anteriores, os competidores entraram no jogo sem saber qual seria o montante final. A quantia foi sendo aumentada semanalmente conforme dinâmicas estabelecidas pela produção.

O prêmio do BBB variou de R$ 500 mil, nas primeiras quatro edições, a R$ 2,8 milhões, premiação de 2023.

BBB 1 ao BBB 4: o prêmio nas quatro primeiras temporadas foi de R$ 500 mil, com os vencedores sendo, em ordem, Rodrigo, Kleber Bambam, Dhomini e Cida.

BBB 5 ao BBB 9: nessas cinco edições, foi pago o valor de R$ 1 milhão, com ganhadores como Jean Wyllys, Mara, Diego Alemão, Rafinha e Max Porto.

BBB 10 ao BBB 22: o segundo reajuste na história fez com que o valor chegasse a R$ 1,5 milhão, com vencedores como Marcelo Dourado, Maria, Fael, Fernanda Keulla, Vanessa, Cézar, Munik, Emily, Gleici, Paula, Thelma, Juliette e Arthur Aguiar.

BBB 23: o maior prêmio da história será pago nesta temporada, alcançando R$ 2,8 milhões, com as concorrentes Aline Wirley, Amanda (vencedora) e Bruna Griphao.

Mas, de acordo com a inflação, esse valor está correto? Nesta edição, o prêmio pode chegar a R$ 3 milhões, sendo progressivo, com aumento semanal conforme dinâmicas e gincanas. No ano passado, a contagem partiu de R$ 1,5 milhão. Para 2024, a emissora não divulgou o valor de partida do prêmio. Se atingir os R$ 3 milhões, o prêmio deste ano equivalerá, em valores corrigidos, ao pago em 2023 a Amanda Meirelles e ao de 2012, conquistado por Fael, mas será inferior aos do BBB 10 e do 11.

A diferença se explica pela inflação. Ao ajustar os números ao IPCA, até novembro de 2023, o prêmio de R$ 1,5 milhão pago ao vencedor do BBB 10 equivale a R$ 3,2 milhões em valores atuais. A inflação é o movimento de alta dos preços de bens e serviços, podendo ser causado por vários fatores, como mudanças na oferta e demanda por um produto ou alterações na emissão de papel-moeda. Neste caso, o prêmio de 2005, corrigido pelo IPCA, chegaria perto do atual: R$ 2,8 milhões.

Afinal… Quanto vale entrar para a história do reality show de maior audiência do país?

Com o novo formato, a expectativa é que o valor do prêmio cresça ao longo das edições, embora a cifra exata permaneça incerta. Será que um dia chegaremos a uma edição que recompense com algo em torno dos R$ 10 milhões? Contudo, de uma coisa temos certeza: fazer parte da história das edições, mesmo sem conquistar o título de campeão, é uma rota confiável para se tornar milionário, inclusive antes de deixar o confinamento.

Muitos participantes aprenderam a aproveitar a visibilidade do BBB para atrair patrocínios e lucrar com diversas formas de publicidade. Essa oportunidade tornou-se ainda mais acessível nos últimos tempos, considerando que vivemos na era dos blogueiros, blogueiras e influenciadores digitais. Além disso, as marcas patrocinadoras investem em alguns personagens marcantes do jogo para campanhas publicitárias fora da casa, enquanto diversas outras grandes empresas monitoram o impacto dessas personalidades e o crescimento de suas redes sociais, especialmente daqueles que se tornam figuras centrais e peças-chave do programa. É exatamente por esse motivo que integrar a história do reality de maior audiência do país possui um valor significativo, muitas vezes superando o próprio prêmio final.

O número de seguidores, alcance das postagens e engajamento com o público são fatores monetizados na atualidade. Por isso, as marcas têm investido em parcerias e publicidades junto a essas pessoas de grande visibilidade, já que a Internet consegue alcançar personas muito mais diversificadas do que comerciais de televisão e até mesmo nas próprias lojas.

