Economia e investimentos para 2022: o que você precisa saber?

O esforço e a preparação são atitudes necessárias para se manter apto a responder a volatilidade do mercado financeiro. Afinal, ele se destaca pela sua forte conexão com diferentes setores econômicos interligados globalmente.

Por esse mesmo motivo, os produtos de investimentos também são muito sensíveis aos acontecimentos diários tanto a nível local como internacional. Sendo assim, cabe ao investidor se manter atento e pronto para enfrentar qualquer circunstância que possa afetar a economia e investimentos para 2022.

O objetivo deste artigo é desenvolver uma visão mais ampla sobre o ano de 2022 no que diz respeito ao desempenho dos produtos de investimentos. Para isso, vamos começar explicando a importância de acompanhar os principais acontecimentos do mercado e do ambiente macro, e como eles influenciam a rotina dos investidores.

Em seguida, vamos entender mais sobre os impactos da pandemia e do atual cenário de guerra, observando pontos sensíveis como: dólar, inflação e desemprego. Acompanhe!

Qual a importância de se manter atento às notícias econômicas?

Uma das maneiras de descrever o mercado financeiro é por meio de uma rede com muitos nós. Essa analogia se encaixa muito bem com a realidade econômica atual uma vez que, com a globalização, os mercados mundiais de bens, produtos, serviços e tantos outros ativos passaram a atuar em nível global, integrando ambientes de negociação.

Tal processo de conexão é muito vantajoso do ponto de vista financeiro pois os negócios agora podem desfrutar de uma escala nunca antes imaginada, aumentando o processo de criação de riqueza, o desenvolvimento tecnológico e a redução da pobreza. No entanto, essa tendência traz consigo alguns perigos, pois as empresas agora ficam expostas aos acontecimentos além das suas fronteiras.

Observando diretamente os produtos de investimentos, uma elevação da taxa de juros nos Estados Unidos pode ocasionar uma migração do dinheiro da nossa bolsa de valores em direção à América, uma vez que os títulos desse país são considerados os mais seguros do mundo.

A depender da intensidade com que esse movimento ocorre, o IBovespa pode cair, afetando diretamente a rentabilidade dos investidores posicionados nos ativos que têm esse índice como referência (fundos de investimento, carteiras recomendadas). Um cenário de queda nos preços e juros baixos torna o investimento em renda variável (como ações) algo muito mais atrativo. Da mesma forma, um cenário de juros altos empurram o investidor para os ativos de renda fixa.

Os exemplos citados nos ajudam a construir uma noção básica sobre como as notícias cotidianas afetam diretamente os resultados que os investidores podem obter em seus ativos. Portanto, manter-se minimamente a par sobre as políticas econômicas do Brasil e as tendências projetadas para o mundo, é algo absolutamente necessário. Isso é uma verdade que vale tanto para o investidor profissional, quanto para os indivíduos e famílias que pretendem começar a investir por meio dos diferentes ativos, sejam eles de renda fixa ou variável.

Dólar, inflação e emprego: como influenciam nos investimentos?

Para entender o que nos espera na economia e investimentos para 2022 é preciso antes de tudo entender o comportamento de três conceitos fundamentais, o dólar, a inflação e o emprego. Começando pelo dólar. Trata-se da moeda de troca mais utilizada internacionalmente. É por meio dela que o Brasil executa as suas importações e exportações, servindo também para formação de divisas para os cofres públicos.

O dólar mais caro, pode significar um aumento de custos das empresas que dependem de insumos externos para a sua produção. Além disso, o dólar alto também representa uma pressão maior sobre o preço dos combustíveis, pois a atual política de preços da Petrobras leva em conta o preço do barril praticado no mercado externo para a formulação dos seus preços aqui no mercado interno.

Assim, uma alta do dólar também empurra para cima a inflação, que nada mais é do que uma medição sobre o aumento geral dos preços de bens e serviços. Para conter esse aumento de preços, o governo pode adotar uma política de elevação da taxa básica de juros nacional (a Selic, atualmente em 11,75% a.a.), fazendo com que muitos investidores migrem para os ativos atrelados a esse índice.

