Fifa World Cup 2022: quanto leva a Seleção campeã?

Faltam poucos dias para descobrirmos qual será a seleção campeã da vigésima segunda edição da Copa do Mundo de futebol.

O sonho do hexa brasileiro infelizmente ficou para a edição de 2026, que será realizada em três países diferentes: Estados Unidos, Canadá e México. Mas você sabia que mesmo não conquistando a tão sonhada sexta estrela, o Brasil ainda sim ganhou um dinheirinho?

No #AtivaTrends de hoje, vamos te contar quanto as seleções ganham com as suas participações na Copa do Mundo.

Copa do Mundo de (muitos) milhões!

Não é só o Catar que resolveu gastar mais que o normal nessa edição da Copa. A própria Fifa resolveu ser mais generosa na hora de premiar os participantes.

Esse ano, vão ser pagos mais de R$ 2 bilhões em premiações, valor 10% maior do que na Rússia

Todo mundo que joga, ganha. Esse valor vai crescendo de acordo com as fases que as Seleções vão jogando. Ou seja, ninguém sai de mãos vazias!

O campeão da Copa do Catar vai receber um prêmio de US$ 42 milhões, o equivalente a cerca de R$ 226 milhões na cotação atual. O vice fica com US$ 30 milhões (R$ 161 milhões), enquanto o terceiro e quarto colocados levam US$ 27 milhões (R$ 15 milhões) e US$ 17 milhões (R$ 91,5 milhões) respectivamente.

Premiações da Copa do Mundo 2022:

  • Campeão: US$ 42 milhões (R$ 225 mi)
  • Vice: US$ 30 milhões (R$ 160 mi)
  • 3º: US$ 27 milhões (R$ 144 mi)
  • 4º: US$ 25 milhões (R$ 133 mi)
  • Quartas: US$ 17 milhões (R$ 90 mi)
  • Oitavas: US$ 13 milhões (R$ 70 mi)
  • Fase de grupos: US$ 9 milhões (R$ 48 mi)

Eliminado nos pênaltis, o Brasil terminou o torneio na sétima posição geral somando 10 pontos, com três vitórias, um empate e uma derrota.

A eliminação para a Croácia nas quartas de final fez com que a nossa seleção garantisse US$ 17 milhões.

Fun fact: você sabia que os clubes que cedem jogadores às seleções são remunerados por isso?

É comum ver a torcida dos clubes pelo mundo, torcendo para que os seus jogadores, sejam convocados para representar seus países na Copa.

Mas o que algumas pessoas não sabem é que além do clube ganhar um reconhecimento mundial, eles também lucram com isso.

Esta é uma prática que existe desde o Mundial de 2010, na África do Sul, e serve para compensar financeiramente as equipes que pagam os salários dos protagonistas do evento.

Em outubro deste ano, a Fifa anunciou que iria distribuir US$ 209 milhões (pouco mais de R$ 1,1 bilhão) para os clubes que tiverem jogadores na Copa. A quantia é de quatro anos atrás.

Dentro deste valor, a Fifa pagará uma diária de US$ 10 mil (cerca de R$ 53 mil, na cotação atual) às agremiações por cada atleta no Mundial. O período de preparação para o torneio – que começa em 14 de novembro – também entra na conta.

Vale ressaltar que a compensação será paga para todos os clubes em que o jogador atuou nos dois anos anteriores à Copa do Mundo. Dessa forma, se o atleta defendeu mais de uma equipe no período, o valor pago será dividido proporcionalmente.

Por Eduarda Menezes

Para impulsionar os seus investimentos, assine nossa newsletter para mais conteúdos exclusivos

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.