O que os ciclos de mercado podem ensinar para você?

Se você vem pensando em investir ou já é investidor, certamente já se perguntou o que os ciclos de mercado podem te ensinar, não é mesmo? Afinal, esse é um fator ao qual todos aqueles envolvidos com o mercado financeiro estão sujeitos e só quem procura se informar corretamente e se preparar para as altas e baixas do mercado é que consegue se sobressair quando o assunto é finanças.

Como no momento atual se vem falando muito sobre o crescimento de diferentes formas de investimento, como no caso das criptomoedas — sobretudo os bitcoins — e outras possibilidades promissoras, é crucial entender melhor tudo isso que estamos abordando aqui na introdução. Por isso, para aprender mais, continue lendo e confira os direcionamentos a seguir!

O que são os ciclos de mercado?

No mercado financeiro, seja em qual nicho ou tipo de investimento for, sempre haverão momentos de alta e de baixa. O ciclo de mercado se define pelo período que ocorre entre duas baixas ou altas, o que permite certa previsibilidade do que está para acontecer em relação a um determinado investimento.

Porém, essa análise não passa apenas por uma questão objetiva, mas sobretudo sobre o próprio sentimento de que a maioria dos investidores tem sobre um determinado mercado. A euforia que muitos sentem ao ver um ativo se valorizando rapidamente, faz com que fiquem afoitos e apostem todas suas fichas naquela chance.

Ironicamente, isso acaba tendo o efeito contrário já que a partir do momento que os ativos sobem demais o preço, o número de investidores também pode cair, fazendo com que se inicie um ciclo de baixa. De qualquer forma, esse processo não é tão simples, sendo preciso entender os pormenores para não fazer análises precipitadas de um dado contexto. No tópico a seguir, definiremos melhor isso. Prossiga com a leitura para continuar aprendendo!

Quais são suas fases e suas características, como ocorrem?

Os novos ciclos de mercado são marcados por alguma inovação. Ela pode ocorrer devido ao surgimento de um novo ativo que passa a ser comentado amplamente e desperta o interesse de diversos investidores ou mesmo por conta de um algo marco regulamentário que dará novas diretrizes às regras desse jogo. Tudo depende de qual investimento estivermos falando, portanto, nenhuma informação aqui pode ser generalizada e dada como infalível.

O grande ponto a se estar atento é o fato de que nem sempre é possível identificar em que momento um ciclo está quando ele ainda não foi encerrado. Quando se está no meio do processo, pode se ter a impressão de que se está em alta ou em baixa, dependendo do momento. Todavia, nem sempre um ativo bastante valorizado está em seu pico, da mesma forma que um investimento que se encontra desvalorizado, significa que chegou ao seu ponto mais baixo.

Mais ainda, em cada mercado os analistas enxergam a situação de um jeito diferente. Para os Day Traders, a análise a ser feita sobre os ciclos de alta e de baixa pode levar apenas cinco minutos, enquanto para profissionais do ramo imobiliário, a avaliação pode considerar os 20 anos prévios daquele mercado. Isso evidencia o quão complexa essa questão é.

Por que é vantajoso entender esse conceito?

Entender esse conceito permite que você não se deixe levar pelas emoções. Para se ter uma ideia, hoje em dia se fala até mesmo sobre o sentimento que um determinado mercado pode ter ao se referir à forma como a média dos investidores se comportam diante de um ativo. Em outras palavras, o jeito como as pessoas se sentem ao investir — mais ou menos eufóricas — pode literalmente determinar o crescimento ou queda de um investimento.

O mais comum de ocorrer é que quando um ativo começa a se valorizar, muitas pessoas entrem na corrida e comecem a obter ganhos com isso. Depois, no momento de queda, muitas delas desanimam e vendem seus investimentos por um preço muito baixo a outros investidores que aproveitam dessa situação para comprar novos ativos. A grande sabedoria é saber quando entrar e quando sair de um investimento sem se precipitar.

Afinal, muitos investidores perdem muito dinheiro por não saberem identificar em que momento estão e se o que compraram voltará a se valorizar ou não. Essa falta de clareza sobre os ciclos do mercado faz com que se compliquem não só financeiramente, mas que também percam um tempo valioso tentando se encontram em meio a essa confusão.

Como diria aquela velha máxima, “tempo é dinheiro” e você também deve levar isso em conta a fim de agir de forma acertada e ágil a fim de construir um ciclo virtuoso de crescimento financeiro.

Quais cuidados é preciso ter?

O primeiro cuidado é se informar bem sobre o mercado que está interessado em investir e acessar conteúdos que possam te preparar para isso, como é caso deste post que você está lendo neste exato momento.

Isso evitará que você chegue a conclusões precipitadas sobre uma determinada oportunidade e se lance sobre uma chance sem realmente saber o que está fazendo.

O segundo passo é acompanhar o histórico do investimento que quer realizar. Não visualize apenas o que está ocorrendo no presente, mas veja qual foi o percurso daquele ativo a fim de evitar que se deslumbre desnecessariamente sem ter uma visão completa da situação.

Depois de se antenar sobre os dois primeiros passos, a terceira medida a se tomar é identificar se de fato aquele investimento está em um momento de alta ou de baixa. Claro que essa é a parte mais complexa, mas, nem por isso, é impossível de ser realizada. Se após muita pesquisa e informação você conseguir enxergar em qual momento o investimento se encontra, então, faça sua escolha de forma racional e aproveite da melhor possível todos os ganhos que isso pode trazer.

Como pode ver, não é difícil entender os ciclos de investimento. Buscar informações corretas é essencial e você acabou de fazer isso acessando este conteúdo. Agora que já sabe disso, se prepare para dar um passo à frente e investir de forma acertada e proveitosa para sua vida financeira.

Se gostou de descobrir o que os ciclos de mercado podem ensinar a você, compartilhe este post nas redes sociais agora mesmo. Muitas pessoas ainda precisam entender isso em detalhes a fim de termos um mercado mais educado e preparado para o crescimento!

Invista com Ativa!

É prático, rápido, seguro e não tem custo. Você pode acessar sua conta de onde quiser e ainda ter vantagens exclusivas.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.