Por fim, os juros altos afetam o acesso ao crédito das empresas, que acabam reduzindo a sua capacidade de crescimento e contratação, afetando diretamente os índices de emprego e desenvolvimento (PIB – Produto Interno Bruto). Essa dinâmica exemplifica como esses três pilares estão relacionados e acabam determinando uma maior ou menor atratividade de certos ativos financeiros em detrimento de outros, por meio do chamado custo de oportunidade.

Pandemia: quais resquícios deixaram para a economia e para os investimentos?

Não obstante a quantidade ainda elevada de contaminações, se fizermos uma retrospectiva do ano de 2021 em diante podemos notar uma queda gradativa no número de casos graves envolvendo mortes e novas internações. Tal fato ocorre graças ao avanço das ações de vacinação.

Assim, vemos avançar no mundo todo iniciativas governamentais voltadas à redução das restrições impostas para o combate da covid-19, como a revogação da obrigatoriedade de máscaras em ambientes abertos e fechados, o retorno presencial das aulas e outros eventos e a retomada crescente das atividades econômicas.

Nesse contexto, a expectativa para 2022 era uma retomada econômica global, ainda que lenta. No entanto, os primeiros meses do ano reservaram um outro grande acontecimento. Estamos falando da guerra deflagrada entre Rússia e Ucrânia, e que tem se mostrado como um dos principais acontecimentos do ano no que diz respeito ao poder de influência global.

A região do conflito é conhecida pelo seu grande papel na produção de commodities agrícolas como trigo e fertilizantes. Por outro lado, a Rússia também é uma das principais exportadoras de petróleo e gás para diferentes regiões do mundo.

As sanções impostas pelo ocidente como uma forma de retaliação à invasão liderada por Vladimir Putin, têm provocado graves efeitos na economia Russa, que por sua vez, ameaça o abastecimento de produtos estratégicos para toda a Europa como o gás natural e os fertilizantes agrícolas.

Diante de um cenário tão conturbado, os especialistas parecem ser unânimes em afirmar que a situação na Ucrânia está longe de acabar, o que reforça as pressões inflacionárias sobre os alimentos, combustíveis e a energia em todo o mundo, por um período de tempo ainda indeterminado.

Qual a importância de contar com a ajuda de um especialista?

Até aqui podemos observar a importância de se manter consciente e atualizado sobre os principais acontecimentos a nível regional e global. Afinal, a performance dos principais produtos de investimentos disponíveis hoje sofrem forte influência de fatores econômicos, políticos e mercadológicos, devido à interdependência gerada pelo próprio processo de globalização. Dessa forma, os resultados de cada ativo podem oscilar conforme os ânimos do mercado e a percepção atual e futura dos seus agentes, sobre o impacto econômico de cada fato novo.

Portanto, a melhor maneira de enfrentar cada desafio e aproveitar as oportunidades que surgem, é se manter constantemente atualizado sobre os principais eventos e expectativas para o período em relação ao desempenho da economia global, da inflação, do dólar e outros fatores importantes.

No entanto, sabemos que muitos podem encontrar dificuldades em realizar esse acompanhamento devido a sua rotina diária corrida e a falta de familiaridade com o tema.

Por isso, uma dica essencial é contar com o apoio de consultores e especialistas financeiros a fim de encontrar um suporte para a tomada de decisões mais sólidas e melhor embasadas. Nós da Ativa Investimentos contamos com uma equipe de consultores experientes e gabaritados que se dedicam continuamente à análise do ambiente econômico mundial e sobre as expectativas para os próximos períodos.

Dessa forma, você pode contar com ajuda de profissionais gabaritados, prontos para te ajudar a proteger os seus investimentos e potencializar os seus resultados no ano de 2022.

O que achou do artigo? Se sente preparado para enfrentar os obstáculos que se impõem à economia e investimentos para 2022? Você não está sozinho nesse desafio. Entre em contato conosco agora mesmo e conte com a melhor orientação do nosso time de especialistas.

Receba conteúdos exclusivos no seu e-mail

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.