Copom deixa em aberto política monetária para 2020

O Copom (Comitê de Política Monetária) anunciou, nesta quarta (11), corte na Selic de 5% para 4,5% ao ano, conforme já era esperado pelo mercado financeiro.

Com isso, atingiu-se mais uma vez a mínima histórica para a taxa, que é usada como referência para a cobrança de juros em empréstimos, financiamentos e para a remuneração das aplicações financeiras.

O Comitê deixou em aberto a possibilidade de mais um corte na Selic, que poderá ser entre 0 e 25 bps. No entanto, retirou o guidance, ou seja, a possibilidade de novos cortes além desse.

Mesmo esse possível corte na Selic poderá não acontecer caso haja uma escalada do dólar ou prolongamento do choque agrícola (alta no preço do milho, por exemplo).

Em sua decisão, o Comitê levou em conta alguns fatores, como a piora do cenário externo, com o câmbio forte como consequência. Um cenário que poderia ser afetado pela guerra comercial entre Estados Unidos e China, por exemplo.

Internamente, levou-se em consideração a maior incerteza quanto à potência da política monetária, que pode ser afetada por uma melhor intermediação financeira ou aprovação das reformas estruturais macroeconômicas.

(Por Carlos Thadeu de Freitas, economista-chefe da Ativa Investimentos)

Invista com Ativa!

É prático, rápido, seguro e não tem custo. Você pode acessar sua conta de onde quiser e ainda ter vantagens exclusivas.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

2 Comentários

  1. Gostei do tema de sua divulgação, gostaria de ver se é pertinente para meu site.

    Sds.

    1. Olá Hermes, tudo bem? Não consegui entender sua pergunta. Poderia explicar melhor? Se preferir, entre em contato em nossos canais de atendimento para receber a orientação de um especialista. Capitais e regiões metropolitanas – 4007 2447 / Demais regiões – 0800 285 0147. Um abraço!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.