Alguns ex-BBBs que não ganharam o prêmio e mesmo assim lucraram bastante

Bianca Andrade (BBB 20)

Seguidores: 18,2 milhões no Instagram + 2,3 milhões no TikTok

Conhecida pelo nome artístico Boca Rosa, Bianca fez parte do elenco do BBB 20, integrando o grupo camarote. Ingressando no programa já com milhões de seguidores no Instagram e no YouTube, ela já possuía uma carreira consolidada, mas almejava expandir seu público para além do universo digital.

Empreendedora à frente das marcas Boca Rosa Beauty e Boca Rosa Hair, Bianca viu no programa uma oportunidade estratégica para promover seus produtos. Embora tenha sido a quinta eliminada, sua passagem pelo BBB alcançou o objetivo desejado: as vendas dos produtos triplicaram, e a marca registrou um faturamento de R$ 120 milhões, mesmo em um ano marcado pela pandemia.

Marcela McGowan (BBB 20)

A médica Marcela McGowan fez parte do elenco da 20ª edição do BBB, integrando o grupo conhecido como pipoca, composto exclusivamente por participantes anônimos. Desde a primeira semana de confinamento, Marcela chamou a atenção do público por suas posições marcantes.

Durante seu tempo na casa, Marcela não apenas participou ativamente do programa, mas também aproveitou a visibilidade para promover um curso online sobre autoconhecimento e sexualidade feminina. Surpreendentemente, enquanto ainda estava confinada, esse curso alcançou um sucesso notável, gerando vendas no valor de cerca de R$ 1,1 milhão para mais de 2.000 interessadas. Embora tenha sido a 12ª eliminada, Marcela deixou a casa com ganhos expressivos, quase alcançando o valor do prêmio, graças ao sucesso de sua iniciativa educacional.

Jade Picon (BBB 22)

Jade Picon conquistou a fama na internet ainda na adolescência, ao participar dos vídeos de seu irmão mais velho, Leo Picon. Desde então, ela iniciou sua jornada na produção de conteúdo próprio, abordando temas como moda, viagens e exercícios. A influenciadora marcou presença no BBB 2022 como a participante camarote mais reconhecida, contando com mais de 10 milhões de seguidores no Instagram.

Antes de sua participação no programa, Picon já era proprietária da marca de roupas Jade Jade. A repercussão de sua presença no programa da TV Globo foi tão intensa que alguns itens da marca esgotaram no site após ela os utilizar durante o reality show.

Thais Braz (BBB 21)

Antes de sua participação no BBB, Braz acumulava experiências como dentista (com formação em cirurgia-dentária), produtora, DJ e modelo. Seu desejo era empreender e estabelecer uma loja de biquínis. No programa, tornou-se viral com memes que exibiam suas expressões faciais, transitando rapidamente entre uma gargalhada e uma expressão séria.

Apesar de parte da audiência considerá-lo um participante discreto (denominado “planta”), a percepção das marcas fora da casa foi distinta. Já em julho de seu ano de participação (2021), a influenciadora revelou ter acumulado aproximadamente R$ 1 milhão em trabalhos publicitários. Atualmente, é sócia de uma das marcas para as quais prestou serviços e realizou seu sonho de estabelecer uma loja de biquínis.

Rodrigão e Adriana Sant’Anna (BBB 11)

Rodrigão e Adriana iniciaram seu romance na 11ª edição do programa, onde Adriana foi a oitava eliminada e Rodrigão, o 14º. Após deixarem a casa, seguiram carreiras como modelos.

Quatro anos mais tarde, selaram a união com um casamento. Na época de sua participação no reality show, as redes sociais ainda não possuíam a mesma força que têm hoje. Adriana especializou-se em marketing digital e criou o Midas (Método de Influência Digital Adriana Sant’Anna), oferecendo cursos online sobre o tema, com uma lista de espera para novas turmas. Rodrigão também integra a equipe do método Midas, compartilhando dicas sobre finanças e relacionamentos para sua audiência de mais de 2 milhões de seguidores no Instagram. Adriana, por sua vez, reúne quase 5 milhões de seguidores em sua rede social.

Por Eduarda Menezes

Para impulsionar os seus investimentos, assine nossa newsletter para mais conteúdos exclusivos

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.