Atenção senhores passageiros, preparem os bolsos… As passagens vão aumentar!

Janeiro é o período oficial das férias de verão! Mas a alta temporada das viagens começa agora, nas festas de final de ano.

Normalmente, quem pretende viajar nessa época já está com tudo organizado. Porém, mesmo comprando com muita antecedência, foi nítido o aumento nos valores das passagens de avião.

Devido à alta procura, é normal os preços aumentarem nesse período do ano, mas será que em 2022 a alta foi maior do que o esperado?

Faltando poucos dias para o final de 2022, o #AtivaTrends vai te contar qual o custo para  fazer uma viagem durante essa época do ano. Boa leitura!

Aviões decolando e valores também

De acordo com a plataforma Voopter, que trabalha com comparação de preço de passagem, os preços das passagens aéreas subiram até 124% para o réveillon deste ano, na comparação com 2021, e até 120% em janeiro de 2023.

A plataforma afirmou que 9 das 10 rotas mais buscadas para o réveillon estão mais caras do que no ano passado.

Essa estatística também se aplica quando analisados os valores de janeiro.

Para o ano novo, a maior alta (124%) é para voos entre os aeroportos de Congonhas (SP), e Recife (PE). O preço médio da viagem de ida e volta está em R$ 5.855,13, contra R$ 2.605,38 em 2021.

Mas também existem casos de queda nos preços. A viagem entre Guarulhos (SP) e Fortaleza (CE), apresentou queda de 15%.

Já em relação as férias de janeiro, a passagem que mais subiu (120%) foi de ida e volta entre Salvador (BA) e Guarulhos (SP), passando de R$ 970,10, no começo deste ano para R$ 2.132,10 em janeiro de 2023.

Já a viagem entre o aeroporto de Galeão (RJ) e Fortaleza (CE) foi a única que ficou mais barata (-3%), considerando os valores médios das passagens mais buscadas.

Entenda as altas nas passagens

Não existe um motivo para o aumento das passagens, mas sim alguns…  vamos explicar os que mais têm sido decisivos para os valores mais altos que o comum.

A tendência é de que as passagens continuem altas nos próximos meses, a não ser que a cotação do petróleo caia significativamente ou o real se valorize. Além disso, com o aumento do interesse das pessoas por viajar depois da pandemia, as companhias podem manter os preços nos patamares atuais.

Segundo o site especializado em viagens Decolar, o aumento nas buscas por passagens aéreas na primeira quinzena de dezembro foi em torno de 85% para o ano novo, na comparação 2021, tanto para voos domésticos quanto internacionais.

Em novembro essa alta foi ainda maior, de cerca de 220%.

Outro motivo para essa alta foi o aumento do preço do querosene em 50%.

Em nota, a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) afirma que o preço das passagens vem oscilando muito por conta da volatilidade nas cotações do barril de petróleo e do dólar e que esse tem pressionado os custos do setor.

Esse é um dos maiores “vilões” do setor aéreo.

O combustível responde por cerca de 40% dos custos das empresas aéreas e já subiu 49,6% de janeiro até o início deste mês. De acordo com o IBGE, o preço das passagens subiu 22,4%, no mesmo período do ano passado.

Bom, mesmo com a alta dos preços, viajar é muito bom não é mesmo? Quem conseguiu se organizar financeiramente pode e deve aproveitar esse momento único para descansar e curtir momentos de lazer.

Se nesse ano a conta para você não fechou, que tal aproveitar o momento e já começar a planejar a viagem para os próximos meses? Conte com a Ativa para te ajudar a chegar lá!

Por Eduarda Menezes

Para impulsionar os seus investimentos, assine nossa newsletter para mais conteúdos exclusivos

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.