Vale a pena fazer um investimento social? Veja 5 razões para investir!

A desigualdade social sempre foi uma realidade bastante evidente no Brasil e com a pandemia do Covid-19 isso ficou ainda mais escancarado e debatido na sociedade.

É nesse sentido que o investimento social surge como uma alternativa importante para oferecer condições dignas a todas as pessoas que têm sua vida impactada de forma mais grave por essa dura realidade.

Se você ainda não entende como o investimento social funciona e quer saber melhor como se tornar um investidor desse tipo de ativo, aproveite. Nas informações a seguir, daremos os direcionamentos tanto para as pessoas físicas, quanto jurídicas interessadas nesse formato de investimento.

O que é investimento social?

Investimento social é o aporte feito para iniciativas que visam apoiar projetos que causam um impacto positivo no meio ambiente, na sociedade e na economia de uma forma geral. Eles podem ser tanto no terceiro setor, por exemplo, como iniciativas privadas ou governamentais.

Tais trabalhos envolvem diversos cenários. Podemos citar, por exemplo, o desenvolvimento sustentável em regiões ribeirinhas, o financiamento agroflorestal, as iniciativas socioculturais em comunidades de baixa renda de grandes centros urbanos e várias outras possibilidades.

No campo governamental já existe a possibilidade de investir no Fundo Clima, um projeto de instalação e ampliação do uso de energia solar por todo o Brasil. Já não é novidade para ninguém que o uso de energias renováveis é não só uma necessidade, como uma urgência a fim de propiciar a continuidade da vida humana no planeta Terra.

Tal aspecto também passa por questões sociais, já que as pessoas com menos renda são as primeiras a sofrer pelos impactos da escassez de recursos naturais e seus vários desdobramentos.

Em suma, o investimento social veio para revolucionar a forma como entendemos os aportes feitos no mercado. Com isso, se cria possibilidades mais humanas de se investir e proporcionar benefícios para todos.

Quais as características?

A principal característica do investimento social está em sua mudança de paradigma de transformar a economia de escassez. Antigamente, a lógica era baseada na ideia de que para que alguns ganhem, outros necessariamente precisam perder.

Em contrapartida, já existe a noção de uma economia de abundância, na qual todos procuram ganhar juntos com os investimentos realizados. Portanto, não se trata de uma corrida por quem ganha mais, mas por quem pode ajudar a sociedade a atingir um patamar mais equânime.

Por isso, há também uma diversidade nos formatos de empreendedorismo social voltado tanto por ONGs, quanto para empresas, órgãos governamentais e editais específicos, que buscam reduzir o impacto socioambiental sobretudo para as pessoas de baixa renda.

Como, infelizmente, as políticas públicas no Brasil e sua adoção até hoje não foram capaz de sanar as desigualdades existentes há um longo tempo, esse tipo de aporte tem sido bastante importante para fortalecer o setor social. Sem isso, as dificuldades enfrentadas por diversos brasileiros poderiam ser maiores.

Por que vale a pena fazer um investimento social?

O investimento social vale muito a pena porque além de você obter retorno financeiro com o mesmo, você ajuda a sociedade a qual faz parte a se desenvolver e tornar mais harmoniosa e justa.

Um exemplo bastante evidente disso é a energia solar. O governo já aceita que o excedente de energia produzido à sua casa seja vendido às companhias elétricas do país. Isso toca várias questões importantes como o desenvolvimento econômico, o equilpibrio das finanças pessoais, a preservação do meio ambiente e o desenvolvimento socioambiental.

Do ponto de vista empresarial, são várias as vantagens em seguir investimentos sociais. Abaixo listamos as principais delas. Confira!

Alinhamento aos negócios profissionais

Vivemos em tempos em que empresas que apoiam causas sociais apenas no discurso, não convencem o consumidor já bem informado.

As políticas ESG têm feito uma grande diferença nisso e são vários os empreendimentos que já adotam tais medidas. Por isso, fazer investimentos sociais consolida uma imagem de coerência ao alinhar as questões coletivas às preocupações da empresa. Pense nisso!

Auxílio às ONGs

Em um momento de recursos governamentais cada vez mais escassos para questões sociais, não tem sido possível para as ONGs sobreviverem à tanta incerteza.

Ao estar conectado com investimentos sociais, a empresa alia seu nome a importantes projetos do Terceiro Setor que abarcam uma série de desafios contemporâneos.

Melhora da imagem e reputação no mercado

Obviamente, do ponto de vista de marketing, posicionamento no mercado e relações públicas há uma expressiva melhora da imagem e reputação da empresa diante do público consumidor e de seus diversos stakeholders.

É por isso mesmo que investimentos sociais não podem ser vistos como uma questão menor dentro das prioridades de uma organização. Quem já entendeu isso, sai na frente ao associar a imagem dos negócios a questões que estão na pauta do dia a dia das pessoas e que fazem das preocupações individuais e coletivas delas.

Aproximação com a comunidade

Investimentos sociais são geralmente voltados a questões urgentes vivenciadas por populações de baixa renda. Quando a empresa se engaja e apoia projetos diversos, ela automaticamente se aproxima desse público e muda suas vidas positivamente.

Isso pode ser contado como um ponto extra para os negócios que ampliarão sua atuação em questões coletivas e consolidar sua marca de forma ainda mais expressiva. Não subestime esse aspecto e dê um passo à frente!

Aumento das oportunidades

Ao alastrar o impacto da empresa na sociedade, há automaticamente um aumento das oportunidades de negócio e sobretudo de parcerias frutíferas que não passem somente por dinheiro. Isso significa otimização de recursos e crescimento do empreendimento de forma justa e sustentável.

Como escolher onde investir?

Ok, agora que você já conhece os principais pontos do investimento social deve estar se perguntando como escolher onde investir, correto? Pois bem, já existem diversas plataformas como a Bússola Social, ONGs e os projetos governamentais que permitem que você acesse editais.

Como pôde ver, não é difícil entender porque vale fazer um investimento social. Com essas 5 razões apresentadas, você pode ficar mais motivado para dar um passo à frente e integrar todas iniciativas que fazem uma diferença positiva na sociedade.

Gostou do tema? Então, deixe seu comentário neste artigo. Será um prazer saber a sua opinião sobre como apoiar o desenvolvimento da sociedade.

Tudo sobre Renda Fixa

Invista com Ativa!

É prático, rápido, seguro e não tem custo. Você pode acessar sua conta de onde quiser e ainda ter vantagens exclusivas.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.