Desdobramento de ações: entenda como esse processo funciona

Imagine que você tem uma nota de R$100,00 na sua carteira agora. Eventualmente, um amigo ou familiar propõe trocar a sua nota por 5 de R$20,00. Você trocaria? Talvez sim, talvez não. Afinal, não há nenhum ganho monetário para você. No entanto, as notas de R$20,00 podem ser mais fáceis de usar em compras pequenas no mercado. Guardadas às devidas proporções, é isso que acontece quando ocorre um desdobramento de ações na Bolsa de Valores.

Frequentemente, as empresas listadas na B3 anunciam que farão um desdobramento dos seus papéis. Para quem não acompanha o mercado regularmente, essa notícia pode preocupar. Afinal, o que acontecerá com as ações? Você perderá dinheiro?

Na verdade, não é nada disso. O processo de desdobramento de ações é muito comum e, na verdade, pode até ser vantajoso para você. Quer saber do que se trata, como ele funciona e como afeta seu bolso? Então siga a leitura abaixo!

O que é desdobramento de ações?

O desdobramento (também chamado de split de ações) é uma ação corporativa da empresa para aumentar o número de papéis negociados na Bolsa de Valores. Para fazer isso, a companhia divide cada ação negociada em várias outras, diminuindo o preço unitário delas. No entanto, esse split não afeta o valor de mercado da empresa. Ele permanece exatamente igual antes. É igual aquele exemplo da nota de R$100,00 e das 5 notas de R$20,00. No total, você ainda tem R$100,00. 

Para entender melhor como esse processo funciona, vejamos um exemplo real. Em setembro de 2020, a Magazine Luiza anunciou que faria um desdobramento das suas ações na proporção de 1 para 4. Ou seja: ela quadruplicou o número de ações no mercado. O preço de cada papel também foi afetado: no dia 13 de outubro, eles fecharam a R$ 106,96 cada. No dia 14/10, abriram a R$26,50.

Para a Magazine Luiza, seu valor de mercado permaneceu inalterado, sofrendo apenas as variações normais do dia a dia. Para os investidores, o patrimônio aplicado ficou inalterado também. A única mudança foi a maior quantidade de papéis nas carteiras de quem já era acionista.

Diferença entre desdobramento, grupamento e bonificação

O split de ações não é a única ação corporativa que uma companhia pode fazer. Ela tem a autonomia de realizar outros dois processos: o grupamento (ou inplit) e a bonificação. É importante entender esses dois conceitos na prática, pois eles podem confundir os investidores.

O grupamento de ações é o exato oposto do desdobramento. Nele, a empresa reduz o número de papéis na Bolsa, aumentando o valor de cada um. Na prática, seu valor de mercado permanece o mesmo. 

Já a bonificação é outro evento corporativo que a empresa pode realizar. É muito comum confundi-lo com o desdobramento, mas são coisas diferentes. Nesse caso, a empresa paga proventos aos acionistas com ações, em vez de pagar com dinheiro (como no caso dos dividendos ou JSCP).

Ou seja: a empresa emite novos papéis na proporção dos proventos que serão pagos e os distribui gratuitamente aos acionistas. Se você tiver, digamos, 100 ações da empresa e ela fizer uma bonificação de 10%, você ganhará 10 papéis.

Como esse processo funciona na prática?

Para um investidor, como visto, o desdobramento de ações é um processo que não interfere no valor patrimonial em ações. O que acontece é que você passa a ter mais papéis daquela empresa, mas seu patrimônio é o mesmo.

Já para a companhia, existem algumas vantagens no split. A primeira delas é o aumento de liquidez no seu papel. Como existem mais ações e cada uma com um preço menor, fica mais fácil negociar os papéis.

Além desse benefício, existem alguns outros. Um deles é a maior divulgação da empresa. Afinal, o processo de desdobramento é amplamente noticiado no mercado de ações e pode atrair investidores. Para completar, os papéis da empresa ficam mais acessíveis. Como o valor por ação diminui, pequenos investidores podem comprá-las mais facilmente. Isso aumenta a demanda pelos papéis também.

Como o split de ações funciona?

O processo de desdobramento de ações começa com uma discussão do Conselho de Administração. Caso os conselheiros decidam que vale a pena fazer o split, eles montam uma proposta e passam para aprovação dos acionistas com poder de voto.

Uma vez aprovado o desdobramento, ele deve ser anunciado na Bolsa de Valores e nos meios de comunicação. Assim, todos os investidores ficam cientes do evento e podem tomar suas decisões à vontade. O anúncio é feito com alguma antecedência, justamente para dar tempo da informação circular livremente.

Na hora de montar a proposta, os conselheiros devem definir qual será a proporção do split realizado. As proporções mais usadas são 1 para 2, 2 para 3, 1 para 3 e 1 para 4. No entanto, elas podem ser em outras proporções também. A própria Magazine Luiza já fez um desdobramento de 1 para 8. O Banco Inter fez de 1 para 6, enquanto a Raia Drogasil e as Lojas Renner fizeram de 1 para 5. A Gol já chegou a fazer de 1 para 35.

O desdobramento de ações valoriza os papéis?

Esse é um exemplo de como as percepções dos investidores podem afetar o valor dos papéis, mesmo sem fundamentos para isso. Em teoria, o split de açõesnão deveria valorizar os papéis. Afinal, a única mudança é realmente a quantidade de ações no mercado. A empresa continua a mesma, seus fundamentos são os mesmos. No entanto, existem alguns estudos que mostram que o desdobramento pode valorizar os papéis sim.

Um estudo da Nasdaq (em inglês), feito entre 2012 e 2018, mostrou que o simples anúncio de um split aumenta o preço das ações em 2,5% na média. Além disso, as ações desdobradas performam acima da média do mercado em 4,8% em média por um ano. Apesar de esse estudo retratar o mercado americano, um estudo parecido feito na Bolsa de Hong Kong (em inglês) também constatou que há melhoria de preço nas ações desdobradas por lá.

Por que isso acontece? Existem muitas teorias, incluindo o efeito manada. Seja como for, é importante ter cuidado ao investir na Bolsa e sempre seguir a sua estratégia. Afinal, o efeito manada pode gerar grandes prejuízos.

Como saber se uma ação passou por um desdobramento?

Se você quer saber se um papel específico passou por um desdobramento de ações, pode fazer essa consulta no site da B3. Para isso, acesse a página de consulta de ações na página e digite o nome da empresa que quer pesquisar.

Depois de abrir a página da empresa, vá até a aba Eventos Corporativos e procure a tabela Proventos em Ativos. Os desdobramentos estão listados lá.

Prontinho! Agora você já sabe o que é desdobramento de ações, como esse processo funciona, para que ele serve e muito mais. Dessa forma, está mais preparado para investir na Bolsa de Valores e acompanhar as notícias sobre o mercado.

Se você precisa de mais apoio para comprar e vender ações ou tem dúvidas sobre desdobramentos, entre em contato agora mesmo com o nosso time para saber como podemos ajudar!

Powered by Rock Convert

Invista com a gente!

É prático, rápido, seguro e não tem custo. Você pode acessar sua conta de onde quiser e ainda ter vantagens exclusivas.

ABRA SUA CONTA
Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.