Comprar ou alugar imóvel: qual investimento é o mais indicado?

Chegou a oportunidade de construir seu patrimônio e, graças à educação financeira, você sabe que pode tomar decisões mais lucrativas. E agora, comprar ou alugar um imóvel? Qual será a escolha mais vantajosa para o seu futuro financeiro?

Eis uma dúvida muito comum e a resposta para essa pergunta exige cautela e atenção aos mínimos detalhes das condições de cada caso. Além disso, você deve considerar seus objetivos com base em um planejamento estruturado no tempo.

Neste conteúdo, você vai aprender o que se deve considerar antes de tomar a decisão de alugar ou comprar um imóvel. Então, continue a leitura para descobrir as principais vantagens e desvantagens de cada alternativa e qual pode ser a opção mais indicada para você. Confira!

O que avaliar antes de comprar ou alugar um imóvel?

Se você deseja fazer a melhor escolha entre comprar ou alugar uma casa ou apartamento, é imprescindível analisar as condições das alternativas com máxima atenção e senso de propósito. Afinal, os principais argumentos a favor ou contra cada opção costumam ser rasos e tendenciosos.

Portanto, você deve aprender a identificar a amplitude das consequências financeiras de comprar ou alugar uma moradia a partir do seu contexto pessoal. Ou seja, dependendo da sua estrutura econômica e objetivos de longo prazo, uma opção pode ser melhor do que a outra.

Um argumento frequente na comparação dessas oportunidades propõe que “o aluguel é um dinheiro perdido, nunca mais volta para você”. Só que isso também vale para os custos de um financiamento. 

A diferença é que os juros das prestações de um financiamento, atrelados à compra do imóvel, dão a impressão de que fazem parte do valor da aquisição. No entanto, bastaria considerar a possibilidade de pagar à vista para perceber que o custo do financiamento vale uma segunda propriedade — e às vezes até uma terceira.

Investimento e condições de pagamento

Está claro que, de qualquer maneira, seja alugando ou comprando um imóvel, há um custo que excede o valor do bem. Logo, o mais apropriado é avaliar o que sai mais barato no final. Essa é a investigação que demanda máximo cuidado.

De maneira simplificada, o que se deve calcular é a diferença entre o valor de um aluguel e da parcela de um financiamento. Se essa diferença fosse aplicada em um investimento de renda fixa, por exemplo, seria possível comprar o imóvel à vista no mesmo período financiado?

Esses valores dependem tanto da localização e qualidade dos imóveis (seja para alugar ou comprar) quanto do método de pagamento, no caso de um financiamento. Contudo, perceba que essa avaliação ainda não inclui uma série de variáveis importantes que você deve ter em mente, como:

  • urgência de possuir um imóvel;
  • objetivos financeiros;
  • sistema de amortização da dívida;
  • condições do setor imobiliário;
  •  taxa básica de juros do país etc.

Além disso, existem estratégias no mercado de valores que beneficiam sua escolha. Mas para isso é indispensável aprofundar seus conhecimentos nos diversos tipos de renda fixa e variável, se determinada aplicação é pós-fixada ou prefixada, entre outros detalhes.

Alugar um imóvel: quais as vantagens e desvantagens?

Você viu que alugar um imóvel pode ser uma alternativa inteligente, principalmente se você tiver planos claros para o futuro. O custo permite maiores níveis de poupança para investimento, e geralmente o inquilino não precisa se preocupar com reformas e manutenção dispendiosas, salvo exceções descritas em contrato de locação.

Além disso, uma moradia alugada garante mobilidade: você pode se mudar quando quiser sem grandes complicações. Por outro lado, como a propriedade não é sua, você precisa de autorização para transformá-la de maneira estrutural. E ainda há o risco de o locatário solicitar a entrega da casa, forçando um movimento indesejado em sua vida pessoal.

Comprar um imóvel: quais as vantagens e desvantagens?

Além de ser a realização de um sonho para muitas pessoas, ter uma propriedade corresponde a um novo patamar socioeconômico. Você não precisa de autorização sobre o que queira fazer com seu imóvel nem corre o risco de ter que se mudar contra sua vontade por exigência de um locatário.

No longo prazo, uma casa ou apartamento também pode resultar na valorização do seu patrimônio. Contudo, existe o risco de você ter seu capital imobilizado, caso o mercado não esteja aquecido e você queira se desfazer do bem. 

Quanto a um financiamento, as principais desvantagens estão no custo. Além de as parcelas comprometerem parte significativa da sua renda, ao quitar a dívida, você terá pago um valor substancialmente maior que o valor do imóvel.

Também importa destacar que, para todos os efeitos, a aquisição é definitiva somente após a quitação do financiamento. Até lá, os descumprimento do acordo pode gerar uma expropriação judicial do imóvel.

Quais as formas de comprar um imóvel?

Adquirir um imóvel pode ser um pouco burocrático, mas é relativamente simples, principalmente se o meio de aquisição facilitar a posse. No Brasil, existem diversos programas de financiamento e sistema de pagamento. Porém, há mais alternativas que merecem atenção. As formas mais comuns de comprar um imóvel são:

  • à vista;
  • na planta;
  • por consórcio;
  • por financiamento;
  • por permuta;
  • em leilão.

Por que comprar um imóvel pode ser um investimento mais indicado?

Você entendeu que a melhor decisão entre comprar ou alugar um imóvel depende da consideração de uma lista de variáveis. No entanto, uma apuração atenta, aliada a estratégias de investimento, pode favorecer a opção pela compra.

A possibilidade de vender o imóvel, ainda em financiamento, permite a chance de lucro, caso as condições do mercado sejam favoráveis a uma valorização. Além disso, um imóvel não apenas constitui um patrimônio valioso como pode ser ainda uma fonte de renda passiva. Você pode alugar seu próprio imóvel!

Nesse caso, é uma estratégia possível gerar renda com seu imóvel e alugar uma moradia mais barata, produzindo assim um pequeno excedente para abater despesas do seu orçamento. 

Agora você sabe o suficiente para avaliar com atenção a melhor alternativa entre comprar ou alugar um imóvel. Lembre-se de que os detalhes são os mais importantes. Portanto, tenha rigor nas suas investigações e baseie suas conclusões em um planejamento financeiro.

Gostou deste conteúdo? Então, continue conosco e aprenda mais sobre a oportunidade de possuir sua casa própria. Confira nosso artigo sobre o assunto e descubra como comprar um imóvel sem comprometer suas finanças!

Para impulsionar os seus investimentos, assine nossa newsletter para mais conteúdos exclusivos

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.