Comprar, vender ou não fazer nada: as 3 operações do day trade

Todos conhecem duas dessas operações do day trade que vou falar a seguir: compra e venda. É simples: ou você se expõe à alta do ativo, ou você se expõe à baixa do ativo. Como se fosse um caminho de dois lados, apenas. Mas não é.

Recentemente, vimos movimentos muito atípicos nas bolsas internacionais. No noticiário, os holofotes estavam em cima da eleição presidencial dos Estados Unidos, da segunda onda do COVID-19 e dos resultados dos mais variados testes de vacina.

Nos gráficos do mercado, acompanhamos movimentos completamente parados, oscilando pouco e entregando poucas oportunidades. De repente, o ativo despertava e se movimentava muito forte e rapidamente para qualquer lado e parava novamente por mais um tempo.

Em um cenário ideal de trading, gostamos de ver os ativos mantendo movimento o pregão inteiro – é daí que fazemos nossas operações. No momento em que o ativo dispara para cima ou para baixo, de repente, sem deixar sinais e logo depois estaciona, nós ficamos a ver navios por não ter aproveitado a oportunidade. E não é nossa culpa, apenas não estava no nosso plano de trading.

Então, qual é a 3ª das operações de day trade?

É a mais simples de todas: NÃO FAZER COMPLETAMENTE NADA. Isso mesmo. É apenas ficar assistindo o mercado, monitorando e aguardando por movimentações condizentes com seu plano de trading. É um jogo de tremenda paciência, diria até que é um pouco semelhante com pesca. Se o mercado não estiver dando peixe, não adianta ficar jogando seu anzol na água e puxando o tempo todo. Sua energia vai acabar e vai ser justamente quando um cardume passar.

Você precisa reconhecer isso. Não entregue capital de graça se não está propício às suas operações. Com a experiência que tenho em sala ao vivo, vejo diariamente traders iniciantes (e até alguns experientes) cometerem esse mesmo erro. Eu mesmo cometo também. Olhamos para o mercado parado e temos o sentimento de que precisamos fazer alguma coisa para tirar dinheiro. Porém, esse alguma coisa, com muito mais frequência, nos tira dinheiro, colaborando inclusive com o índice de mortalidade de traders, que já é bem alto.

O que devemos perceber, fora das telas, para não cometer o erro de operar na hora errada?

3 dicas para não cometer erros

Paciência

A paciência é a chave de toda e qualquer operação. Daniel Kahneman já dizia em seu livro “Rápido e Devagar” sobre os comportamentos humanos diante de ganhos e perdas. Em uma operação que está se saindo bem, o trader gostaria de encerrar o mais rápido possível para sentir o êxtase do recolhimento do lucro. Em uma operação em que se está perdendo dinheiro, ele tende a manter até o final na esperança de que isso um dia vire para o positivo.

A conta não fecha, não é? Ganhamos pouco porque saímos cedo e perdemos muito porque não demoramos a sair. Tenha paciência, aguarde o momento certo para entrar na operação. Não tem problema se isso for só no pregão seguinte. A primeira regra do jogo é sobrevivência.

Autoconhecimento

Entenda como você está se sentindo. Quanto mais ansioso estiver, mais você tende a entrar em uma operação malsucedida, seja pelo sentimento de que devia fazer algo pra ganhar dinheiro ou pela falta da razão em predominância na sua mente.

Além disso, uma perda deste tipo pode acarretar em uma bola de neve de perdas e trazer mais estresse. A falta de preparo pode acabar te eliminando do mercado.

Regras claras do plano de trading

Dos itens que listei, este é o básico. Anote todas as regras para fazer sua operação. Como o mercado deveria estar, quando que você aceitaria perder, orientação de indicadores específicos do seu uso, anote TUDO. Quando o mercado estiver um pouco mais sombrio, essas regras funcionarão como uma segunda pessoa te dizendo o que fazer, já que sua visão pode estar turva. Acredite, ela vai ficar turva em algum momento!

Com essas dicas, seu índice de acerto tende a melhorar enquanto os lucros auferidos também. A briga começa do lado de fora, o ringue é a segunda parte. Quem não estiver pronto na primeira, será surrado na segunda.

Lembre-se bem!

Comprar, vender ou não fazer nada. São 3 caminhos. Escolha o apropriado para o momento, diante das regras que você definiu. Não ceda à pressão externa de outros traders, aqueles que postam boletas ou dizem quantos pontos fizeram no dia. Não importa para você! É você e o mercado. Se der atenção, você estará alimentando sua ansiedade. Siga as regras do seu jogo!

Para concluir com mais uma analogia, dessa vez com futebol, costumamos ver que os times que ganham são aqueles que conseguem impor sua estratégia e tática no outro time. Assistimos técnicos aconselhando seus jogadores a “não jogar o jogo deles”. Não é à toa que, quando jogamos o jogo de outros, já saímos em desvantagem pela falta de experiência naquele estilo.

No caso do mercado, você pode simplesmente ficar fora de campo analisando, ou até migrar para o simulador para fazer uns testes antes de ir para a partida, adquirindo a experiência que você julgou necessária para participar daquela movimentação específica do mercado. Por falar em simulador, veja este outro artigo que escrevi há um tempo no blog. Até a próxima!

Powered by Rock Convert

Invista com a gente!

É prático, rápido, seguro e não tem custo. Você pode acessar sua conta de onde quiser e ainda ter vantagens exclusivas.

ABRA SUA CONTA
Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.