ETFs: entenda o que são e como operar

Se você quer investir com um maior potencial de rendimento, mas não tem muito tempo, precisa saber o que são ETFs. Afinal, eles são ótimas opções para quem quer acompanhar os movimentos do mercado.

Normalmente, quando as pessoas buscam investir na Bolsa, elas pensam logo em comprar ações. No entanto, existem várias maneiras diferentes de operar na Bolsa de Valores.

Até mesmo quem não quer fazer análise técnica ou fundamentalista, por exemplo, pode investir de maneira segura. Para isso, no entanto, é essencial saber o que são ETFs e como escolhê-los. Siga a leitura deste artigo para conhecer essa opção de investimento no mercado financeiro!

O que são ETFs?

Um ETF (sigla para Exchange Traded Fund) é um tipo de Fundo de Investimento. No entanto, ao contrário de Fundos de Investimento normais, o seu gestor não tem total liberdade para definir a estratégia de aplicação. Na verdade, um fundo que segue algum índice específico do mercado. Por isso, eles são conhecidos no Brasil como “fundos de índices“.

Explicando de maneira mais simples, um ETF reproduz algum índice listado no mercado. O índice mais famoso do Brasil, por exemplo, é o Ibovespa. Ele é composto por uma carteira teórica das ações com maior volume do mercado. Assim, um ETF pode reproduzir essa Carteira de Ações para os investidores. Portanto, é uma espécie de forma indireta de investir em índices.

Como funcionam os ETFs?

O processo de investimento em ETFs é praticamente o mesmo de qualquer ação. Em seguida, ele precisará comprar uma cota na Bolsa, que pode ser feita por meio do Home Broker. A partir daí, portanto, o investidor tem seu patrimônio aplicado variando de acordo com a oscilação do índice.

Dependendo das regras do ETF, ele poderá vender a cota depois de um período e resgatar a sua aplicação para coletar os lucros.

Quais as diferenças entre ETFs, Fundos de Investimento e Ações?

Quando estamos aprendendo o que são ETFs, é normal ter algumas dúvidas sobre a sua relação com Fundos de Investimento e Ações. No entanto, existem diferenças sensíveis entre eles.

Um ETF, como mencionado, é um Fundo de Investimento que segue a carteira teórica de um índice. Um exemplo disso é o Ibovespa, que acompanha as ações de maior volume do país. Outro exemplo são os índices ESG, que seguem empresas com bom desempenho de sustentabilidade empresarial.

Já os Fundos de Investimento podem ter estratégias distintas. Eles não estão limitados a seguir uma carteira teórica específica. Portanto, eles podem até mudar de curso de ação de acordo com o mercado. Além disso, as Ações são os investimentos que compõe os ETFs. 

Quais as vantagens e riscos de investir nos Fundos ETFs?

Investir em ETFs é uma opção interessante para quem tem o perfil agressivo. Afinal, eles ainda são uma opção de certo risco, ainda que contem com diversificação para mitigá-lo.

A principal vantagem é ter o rendimento potencial das Ações, mesmo sem ter tempo para escolhê-las. Além disso, os Fundos de Índice têm uma boa diversificação na carteira, baixo custo e transparência.

Já em relação aos riscos, os ETFs contam com os mesmos perigos de investir em Ações. Por causa de movimentos do mercado, há a chance dos índices terem resultados negativos.

ETFs têm taxa?

Sim, os ETFs têm taxa de administração. No entanto, elas são normalmente menores que as de outros Fundos de Investimento. Além disso, também contam com Imposto de Renda de 15% sobre os lucros obtidos.

Pronto, agora você já sabe o que são ETFs e ganhou uma nova opção para colocar na sua carteira. Se você quiser experimentar o Mercado de Ações, mas com uma opção mais diversificada, é possível comprar cotas desses fundos.

Aproveite para ver o nosso tutorial de como comprar ações e aprenda em 5 passos simples como enviar uma ordem no Home Broker. Até a próxima!

Powered by Rock Convert

Invista com a gente!

É prático, rápido, seguro e não tem custo. Você pode acessar sua conta de onde quiser e ainda ter vantagens exclusivas.

ABRA SUA CONTA
Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.