Entenda a relação entre lucratividade e o impacto positivo

Uma tendência crescente no mundo é o interesse sobre os desafios climáticos e sociais. Diante disso, muitas pessoas recorrem à filantropia e ao voluntariado, a fim de promoverem o bem de que sentem necessidade. Mas o mercado também tem exigido soluções de lucratividade com impacto positivo.

Essa é a nova maneira de investir, com inteligência e responsabilidade. O investimento sustentável já ganhou o mundo e no Brasil não é diferente.

Se você também faz parte desse grupo que quer aumentar a performance dos investimentos sem deixar de proporcionar as transformações necessárias que são urgentes para o planeta, continue a leitura. Neste artigo, você vai descobrir como é possível lucrar sem deixar de fazer o bem.

Lucratividade e rentabilidade para o investidor

Os principais indicadores de avaliação de uma oportunidade são a lucratividade e a rentabilidade das empresas. Para o investidor, interessa saber quanto do seu capital aplicado pode retornar em forma de proventos.

Além disso, esses indicadores são uma medida da saúde de um negócio. Valores muito altos de lucratividade e rentabilidade costumam significar, no mínimo, que o empreendimento está passando por uma boa fase.

Contudo, isso não quer dizer necessariamente que suas atividades sejam sustentáveis. Há muitas empresas no mundo que dão muito lucro, mas têm pouco ou nenhum compromisso com responsabilidade ambiental e social.

Felizmente, o cenário econômico tem mudado e, cada vez mais, empresas que não estão alinhadas às tendências de preservação, respeito às diversidades e boas práticas de governança têm tido dificuldade de operar, enquanto a concorrência dispara na frente.

Carteira de impacto positivo

Por muito tempo, a ideia de fazer o bem parecia significar o sacrifício dos potenciais de lucratividade no mundo dos negócios e dos investimentos. Mas isso já mudou.

As políticas ESG (do inglês, “environmental, social and governance” ou “ambiental, social e governança corporativa”, em tradução livre) são uma exigência constante e crescente no mundo, e o Brasil tem amadurecido sua posição em relação às principais demandas de responsabilidade.

O melhor para o investidor responsável é que investimentos de impacto positivo não são mais apenas uma questão de ética, mas de inteligência. Afinal, o mercado tem acompanhado índices mais altos de desempenho das empresas que estão em sintonia com as boas práticas de sustentabilidade social e ambiental do que as que não estão.

De fato, não é de surpreender. Se pensarmos com atenção, vamos perceber que a sociedade avança para modelos econômicos mais justos e conscientes. Uma empresa que não se adéqua às novas exigências está sujeita a sofrer sanções, punições fiscais, boicotes no mercado e outros tipos de pressões que obrigam-na a mudar sua postura.

Em outras palavras, o investimento sustentável pouco a pouco se revela como a forma de investimento mais lucrativa para os investidores, e não é difícil montar uma carteira diversificada de impacto positivo. Veja mais a seguir.

Exemplos de investimentos de impacto positivo

No cenário internacional, os indicadores de responsabilidade ambiental, social e de governança corporativa têm ganhado muita atenção e as empresas estão fazendo esforços para produzirem relatórios positivos ao mercado de investimentos.

No Brasil, ainda estamos atrás em relação a esses avanços, mas já podemos ver medidas sendo tomadas para transformar essa cultura. Muitas empresas, por iniciativa própria, estão produzindo exemplos de empreendedorismo social e estimulando um comportamento diferente no mundo dos negócios.

Um bom exemplo é a Magazine Luíza, que desde 2013 mantém um importante programa de inclusão, garantindo a diversidade de seus funcionários por meio de processos seletivos atentos às necessidades das minorias.

Natura Cosméticos é outra marca registrada no cenário da sustentabilidade. Com uma grande preocupação socioambiental desde as origens, a empresa foi capaz de construir uma imagem forte de compromisso e responsabilidade com o meio ambiente.

Felizmente, já são muitos os bons exemplos de seriedade no Brasil, e hoje o investidor pode contar o Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3 (ISE), que lista as empresas mais comprometidas com as práticas ESG. Esse é um ótimo filtro se seu interesse é ganhar dinheiro com investimentos sem deixar de cuidar do que mais importa no mundo.

Gostou de aprender como garantir a lucratividade do seu portfólio causando impacto positivo? Agora, vale a pena descobrir como aproveitar esses conhecimentos para diversificar sua carteira sem pulverizar seus investimentos. Acesse o artigo para saber mais!

Tudo sobre Renda Fixa

Invista com Ativa!

É prático, rápido, seguro e não tem custo. Você pode acessar sua conta de onde quiser e ainda ter vantagens exclusivas.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.