Glossário Financeiro: Letra I

O mercado financeiro está repleto de termos e conceitos que, muitas vezes, geram dúvidas até mesmo para os investidores mais experientes. Além disso, as diversas nomenclaturas e palavras em inglês presentes no dia a dia do mercado também podem dificultar o real entendimento sobre os diferentes processos.

Por isso, temos detalhado vários conceitos do dicionário financeiro aqui no Blog da Ativa Investimentos. Neste post, vamos trazer os principais termos com a letra I.

Continue a leitura deste artigo para conhecer nosso glossário do investidor com os termos mais usados no mercado. Não se preocupe: se restar alguma dúvida, ou quiser saber mais detalhes sobre qualquer um dos termos listados, sempre tem um especialista da nossa equipe de atendimento pronto para ajudar você! Vamos lá?

Ibovespa

É o principal índice de ações da B3, a Bolsa de valores brasileira. É formado por uma carteira teórica de ações que reúne as companhias mais representativas da bolsa em termos de negociações. Além disso, o Ibovespa mede o desempenho médio do mercado acionário brasileiro.

Ibovespa Futuro

O Ibovespa futuro é um tipo de investimento de renda variável que tem a rentabilidade atrelada às oscilações do Ibovespa. Ele funciona como um contrato da B3 em que o investidor pode fazer a negociação do Ibovespa à vista em um prazo futuro.

IBrX

Também conhecido como Índice Brasil, IBX ou IBrX 100, esse ativo é uma referência da B3 por compor as 100 ações com maior valor de mercado.

IFIX

O Índice de Fundos de Investimentos Imobiliários é formado por uma carteira teórica de ativos, elaborada de acordo com critérios pré-estabelecidos. Ele indica o desempenho médio das cotações dos Fundos Imobiliários.

IGC

O Índice de Governança Corporativa (IGC) mensura o desempenho de um portfólio composto por ações de empreendimentos que têm uma boa governança corporativa. No entanto, essas empresas devem estar classificadas nos níveis 1 ou 2 da B3 ou devem ser negociadas no Novo Mercado.

IGP-M

O Índice Geral de Preços do Mercado, calculado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), é a média de índices que medem a inflação no Brasil do atacado, do consumidor e da construção civil.

Indexação

Os indexadores correspondem a alguns índices utilizados como referência para o rendimento de determinado ativo, como os títulos públicos, por exemplo. Alguns dos indexadores mais utilizados no mercado financeiro são:

  • Selic.
  • Certificado de Depósitos Interbancários (CDI);
  • Índice de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA)
  • IGP-M.

Indicadores de Liquidez

Esses indicadores medem a capacidade que a empresa tem de gerar o fluxo de caixa necessário para cobrir todas as suas despesas tanto de curto quanto de longo prazo. Alguns dos principais são:

  • índice de liquidez corrente;
  • liquidez geral;
  • liquidez seca;
  • capital circulante.

Indicadores de Rentabilidade

Os indicadores de rentabilidade são utilizados para medir os lucros da empresa em relação ao montante de ativos, de vendas e de capital investido. Alguns dos principais são:

  • retorno sobre ativos;
  • margem líquida;
  • retorno sobre o patrimônio líquido.

Índice de Sharpe

É um índice do mercado financeiro que mede a relação entre o risco e o retorno de um investimento. Funciona assim: quanto maior o número indicado pelo Sharpe, melhor será o investimento considerando esses quesitos.

Insider

O insider é aquele investidor com informações privilegiadas no mercado financeiro. Com isso, ele pode usar essa vantagem ilegalmente para tomar determinadas decisões de investimento e obter maiores lucros.

Insolvência

As empresas insolventes são aquelas que não conseguem honrar o pagamento das suas dívidas nos prazos determinados. Em geral, a insolvência técnica é uma etapa anterior à falência de um negócio.

Investidor de Risco

Esse tipo de investidor, também conhecido como venture capitalist, tem um perfil agressivo e faz investimentos de maior risco. Porém, para que as suas escolhas sejam mais assertivas, é importante que ele avalie diversos aspectos que podem impactar os seus ativos.

Investidor Qualificado

Os investidores qualificados são pessoas físicas e jurídicas que têm aplicações financeiras em valor igual ou superior a R$ 1 milhão. Além disso, são considerados aqueles que tenham certificação de investidor profissional pela CVM, comprovando tais situações com documentos oficiais.

Intra day

Esse conceito se refere às operações e informações que ocorrem dentro de um determinado pregão. Nas plataformas gráficas que mostram os movimentos dos preços das ações, por exemplo, os tempos de análise intra day podem ser de 5, 15, 30 ou 60 minutos, entre outros intervalos menores que um dia.

Investment grade

O investment grade se refere ao grau de investimento, ou seja, à capacidade de pagamento de empresas ou governos. As agências de classificação de risco atribuem uma nota aos agentes que indica a sua capacidade de honrar os seus compromissos financeiros.

IOF

É o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), cobrado em operações de crédito, câmbio, seguro e investimentos em geral. O seu valor varia conforme o tipo de operação realizada.

IPCA

É a sigla para Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), índice medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O IPCA mensura a inflação no Brasil. Ele também é usado como indexador da remuneração de aplicações de Renda Fixa, como uma forma de proteger o poder de compra do dinheiro.

IPO

Essa é a sigla para Initial Public Offering ou Oferta Pública Inicial. Uma IPO ocorre quando a empresa abre o seu capital e negocia as ações na bolsa de valores pela primeira vez.

IRPJ

O Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) é um tributo federal que deve ser pago por todas as empresas que têm um CNPJ ativo, salvo algumas exceções. O seu cálculo leva em consideração o regime tributário do empreendimento. Além disso, o não pagamento dessa obrigação está sujeito ao pagamento de multas.

IRRF

O Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) corresponde a uma parcela recolhida pela Receita Federal, mensalmente, de pessoas físicas e jurídicas. Em geral, esse montante é descontado diretamente da folha de pagamentos do trabalhador.

ISE

O Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) mede o retorno de uma carteira formada por empresas comprometidas com a sustentabilidade e a responsabilidade social.

Como você pode perceber, existem vários termos importantes na área financeira que começam com a Letra I. E você deve conhecer cada um para saber como eles podem influenciar as suas decisões de investimento, como investir em ativos sem pagar imposto de renda. Além disso, é importante contar com o auxílio de profissionais especializados para entender alguns conceitos de maneira mais aprofundada.

E aí, gostou deste post? Você tem alguma sugestão de termos do mercado financeiro que gostaria de ver por aqui? Utilize o campo de comentários e contribua para que possamos melhorar ainda mais os nossos conteúdos! Até a próxima!

Tudo sobre Renda Fixa

Invista com Ativa!

É prático, rápido, seguro e não tem custo. Você pode acessar sua conta de onde quiser e ainda ter vantagens exclusivas.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.